O estudo de funções é uma das obrigações de qualquer estudante que planeja se sair bem no vestibular. Para ajudar você a compreender muito bem esse conceito, veremos tudo sobre os tipos de função: injetora, sobrejetora e bijetora. Continue a leitura!

O que é uma função injetora, sobrejetora e bijetora?

Função injetora

Uma função é injetora ocorre quando cada um dos elementos do domínio corresponde a um único elemento distinto do segundo conjunto. Isso quer dizer que, nesse caso, não haverá sobreposição de dois elementos do primeiro conjunto determinando o mesmo elemento do segundo ou contradomínio.

Função sobrejetora

Falamos em função sobrejetora quando o contradomínio designado pela função tem pelo menos um correspondente para cada um dos elementos do primeiro conjunto. Nessa situação, o conjunto do contradomínio pode ter mais de um elemento do primeiro o determinando.

Função bijetora

Uma função bijetora é aquela que pode ser inversível. Da mesma forma como os elementos do primeiro conjunto determinam os valores do contradomínio, nesse caso é possível também inverter a direção da operação. Quando isso ocorre, invertemos as propriedades dos conjuntos, o domínio se tornará contradomínio e vice-versa.

Exercícios resolvidos

1. (Stoodi) Observando a função de A em B, podemos afirmar que certa função é injetora se e, somente se:

a) para cada elemento do conjunto A, tem que corresponder um único elemento do conjunto de B.

b) para cada elemento do conjunto A, pode haver correspondência de um ou mais elementos do conjunto de B.

c) para cada elemento do conjunto A, tem que corresponder um único elemento do conjunto de B, sendo que pode haver elemento sem correspondência no conjunto de partida, ou seja, conjunto A.

d) for bijetora e sobrejetora ao mesmo tempo.

2. (Stoodi) Sejam dois conjuntos A e B. Observando a função de A em B, podemos afirmar que certa função é bijetora se e, somente se:

a) todos os elementos do conjunto A estão associados com um único elemento do conjunto B.

b) cada elemento do conjunto A está associado com um ou mais elementos do conjunto B.

c) a função for injetora e sobrejetora ao mesmo tempo.

d) a função for injetora duas vezes.

Agora que você conhece essas propriedades das funções injetora, sobrejetora e bijetora, pode ser uma boa hora para se aprofundar mais sobre o assunto através das nossas videoaulas! Cadastre-se no Stoodi e tenha acesso gratuitamente em algumas aulas.

Respostas: 1. a; 2. c.

0 Shares:
Você pode gostar também
Inequação exponencial
Leia mais

Inequação exponencial

As inequações que envolvem funções exponenciais são chamadas de inequações exponenciais. Por exemplo: Para sua resolução, procura-se chegar a uma comparação de potências de mesma base para então comparar os expoentes. Utiliza-se a partir daí a informação de que: Deste fato, decorre que, se a>1: Se 0<a<1, temos: Em resumo,...

MMC – Mínimo Múltiplo Comum

Definição Dados dois ou mais números naturais diferentes de zero, chamamos de mínimo múltiplo comum, ou simplesmente MMC, o menor dentre seus múltiplos comuns. Exemplos 4 e 8 O MMC. entre 4 e 8 é o próprio 8 pois os múltiplos de 4 são {4,8,12, 16, 20, 24, 28, 32,...
Propriedades dos logaritmos
Leia mais

Propriedades dos logaritmos

Os logaritmos apresentam quatro propriedades que são muito úteis na resolução de problemas: Produto Quociente (divisão) Potenciação Mudança de base As propriedades são usadas, basicamente, para calcular novos logaritmos a partir de logaritmos já conhecidos e para resolver equações e inequações logarítmicas. Para ver exemplos de aplicação e exercícios resolvidos...