Como funciona a injeção eletrônica?

Vamos iniciar este artigo falando sobre a função da injeção eletrônica, que é controlar o tanto de combustível que chega ao motor e também diminuir a poluição que ele emite.

Tenha acesso GRATUITO a mais de 6 mil videoaulas, 30 mil exercícios, resumos teóricos e materiais complementares pra download!

E para realizar esse controle, a injeção eletrônica possui atuadores e sensores. Mas o que são essas duas ferramentas? O sensor é o que vai processar a informação de como está o carro (por exemplo a temperatura, rotação e tudo que estiver acontecendo com o carro) e mandar para a central do carro, já o atuador, como seu próprio nome diz, vai atuar no problema que a central mandar!

E a diminuição da poluição das cidades acontece justamente porque essa função controla a mistura do ar e do combustível dentro do motor. Realizando esse controle, o motor não vai ter poluição para jogar fora!

A injeção eletrônica envia ao motor o tanto certo de combustível de acordo com o tanto de ar que passou, pois ela mesmo sabe a proporção correta. Ela foi feita para substituir os carburadores!

Bomba elétrica


Esse modelo de bomba é ótimo em carros mais atuais. No tanque ela pode ser interna ou externa, mas cada uma funciona de um jeito diferente!

Bombas internas: As internas aspiram o combustível e jogam para as mangueiras que estão conectadas aos bicos injetores.

Bombas externas: Já as bombas externas são fixadas ao chassi e atuam fazendo a sucção do combustível do tubo coletor do tanque.


Sensores


São os sensores que agem na distribuição das informações enviadas a central de informações do veículo.

Unidade de controle eletrônico


A unidade de controle eletrônico trabalha coletando a atuação, os dados e o processamento.

Atuadores


São os atuadores que convertem a energia elétrica em científica, pelo movimento mecânico. Estes atuadores são bem úteis, e usados até em usinas de energia, tratamento de água e outras fábricas.


Central de informações


A central de informações se responsabiliza pelo funcionamento do motor, a partir das informações que os sensores enviam a ela!

Em relação ao desempenho, como funciona a injeção eletrônica?


É a injeção eletrônica que analisa todas as informações no motor e faz a comparação com as leituras que estão impressas em sua memória, depois que isso é feito, ela envia os dados para os atuadores. Como isso funciona:

Primeiro dê a partida em seu carro, feito isso os pistões vão subir e vão descer, depois um dos sensores (o sensor de rotação, para ser mais específico) vai informar essa atividade para a unidade de controle eletrônico.

Depois, o pistão vai aspirar o coletor e isso vai gerar um vácuo na atmosfera, que vai passar por uma borboleta de aceleração e depois por um medidor até que chegue aos cilindros do motor

Logo em seguida, a central de informações vai ter a informação da densidade de ar adquirida, que vai identificar a o que fazer com essa unidade, para que as válvulas de pressão possam ter o tanto certo de combustível para garantir um bom funcionamento do sistema de injeção eletrônica.

Conseguiu entender como funciona a injeção eletrônica? Então vamos falar agora sobre as vantagens do sistema de injeção eletrônica.

Diminuição da poluição do ar nas cidades


Essa com certeza é a melhor das vantagens! Fazendo um melhor aproveitamento do combustível de seu carro, ele não vai ter nada para ser jogado como poluição. Então, ao optar por carros com esse sistema de injeção eletrônica, você vai estar contribuindo com a preservação do meio ambiente! Isso é perfeito, concorda?

Partida


As partidas com esse sistema são visivelmente mais rápidas, pelo fato de que esse sistema não usa o afogador.

Maior proveito do motor


Como esse sistema não tem desperdício de combustível, consequentemente isso evita que as agulhas fiquem entupidas! Então a durabilidade do motor só aumenta!

Melhor desempenho


Seu desempenho é o melhor, comparado ao da injeção mecânica. Ela é mais ágil, seu consumo de combustível é menor e ela ainda faz que a mistura entre o ar e o combustível seja feito de uma maneira mais homogênea.

Economia


Com esse sistema, o dono do carro vai economizar com gastos de manutenção do motor.
Quais são as precauções a serem tomadas quando o assunto é injeção eletrônica?


Bom, as indicações da Pastore Car são as seguintes:

Não lave o motor com jatos de alta pressão


Com esse sistema, você deve evitar as lavagens do motor com jatos de pressão. Pois isso danifica os seus componentes!


Não faça a famosa “chupeta”

Isso causa uma certa sobrecarga na parte elétrica do carro, podendo causa danos.


Não pise no acelerador assim que ligar o carro


Pisar no acelerador assim que ligar o carro vai deixá-lo muito acelerado, assim correndo risco de danificar os sensores


Não dê tranco no carro

Se acontecer de acabar a bateria, não dê o famoso tranco no carro, isso também pode ser prejudicial a parte elétrica!

E aí? Gostaram de aprender sobre Como funciona a injeção eletrônica? Espero que sim!