Muitas pessoas hoje em dia buscam o inglês como uma forma de estar à frente no mercado. Entretanto, mais do que simplesmente assistir aulas, é preciso treinar inglês em casa para conseguir uma melhor compreensão do idioma e uma evolução no aprendizado.

Nem sempre é possível alugar uma cabine de estudo individual para realizar seu aprendizado, então é interessante pensar em formas de utilizar sua própria casa como ambiente de estudo.

Isso porque não basta saber as regras gramaticais de um idioma para conseguir fluência nele. É preciso praticar a conversação, o que muitas vezes intimida estudantes uma vez que é necessário se expor para iniciar um diálogo em inglês.

O aprendizado de qualquer idioma é a união entre as habilidades passivas e ativas. As primeiras incluem a audição e leitura, que são elementos que absorvemos no estudo de um idioma.

Já as segundas incluem a escrita e a conversação, que lidam com a nossa própria produção dentro de um idioma em particular. Nesta etapa é onde a maior parte das dificuldades de alunos é apresentada.

Muitas vezes, um aluno pode ter até mesmo um congelamento, onde ele já sabe exatamente o que tem que falar, mas trava e não consegue exprimir os pensamentos.

A prática normalmente é dificultada se você não tiver uma pessoa com fala fluente para treinar, principalmente em casa.

Se você quiser comprar um kimono adidas judô em um site de língua inglesa, compreender o conteúdo apresentado é ideal para não sofrer nenhum tipo de perda.

Estar em um curso é muito bom para praticar alguns elementos, mas ainda pode ser bastante complicado se você não puder praticar em casa para melhorar a fluência.

Pensando nisso, é ideal buscar ferramentas que possam servir como apoio para o estudo do inglês em casa, utilizando todas as ferramentas disponíveis.

Mas porque aprender um novo Idioma?

Hoje em dia, é muito difícil pensar em mercado de trabalho sem o aprendizado de um novo idioma. A globalização tornou o aprendizado, principalmente do inglês, imprescindível para qualquer função no mercado de trabalho.

Aprender um terceiro idioma pode também ser muito bom para seu currículo, mas hoje em dia não é possível tornar-se competitivo sem um bom trabalho de construção de conhecimento da língua inglesa.

Muitos itens, como iphone tela quebrada conserto podem depender do idioma para acesso as especificações técnicas, que são necessárias para a execução do serviço.

Muitas empresas tem sedes no mundo todo, e o diálogo se faz necessário através de um idioma que possa ser compreendido por todos.

Nesse ponto, o inglês surge como um facilitador, sendo aprendido por pessoas ao redor do mundo e tornando-se uma linguagem comum que facilita o processo de comunicação de uma multinacional.

Além disso, hoje em dia existem diversas facilidades para viajar para outros países, e é importante saber se comunicar em uma língua mais acessível, sem depender de guias de turismo para conhecer o local.

Você pode procurar em lojas especializadas por um brinquedo estimulação sensorial sabendo se comunicar no idioma do país em que está, sem precisar fazer malabarismos para se fazer entender.

Muitas pessoas hoje em dia buscam uma vida em outros países, ou indo por conta do trabalho ou buscando melhorar a qualidade de vida própria e de seus familiares.

Nesses casos, é importante ser fluente no idioma local, para evitar desconfortos de adaptação que podem surgir enquanto você estiver se estabelecendo em um local.

Existem pessoas mal intencionadas em todos os lugares do mundo, e não saber se comunicar corretamente pode te colocar em uma situação desagradável. Por isso, aprender um segundo idioma, e principalmente o inglês, é imprescindível nos dias de hoje.

Dicas para estudar em Casa

Apesar de um curso de inglês ser um grande facilitador para o aprendizado do idioma, é importante lembrar que nem sempre ele será o suficiente.

Apesar de hoje em dia até mesmo uma escola particular 1 ano já possa apresentar o ensino bilíngue, existe uma limitação para o quanto uma instituição pode fazer.

Seja pelo tempo limitado ou pela facilidade de distração, é importante contar com recursos que auxiliem o estudo e possam tornar o aluno mais fluente.

1.    Comprometimento

Dedique um período de seu dia para o estudo do idioma em casa. É possível usar diversas ferramentas, até mesmo aulas de apoio online. O importante aqui é manter uma rotina de estudos com frequência pré-estabelecida

É importante lembrar que o interessado no seu próprio crescimento pessoal é você. Por isso, dedicar parte de seu dia ao estudo exigirá foco e concentração, e deve ser levado tão a sério quanto o estudo tradicional em uma escola de idiomas.

