Quem está prestes a encarar os vestibulares ou a prova do Enem precisa se aplicar bastante nos estudos e ter conhecimento sobre assuntos gerais bastante afiados, afinal, nesse tipo de exame são abordados os mais diversos temas.

Neste conteúdo selecionamos informações importantes sobre Cuba. Continue a leitura do artigo para entender a história, o significado da bandeira, como ocorreu a independência desse país e muito mais!

Tudo sobre Cuba

Situada na América Central, Cuba é um país com território insular limitado a sudeste com o Haiti, ao nordeste com as Bahamas, ao sul com a Jamaica e a Colônia Britânica das Ilhas Cayman, e ao norte com os Estados Unidos.

A formação étnica da população é constituída a partir da mistura de africanos e espanhóis, sendo representada por:

  • 2% de asiáticos;
  • 9,08% de negros;
  • 22,86% de mulatos;
  • 65,06% de brancos.

No que se diz respeito às leis de Cuba, o país oferece total liberdade de culto, e a população se divide da seguinte forma:

  • 2,2% de outras religiões;
  • 6,6% de cristianismo protestante;
  • 17% de Yoruba;
  • 35,4% de ateísmo;
  • 38,8% de cristianismo católico.

Capital de Cuba

Havana é a capital de Cuba e a maior cidade do país. Localizada na província Ciudad de La Habana, conta com cerca de 2,4 milhões de habitantes. Por ser uma cidade com uma rica tradição cultural e histórica, é caracterizada por sua arquitetura monumental e ecletismo.

Bandeira de Cuba

A bandeira do país é composta por três faixas horizontais azuis, que são separadas por duas faixas brancas. Há um triângulo equilátero vermelho na parte junto à haste, e nele há uma estrela branca com cinco pontas, na parte central. Seu significado está dividido da seguinte forma.

Três listras azuis

A divisão geográfica da colônia de Cuba de 1850 é representada pelas listras de cor azul, ou seja, oriente, centro e ocidente.

Duas listras brancas

As intenções do movimento de independência popular e a pureza dos patriotas cubanos são representadas pelas listras de cor branca.

Triângulo equilátero

O triângulo representa a fraternidade, a liberdade e a igualdade, que são os ideais revolucionários mais marcantes do povo cubano.

Cor vermelha

Representa o sangue que precisou ser derramado para que a liberdade fosse conquistada.

Estrela branca

A estrela solitária simboliza a solidariedade entre os povos. As cinco pontas representam virtude, sabedoria, beleza, força e solidariedade.

Mapa de Cuba

O país é um arquipélago composto por mais de 1.500 ilhas, sendo a Ilha da Juventude a Ilha de Cuba as maiores de todo o território. Com uma superfície de 104.945 km², a Ilha de Cuba é maior do que o Caribe inteiro. Todo o conjunto territorial que forma Cuba tem em torno de 110.860 km² e aproximadamente 1,2 quilômetro de dimensão linear.

Cuba é formada principalmente por planícies onduladas com montanhas e colinas situadas, em sua maior parte, na zona sul da ilha. Pico Real del Turquino é o ponto mais elevado, com seus 1.974 metros de altitude.

Embora seja temperado por ventos alísios, o clima de Cuba é tropical, dividindo-se em uma estação mais chuvosa, entre maio e outubro, e outra relativamente seca, de novembro a abril.

História de Cuba

cuba

Cristóvão Colombo descobriu e reivindicou a ilha para o Reino de Espanha, em 1492, que hoje é ocupada por Cuba. O país permaneceu como um território da Espanha até 1898, quando a Guerra Hispano-Americana terminou.

Após esse acontecimento, no início do século XX, Cuba passou a ser reconhecida como uma nação pela maioria dos países.

Entre os anos de 1953 e 1959 aconteceu a Revolução Cubana, responsável pela remoção da ditadura de Fulgencio Batista. Posteriormente, foi instalado o regime unipartidário e a ditadura comunista, que manteve no poder os irmãos Castro até abril de 2018, dando lugar ao presidente Miguel Diaz-Canel.

Independência de Cuba

Cuba se tornou um país independente graças à influência dos Estados Unidos, no final do século XIX. A Espanha impedia qualquer tentativa de revolta tanto por conflitos armados diretos quanto por concessões econômicas. O governo americano propôs à Espanha, em 1852, a compra do país socialista, mas a oferta foi recusada duas vezes.

Os grupos revolucionários cubanos realizaram uma série de motins com o objetivo de que a Espanha reconhecesse a sua independência. Como resposta, o governo espanhol enviou mais soldados à Ilha de Cuba. Em 1985, José Martí liderou uma nova tentativa de separação, mas também fracassou.

A imprensa americana veiculou uma forte campanha contra a Espanha. Além disso, os Estados Unidos passaram a acolher cubanos exilados. A estratégia era obter o apoio da opinião pública para possibilitar uma guerra contra os espanhóis.

Em 1903, quando a Guerra Hispano-Americana chegou ao fim, os Estados Unidos obrigaram o governo cubano a aceitar a Emenda de Platt, obtendo o controle das atividades econômicas de toda a Ilha de Cuba. A emenda previa:

  • intervenção militar americana caso a soberania fosse ameaçada;
  • limitação da dívida pública e de empréstimos exteriores;
  • proibição de tratado com outros países;
  • cessão de terras aos Estados Unidos.

Economia de Cuba

A economia de Cuba está diretamente ligada aos setores primários, portanto, é sustentada em grande parte por produtos de origem pecuária, como criação de equinos, bovinos, aves e suínos, e produtos agrícolas como:

  • tabaco;
  • banana;
  • cana-de-açúcar;
  • abacaxi;
  • laranja.

O país também movimenta dinheiro por meio do extrativismo mineral de cobalto, cobre, cromita e níquel. No setor industrial, os produtos predominantes são a fabricação de charutos, bebidas, alimentos, máquinas e produtos químicos.

A atividade econômica que mais cresce em Cuba é o turismo, participando ativamente do PIB nacional. As belezas naturais do país, como as praias caribenhas, atraem um elevado número de turistas ao país todos os anos.

Como você pôde conferir neste conteúdo, Cuba é um país relativamente novo, se considerarmos o tempo de seu descobrimento até o momento em que se tornou uma nação independente.

Embora não tenha uma política muito aberta de relações comerciais com outros países, consegue se sustentar por meio da produção agrícola e industrial, bem como pelo turismo.

Quer aprimorar ainda mais os seus conhecimentos gerais para se preparar para o Enem e outros vestibulares? Aproveite para conferir o nosso artigo sobre o que foi a crise do petróleo!

Você pode gostar também