Otan: Organização do Tratado do Atlântico Norte

Preparar-se para o Enem e para os vestibulares é uma verdadeira maratona. Uma das maiores dificuldades enfrentadas é compreender conceitos que não fazem parte de nosso dia a dia, como as siglas de organizações de um passado distante para nós — a Otan, por exemplo.

Nesse caso, a melhor pedida é não decorar a sigla e seu significado, mas sim compreendê-lo de maneira mais completa. Assim, as chances de você se confundir ou ter brancos na hora das provas é bem menor!

Pensando em ajudá-lo a ter um desempenho muito melhor em seus exames, preparamos um texto completinho sobre o que significa Otan, uma sigla que costuma cair bastante nos vestibulares e deixar os estudantes em dificuldades. Vamos lá? Boa leitura!

Otan: significado

Otan é um acrônimo para a Organização do Tratado do Atlântico Norte. Em inglês, temos a sigla NATO (North Atlantic Treaty Organization). Para não se esquecer: pense na sigla ao contrário. Funciona nesse caso!

Conhecer a abreviação em idiomas diferentes é uma boa estratégia para se dar bem, também, em provas de inglês e espanhol, que muitas vezes cobram textos que exigem um certo conhecimento extra por parte dos candidatos.

História da Otan

Para entendermos melhor o conceito da Otan, precisamos navegar em sua história e compreender suas origens.

Antes de mais nada, é necessário destacar dois pontos fundamentais:

  • a Otan foi criada em um contexto pós-Segunda Guerra Mundial, ou seja, no período histórico conhecido como Guerra Fria;
  • seus membros foram países de origem ocidental e capitalista, se alinhando ao lado dos Estados Unidos no “conflito” mencionado acima.

Agora, reflita um pouquinho: um bloco criado em meio à Guerra Fria — período de grande tensão em que nações socialistas e capitalistas brigavam pela hegemonia global de um dos dois modelos econômicos — por países aliados ao capitalismo teria qual objetivo?

Obviamente, a principal função da Otan, em sua criação, dizia respeito a garantir que o Socialismo não avançasse em uma escala mundial naquele momento.

Em resposta a esse grupo, os socialistas criaram o Pacto de Varsóvia, uma versão oriental voltada, também, a oferecer apoio militar às nações que faziam parte desse grupo.

A Otan existe até os dias atuais e foi participante importante em dois eventos históricos fundamentais:

  • o pós-Queda do Muro de Berlim, quando auxiliou na dissolução e intervenção em países que sofriam a influência socialista no momento, como a Iugoslávia;
  • como auxílio aos Estados Unidos após o 11 de setembro de 2001, atuando no Afeganistão.

Funções

A partir da análise histórica do surgimento dessa organização, já é possível entender quais são suas funções até os dias atuais, não é mesmo?

Essa é um órgão militar e político, que visa garantir a estabilidade do mundo a partir de estratégias diplomáticas e bélicas, quando os países membros julgarem necessário. Em resumo, seus objetivos são:

  • prevenir conflitos a partir do diálogo;
  • implementar ações militares quando se esgotarem as possibilidades de diplomacia e discussão entre as nações envolvidas.

Lembrando que, para uma ação militar ser aprovada, ela precisa passar pelo “ok” de todos os países-membros. Outra possível forma de ação é por meio de mandatos da ONU (Organização das Nações Unidas), órgão do qual o Brasil é membro, ou até mesmo caso um dos países parte da Otan precise de ajuda imediata.

otan

Países da Otan

São 30 países-membros da Otan:

  • Albânia;
  • Alemanha;
  • Bélgica;
  • Bulgária;
  • Canadá;
  • Croácia;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Espanha;
  • Estados Unidos;
  • Estônia;
  • França;
  • Grécia;
  • Holanda;
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Noruega;
  • Países Baixos;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • Reino Unido;
  • República Tcheca;
  • Romênia;
  • Turquia.

Nem todas as nações banhadas pelo Oceano Atlântico no Norte são parte da Otan. Alguns exemplos são a Suécia e a Irlanda. Fique de olho para não cair em pegadinhas na hora da prova!

Existem ainda os países que são aliados preferenciais, como é o caso do Brasil. Ele não tem a obrigação de defesa mútua. Porém, pode ser beneficiado em pesquisas militares e alianças financeiras.

Estrutura da Otan

Assim como a ONU — organização que tem como principal objetivo garantir o equilíbrio do mundo globalizado levando em consideração os Direitos Humanos —, a Otan trabalha com subdivisões em agências e comitês para tornar seu trabalho mais eficiente.

Alguns deles são:

  • comitê de planos de defesa;
  • comitê militar;
  • grupo de planos nucleares;
  • secretariado-geral.

Otan: exercício

(URCA 2016) A Guerra Fria foi uma disputa político-militar que marcou a antiga ordem mundial, polarizada por Estados Unidos e União Soviética. Sobre este momento da História Mundial, podemos corretamente afirmar:

a)      nenhum tiro foi diretamente disparado entre os dois lados do “conflito”, o que justifica o nome Guerra Fria. Esse conflito foi marcado pelas disputas indiretas entre as duas potências rivais em busca de maior poderio político e, principalmente, militar sobre as diferentes partes do mundo;

b)     a Alemanha foi a grande derrotada da Segunda Guerra Mundial e teve o seu território dominado e controlado pelos países que formavam a base aliada durante o conflito: EUA, URSS, China e Inglaterra. Esses países, na Conferência de Potsdam, em 1989, decidiram pela reunificação do espaço alemão, o que pôs fim ao “conflito” entre as duas potências mundiais;

c)      em função dessa fragilidade da Europa Oriental, a União Soviética criou o chamado Plano Marshall, em que grandes empréstimos foram concedidos aos países daquela região para se reconstruírem;

d)     diante do provável conflito direto militar, o lado capitalista fundou o Pacto de Varsóvia, que ainda existe e é uma das instituições mais poderosas da atualidade. Já do lado socialista, foi fundada a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN);

e)     no plano espacial, foram os Estados Unidos que deram a largada, quando, em 1957, lançaram o primeiro satélite espacial construído pelo homem, o Sputnik. Para completar as façanhas, os norte-americanos também foram os primeiros a fotografar a superfície da Lua (em 1959) e os primeiros a enviarem um ser humano ao espaço, em 1961.

Resposta: A

Já deu para perceber que o assunto da Otan está relacionado a uma série de temas importantíssimos, não é? Fazer essas relações é fundamental para mandar bem nas provas e nós podemos te ajudar! Dê uma olhada no Plano de Estudos de nosso portal e confira todas as vantagens!

Campanha Always On Cronograma