Quem está se preparando para encarar as provas do Enem e os vestibulares está bem ciente de que essa é uma época de focar nos estudos e se atualizar ao máximo em assuntos de conhecimentos gerais, inclusive em Literatura brasileira. Dito isso, neste artigo mostraremos um resumo do livro Nove noites.

Além de conferir uma análise sobre a obra, que integra a lista de leituras obrigatórias da Fuvest 2021, você verá também informações sobre o foco narrativo utilizado, o contexto histórico em que o livro foi lançado, uma prévia sobre os principais pontos da biografia do autor, entre outras informações pertinentes.

Continue a leitura do conteúdo para saber mais sobre o assunto!

Análise da obra Nove noites

Bernardo Carvalho alcançou a fama como um dos mais importantes romancistas brasileiros graças a Nove noites. A trágica história do promissor antropólogo Buell Quain é relembrada, tornando-se o ponto de partida para toda a construção narrativa do livro.

O autor utiliza a liberdade artística para desenrolar o romance misturando diferentes elementos narrativos além da escrita, como fotos e personagens da década de 1930, o que foi considerado inovador no contexto cultural em que foi lançado, no início dos anos 2000.

Em Nove noites, Carvalho faz jus aos seus títulos como romancista, jornalista e contista, visto que narra uma história baseada em fatos reais, utilizando aspectos da ficção e fazendo um equilíbrio perfeito entre realidade e imaginação. Nove noites é um romance lúdico e realista com toques de outros gêneros literários, como investigação policial e ficção.

Nove noites: resumo

Nove noites conta a história do misterioso caso do suicídio de um antropólogo norte-americano em solo brasileiro, chamado Buell Quain. Quain teria se suicidado diante de índios de uma tribo localizada no Tocantins (Krahôs), em 1939.

O caso foi rapidamente esquecido, por não ter sido muito difundido ao público pela mídia. Mas o narrador decide investigar as razões de Quain, 62 anos após o ocorrido, ao se deparar com a história intrigante em um artigo de jornal.

índio nove noites

Contexto histórico

Como já abordamos, Nove noites é baseado em fatos reais: o misterioso caso do suposto suicídio de Buell Quain, um antropólogo norte-americano de 27 anos, em 1939. O fato se tornou um escândalo sem uma resolução certa e que entrou no esquecimento da mídia.

Um dos pontos mais intrigantes da história é o fato de Quain ter consumido o ato diante dos índios Krahôs, uma tribo localizada no Tocantins. Nessa obra, Carvalho tenta despertar a curiosidade do leitor, atraindo-o para uma busca incessante pela verdade por trás de um acontecimento incompreensível.

Uma das principais características que você deve saber sobre Nove noites é que ela é uma obras mais importantes exigidas pela Fuvest. Isto é, para prestar o vestibular da USP, uma das universidades mais concorridas do Brasil, é fundamental conhecer a obra-prima de Bernardo Carvalho.

Nove noites foi o sexto livro de Carvalho e fez com que o autor ganhasse grande destaque como romancista. Embora a obra seja categorizada como romance, contém toques de investigação policial e tom jornalístico.

Personagens da obra

Apesar de trazer personagens fictícios e outros baseados na vida real, há três principais personagens em Nove noites: Buell Quain (protagonista), o antropólogo suicida, Manoel Perna, o engenheiro local, e o jornalista, que não tem a identidade revelada.

A narrativa da obra é feita a partir dos pontos de vista de Manoel Perna e do jornalista. A visão de Perna é importante para a história porque ele teve proximidade com Buell Quain: uma relação amorosa casual que resultou em importantes confidências.

Já o jornalista é quem se dedica a uma investigação extraoficial a respeito do misterioso suicídio de Quain. Um fato curioso é que muitos leitores interpretam que o jornalista é o próprio Bernardo Carvalho, contudo essa informação não é oficial.

Além dos personagens citados, há uma personagem não fictícia que faz referência à mentora da Antropologia no Brasil: a própria Heloisa Alberto Torres (1895-1977).

Foco narrativo

Os acontecimentos principais da história se desenrolam por meio de uma narrativa única, que mistura elementos de ficção com a realidade. Carvalho insere, em meio às palavras, fotos e personagens imaginários e reais, utilizando o mesmo artifício em relação às localizações em espaços geográficos delimitados.

Além disso, o autor utiliza seu lado jornalista para registrar as histórias por meio de uma visão “semidocumental”, sem abrir mão do privilégio da visão parcial do escritor. Porém, deixa evidente, nos agradecimentos, que Nove noites é uma obra de caráter fictício.

Sobre Bernardo Carvalho

Nascido em 1960, no Rio de Janeiro, Bernardo Teixeira de Carvalho é jornalista, contista, romancista e tradutor que começou sua jornada na carreira literária no início dos 1980, na cidade de São Paulo.

Embora tenha estreado como contista, Bernardo Carvalho se destacou como romancista, tornando-se um dos autores mais importantes da Literatura brasileira contemporânea.

Sua jornada como leitor é um tanto incomum, visto que Carvalho admite que passou a se interessar mais pela leitura somente por volta dos 20 anos. Contudo, ele afirma que isso não afetou a trajetória futura.

As primeiras histórias de ficção de Carvalho foram publicadas em Aberração, em 1993. Dois anos depois, o autor publicou o primeiro romance, Onze, seguido de Os sonâmbulos e Os bêbados. Seu livro de maior alcance popular, Nove noites, foi lançado em 2002. Alguns anos mais tarde, surge O filho da mãe, em 2009, graças à experiência de Carvalho em uma viagem à Rússia.

Como você pôde conferir neste resumo sobre Nove noites, este é um dos livros exigidos pela Fuvest. Reunimos as informações mais importantes sobre o formato narrativo, principais personagens, contexto histórico e carreira do autor para facilitar o seu entendimento a respeito de um dos maiores romances da nossa Literatura.

Se este resumo do livro Nove noites foi útil para você, não deixe de conferir o cronograma de estudos do Stoodi! Nossa plataforma reúne os principais assuntos e matérias abordadas em vestibulares e nas provas do Enem de forma didática e de fácil interpretação!

1 Shares:
Você pode gostar também

Crase: dicas para escrever corretamente

A língua portuguesa já é complexa, com a mudança da norma ortográfica ficou ainda mais fácil se confundir. Para melhorar a comunicação escrita, a dica de hoje é sobre crase A crase é um fenômeno que ocorre quando juntamos a preposição “a” com o artigo “a”. Por exemplo: A aluna...