Quando estudamos, em Geografia, os mapas, podemos ver uma série de detalhes dependendo do tipo de documento apresentado para nós. Eles podem ser geopolíticos, com a divisão dos Estados a partir de suas fronteiras territoriais; nos mostrar os continentes em cores diversas; apresentar características sobre a economia das nações… a lista é grande!

Além desses exemplos, podemos nos deparar também com mapas que nos mostram um pouco sobre a regionalização do mundo. Nele, cores e símbolos diferentes são utilizados para delimitar regiões que agrupam países com características semelhantes, sejam elas culturais, físicas, sociais e ou econômicas.

Quer saber mais sobre a regionalização mundial? Então, continue a leitura e descubra um pouco sobre esse processo e como ele ajudou a desenhar o mapa-múndi que conhecemos atualmente!

O que é regionalização? 

Regionalização é o nome dado ao processo de dividir uma área em regiões. Na Geografia, isso é mais facilmente observado por meio de mapas, que fazem — por meio de conceitos estudados na Cartografia, como as escalas — a representação gráfica de áreas de grande extensão territorial.

Essa regionalização pode ser feita a partir de uma série de fatores. Ao longo do artigo, estudaremos as principais de forma mais específica para que você possa compreender bem o assunto!

Regionalização do mundo

Muito se fala por aí sobre a globalização. De fato, estamos em um mundo altamente integrado. Transações comerciais, processos de mistura entre culturas e migrações são alguns elementos que diminuem as distâncias e fazem com que, de certa forma, sejamos um só.

Eventos que atingem o mundo inteiro, como a pandemia de Covid-19, também nos fazem perceber que vivemos em uma realidade que nos deixa bem próximos, ainda que estejamos bem distantes uns dos outros.

No entanto, apesar de tudo isso, a regionalização é algo que acontece tanto para finalidades didáticas — como seus estudos neste momento — quanto para a organização política e social desse mundo globalizado. A seguir, saberemos mais sobre o processo e suas particularidades!

regionalização do mundo

Tipos de regionalização

Agora, veremos alguns tipos de regionalização e como eles dividem o mundo em que vivemos. Vamos lá?

Regionalização política

Um dos tipos de regionalização mais comuns é a política. Para que ela ocorra, são levados em consideração os aspectos políticos das nações. A partir daí, elas são agrupadas de acordo com suas semelhanças.

Bons exemplos disso são a polarização no período da Guerra Fria e a Teoria dos Mundos, que dividiu o planeta em primeiro mundo (capitalistas desenvolvidos), segundo mundo (socialistas) e terceiro mundo (capitalistas subdesenvolvidos).

Regionalização física

A regionalização física é feita a partir de aspectos naturais e físicos dos ambientes estudados. Aqui, características como vegetação, clima, solo e hidrografia são levadas em consideração para agrupar países semelhantes.

Um bom exemplo desse tipo de regionalização é o mapa de biomas, que divide o mundo em regiões que têm ecossistemas e comportamentos naturais parecidos. Por vezes, elas podem até mesmo ser em continentes diferentes.

Regionalização econômica

A regionalização econômica é outra forma de dividir o mundo em regiões distintas. Aqui, são levados em conta aspectos financeiros dos países estudados.

Alguns fatores que podem ser considerados são o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), a concentração de renda da população, os níveis de desigualdade encontrados naquela sociedade e muito mais.

Regionalização cultural

Por fim, não podemos nos esquecer da regionalização cultural. Esse é um aspecto que, sem dúvidas, tem muita importância para a construção de mapas menores, como os de países ou municípios.

Um dos aspectos culturais mais importantes é o idioma, mas fatores como a religião e os costumes de uma determinada população também influenciam muito esse tipo de regionalização.

Formas de regionalização do mundo

Chegou a hora de conferir quais são as regionalizações práticas que podem ser observadas em nossos estudos da Geografia. Descubra a seguir!

Países desenvolvidos e subdesenvolvidos

Essa é uma das divisões mais clássicas do mundo. Aqui, são encontrados os países que já atingiram um alto nível de industrialização (desenvolvidos) e os que ainda estão passando por esse processo.

Países do norte e do sul

Essa é uma divisão física, mas que carrega, em si, certos aspectos políticos e econômicos. Os países do hemisfério norte são comumente desenvolvidos, enquanto os do sul (com exceção da Austrália e da Nova Zelândia) são emergentes.

Países centrais e da periferia

Essa é uma subdivisão tanto econômica quanto política. Leva em consideração os países desenvolvidos e capitalistas, que são colocados ao centro da regionalização, e os em desenvolvimento (emergentes), chamados de periféricos.

Como ocorreu a regionalização do mundo?

Como vemos, a regionalização do mundo é um assunto bem complexo e que pode ser observado a partir de uma série de óticas diferentes. Por isso, é difícil definir um único fator para o seu desenvolvimento.

No entanto, podemos citar algumas características que influenciam esse processo:

  • crescimento populacional;
  • imperialismo;
  • colonizações;
  • guerras e conflitos;
  • interesses políticos e econômicos;
  • Divisão Internacional do Trabalho (DIT).

Refletir sobre essas características é algo muito importante para que você tenha um bom desempenho no vestibular. É importante lembrar que a maioria das provas, como é o caso do Enem, é extremamente interdisciplinar e cobra do aluno a correlação entre temas que aparentemente são bem distantes.

Além disso, entender esse tipo de conceito é muito importante para que a sua redação seja mais rica. Com isso, você pode dar exemplos e ter muito mais conteúdo para argumentar para a banca sobre os mais diversos problemas encontrados no Brasil e no mundo, incluindo a desigualdade social e a falta de oportunidades.

Mapa da regionalização do mundo

Confira, a seguir, um exemplo de regionalização — a dos países do norte e do sul.

Gostou de saber mais sobre a regionalização do mundo? Agora é com você! É hora de aprofundar seus estudos sobre o assunto. Para isso, você pode sempre contar com o Plano de Estudos Stoodi, uma estratégia muito bacana para quem tem fome de sucesso e deseja arrasar no vestibular. Dê uma conferida!

Você pode gostar também