Confira a dica do prof. Érico e não caia mais em pegadinhas

Falar sobre cartografia e mapas nem sempre é tão simples assim. Para dominar esses assuntos, você precisa revisar alguns conceitos da Geografia Física, como é o caso das escalas.

“Escala é um tema que pode aparecer em provas de vestibular e concursos públicos. Por isso, é bom ter essa noção para conseguir resolver os exercícios com tranquilidade”, afirma o prof. Érico.

O que é escala?

Escala é uma relação entre o tamanho real de algo e sua representação. Por exemplo, o mapa do Brasil representa o tamanho do país. As miniaturas de carros e bonecos também envolvem o conceito de escala, pois os representam.

Isto é, quando falamos de escala, estamos nos referindo a mecanismos de ampliação e redução. Então, eu posso ampliar o tamanho da representação ou reduzir essa imagem – sempre usando um sistema de coordenadas de referência.

Como saber se uma escala é grande ou pequena?

Essa é uma dúvida que aparece muito nas monitorias de Geografia. Para resolver esse impasse, contaremos com a ajuda do prof. Érico.

Vamos usar o mapa-múndi como exemplo. Digamos que nós estamos estudando por um mapa com escala de 1:80.000.000. Isso significa que cada um centímetro do mapa corresponde a 80 milhões centímetros no mundo real.

Já a planta de uma casa possui uma escala de 1:100. Nesse caso, um centímetro equivale a 100 centímetros de terreno. Você percebe que tivemos que reduzir muito menos esse objeto para colocá-lo no papel? Nós estamos muito mais próximos de uma casa do que estamos do mundo como um todo.

Aí é que está a questão: quando eu estou mais próximo, significa que a escala é grande – eu preciso reduzir poucas vezes para ficar mais próximo do real (1:1). Já a escala 1:80.000.000, foi muito mais reduzida para caber no papel, então ela é uma escala pequena.

(gif surpresa)

Percebe que o número 80 milhões é muito maior que 100? Isso não significa que é uma escala grande. Na verdade, isso quer dizer que eu tive que reduzir muitas vezes e, desta forma, a relação com o mundo real é muito menor.

Então, não caia na pegadinha de encontrar um número grande e associar, automaticamente, que aquela escala também é grande. Outro ponto que você precisa se atentar é que os termos “escala grande” e “grande escala” não possuem o mesmo significado.

A escala grande é aquela que você está cada vez mais próximo do mundo real e, por isso, o número vai diminuindo. Já o termo grande escala pode se referir a algo de grande magnitude, fugindo da nossa ideia inicial.

Qual a diferença entre escala grande e escala pequena?

Para ter certeza que você aprende como diferenciar as escalas e não vai se esquecer, veja a dica:

Escala grande é quando estou cada vez mais próximo do mundo real. Por isso que o número vai diminuindo. Exemplo: planta de uma casa e o mapa de um bairro.

Escala pequena é quando estou me afastando do objeto real, por isso que o número vai aumentando. Exemplo: mapa do mundo, mapa da América do Sul e mapa do Brasil.

Grande escala é o termo que se usa para se referir a algo grandioso, de grande magnitude. Por exemplo: “esse é um fenômeno de grande escala”.

Agora que você já sabe o que é escala e quais as diferenças entrela elas, compartilhe esse post com seus amigos para que ele possam aprender também!

Leia também:

Geografia: Qual a diferença entre escala numérica e escala gráfica?

Geografia: tudo sobre Escala para você mandar bem no Enem

1 Shares:
Você pode gostar também