Conhecer o passado da nossa civilização é um dos caminhos que percorremos ao estudar a história mundial. Dentro desse contexto, Roma Antiga é um dos temas mais relevantes da Idade Antiga, pois representa uma época que foi muito importante para o desenvolvimento do mundo ocidental.

Aliás, as influências dos romanos podem ser percebidas até hoje, ainda que milhares de anos tenham se passado.

Você sabe o que aconteceu nesse período e quais são os principais tópicos sobre esse assunto? Aproveite para descobrir agora, ainda mais se está estudando para o Enem e outros vestibulares!

A Roma Antiga

Como a cidade de Roma continua existindo, usamos esse termo “Roma antiga” para não fazer confusão e voltamos ao ano VIII a.C. para falar de um dos maiores impérios que esse mundo já teve.

A localização era semelhante à capital italiana de hoje, na Península Itálica, com a diferença que as conquistas levaram a uma grande expansão pelos territórios vizinhos. Eram milhões de quilômetros ocupados por um povo que representava aproximadamente 20% de toda a população mundial na época.

Foram tantos acontecimentos que não dá para negar a relevância dessa fase para a história da nossa sociedade. Os romanos eram um povo desenvolvido, que se interessava por questões políticas e culturais.

Roma Antiga: resumo

Tudo começou com a lenda que está descrita no livro Eneida, de Virgílio. O príncipe de Tróia (Eneias) foge da sua cidade destruída pelos gregos e acaba indo em direção à Península Itálica.

Por lá, nascem seus descendentes Rômulo e Remo, que são os meninos prometidos ao reino local. Na tentativa de evitar que isso acontecesse, o audacioso Amúlio jogou as crianças no rio Tibre e elas foram salvas por uma loba. Depois de serem até amamentados pelo animal, os pequenos foram encontrados e criados por camponeses. Mais tarde, fundaram a cidade de Roma em 753 a.C.

O império romano resistiu por cerca de 12 séculos e durante esse tempo existiram três formas de governo. Veja alguns detalhes sobre cada fase a seguir para entender um pouco mais de toda a história.

Monarquia (753 a.C. a 509 a.C.)

O primeiro rei foi Rômulo, que matou o seu irmão e tomou o poder sozinho. Porém, não há tantos registros históricos dessa época tão antiga. O que se sabe é que o último rei (Tarquínio, o Soberbo) também foi assassinado acabando com a ideia de que o monarca reunia os poderes legislativo, judicial e o religioso.

Vale lembrar que o legislativo existia à parte, sendo formado pelos senadores ou conselho de anciãos. Eles podiam aprovar ou vetar as propostas dos reis. Outra característica da monarquia foi a alternância entre paz e guerra, principalmente com o intuito de expandir o território romano — que tinha um exército poderoso, inteligente e cheio de técnicas.

roma antiga

República (509 a.C. a 27 a.C.)

Como Tarquínio (que não foi apelidado de soberbo por acaso) confiscou os bens de várias famílias romanas poderosas, a monarquia foi criticada e começou a ruir.

Logo, a república foi fundada em 509 a.C. com o estabelecimento de uma constituição, mantendo o Senado como grande órgão político e colocando os patrícios nas magistraturas do poder executivo.

Havia uma clara divisão entre patrícios e plebeus, já que cada um queria defender seus interesses e direitos. Basicamente, era uma luta de classes no modelo ricos contra pobres. Inclusive, os plebeus organizaram várias revoltas na tentativa de conquistar alguns benefícios.

As guerras militares continuaram, com destaque para as Guerras Púnicas contra Cartago. Roma saiu vitoriosa com grandes conquistas territoriais, o que contribuiu para ganhar o status de potência mundial.

Império (27 a.C. a 476 d.C.)

Tantos domínios acabaram resultando no fim da democracia e na formação de um verdadeiro império. O poder político ficava concentrado no imperador, mas o Senado não deixou de existir na aprovação das leis.

Essa fase foi o auge de extensão e população de Roma Antiga. Com um exército forte, o império romano chegou até ao Mediterrâneo. A questão é que tanto crescimento gerou problemas, sobretudo, sociais.

A combinação de desemprego e revoltas foi o início da política do Pão e Circo, que ainda é conhecida nos dias de hoje. O imperador oferecia comida e diversão para tentar distrair os cidadãos dos problemas políticos. As lutas dos gladiadores eram o entretenimento da época, sendo o Coliseu de Roma um dos seus maiores palcos.

A lista de imperadores foi extensa: Augusto, Tibério, Calígula, Cláudio, Nero, Vespasiano, Otávio, Tito, Domiciano, Adriano, Marco Aurélio, Cômodo, Maximiano, Constantino, Trajano e vários outros.

A crise do império romano começou por volta do século III d.C., porque a economia ficou enfraquecida. As conquistas de terras garantiam os escravos necessários para manter o sistema, mas eles começaram a ser insuficientes com a alta demanda.

Por outro lado, havia o impasse econômico de aumentar impostos ou reduzir o exército para ter mais trabalhadores, o que ia aumentar a vulnerabilidade.

Enfim, o império romano foi dividido no ano de 395 entre ocidente (Roma) e oriente (Constantinopla). As invasões germânicas acabaram com tudo e destituíram o último imperador, Rômulo Augusto.

Cultura e religião

Duas das maiores influências dos povos da Antiguidade Clássica (que inclui gregos e romanos) estão na cultura e na religião. As pinturas, obras de artes e construções arquitetônicas são grandes exemplos de suas contribuições históricas, que servem de referência até hoje.

A língua falada era o latim, que é a raiz de muitos dos idiomas ocidentais como o espanhol, português, francês e italiano. Os romanos criaram ainda os números romanos, que são muito usados para representar datas.

Outro fato curioso é que mesmo com toda a força da mitologia romana e grega, esse foi o berço do cristianismo, e Roma (junto com o Vaticano) representa a sede da religião cristã.

Mapa da Roma Antiga

Para finalizar, convidamos você a buscar pelo mapa de Roma Antiga para que consiga visualizar a magnitude desse império, que chegou a abranger partes da Europa, Ásia e África. Em comparação, observe também como é a atual dimensão da Itália, país onde está localizada a cidade de Roma.

O que achou de descobrir todos esses detalhes sobre a Roma Antiga? Tomara que tenha entendido melhor como tudo isso aconteceu, embora tenha sido há tanto tempo. Se você tem interesse nesses assuntos, confira também o artigo sobre a Grécia Antiga.

Aproveite o nosso Cronograma de Estudos para continuar adquirindo conhecimento e se preparando da melhor forma para os vestibulares!

Você pode gostar também