Você pode até mesmo tentar unir atividades, procurando uma aula de jazz dance iniciante que seja ministrada em inglês, por exemplo.

2.    Anotações

Crie a rotina de anotar palavras e expressões que chamaram sua atenção no dia a dia. Escolha um caderno para anotar palavras novas, dessa forma você já estará praticando sua escrita.

 Além disso, é possível anotar no caderno o significado, tradução e até mesmo criar sentenças usando a frase para praticar. Assim, você começa a ampliar seu vocabulário e prática a construção de sentenças no idioma, para melhor assimilação.

estudo intercalado

3.    Pesquisa

Hoje em dia, temos uma ferramenta única ao alcance de nossas mãos. A internet permite uma série de estudos e pesquisa em qualquer idioma do mundo, e tem muito conteúdo em inglês para você explorar.

Você pode fazer isso de sua casa, a qualquer horário, bastando ter acesso a internet e um smartphone, tablet ou computador. Essa facilidade permite acompanhar qualquer tipo de conteúdo em diversos formatos de mídia.

Você pode aproveitar sua paixão pela música e estudar sobre os principais estúdio musical profissional de um país de língua inglesa, por exemplo.

Para facilitar seu aprendizado, busque assuntos que sejam de seu interesse, pois isso acabará gerando uma maior atenção na hora de consumir esse tipo de material.

4.    Conteúdo Audiovisual

Um grande aliado no ensino de inglês é o conteúdo audiovisual. Hoje em dia, existem uma série de serviços de streaming com catálogos enormes de filmes e seriados em inglês, e você pode optar por não colocar legendas e tentar assimilar as informações ao ouvir os diálogos.

Se você ainda não consegue compreender o idioma tão facilmente, uma opção é ligar as legendas no idioma original, assim você conseguirá fazer uma associação entre o conteúdo que é lido e o que está sendo falado no filme.

Uma boa dica é assistir filmes e seriados de diversos lugares do mundo. Isso te permite uma maior compreensão de sotaques, permitindo que você compreenda a lingua de forma mais plena, sem receber vícios linguísticos de um lugar específico.

 

5.    Música

Outra excelente fonte de aprendizado de inglês são músicas. Através da internet, é possível acessar inúmeros artistas que utilizam o inglês para criar suas composições. É possível buscar seus gêneros musicais favoritos e utilizar as canções como ferramentas de aprendizado.

Procure encontrar as letras, ler traduções e compreender as mensagens que estão sendo passadas. Você pode passar um tempo em casa cantando junto com as músicas para conseguir absorver as letras e identificar o que está sendo passado com a canção.

Ouvir música pode ser considerado uma terapia, um momento de catarse que pode te ajudar a compreender o idioma de forma fácil e rápida.

 

6.    Redes Sociais

A grande vantagem das redes sociais é diminuir a distância entre as pessoas. Isso porque grupos do mundo todo com os mesmos interesses podem se reunir com um simples clique.

Procure grupos internacionais de interesses em comum com o seu, além de grupos específicos de apoio de aprendizado.

Seu equipamento é o único limitador do quanto você pode aprender pelas redes. Ter um microfone sennheiser e904, por exemplo, pode auxiliar em conversas por áudio.

Com isso, você pode passar horas se comunicando com nativos de países de língua inglesa e treinando o idioma simplesmente conversando sobre algo que você gosta.

7.    Livros

Se você já consegue compreender um pouco do idioma, é interessante buscar livros em inglês para desenvolver melhor suas habilidades de leitura.

Existem livros para todos os níveis de compreensão de inglês, e eles podem ser excelentes ferramentas para aumentar seu vocabulário.

Se preferir começar com textos menores e mais simplificados, procure revistas internacionais, e depois passe para livros que sejam de seu interesse.

Existem autores de todos os tipos utilizando a língua inglesa, de ficção a não ficção. Por isso, é importante identificar o quanto você consegue extrair desse tipo de conteúdo.

8.    Pense em Inglês

Muitas vezes uma barreira do idioma é a necessidade de traduzir o que você quer dizer antes de efetivamente dizer. Procure passar o tempo que está em casa estudando pensando na língua inglesa.

Isso ajuda a clarificar os pensamentos do idioma, fazendo você compreender e falar mais facilmente na segunda língua. Além disso, é muito mais fácil se comunicar quando você não sente a necessidade imediata de tradução.

É importante pensar que você cometerá uma série de erros nesse processo, e terá que recomeçar diversas vezes.

Esse tipo de falha é comum do aprendizado, e não deve te desanimar. Errar é apenas um passo mais perto de acertar, e com certeza com prática e esforço você logo estará utilizando a língua inglesa de forma muito mais fluente.

Você pode gostar também