Descubra o que são pronomes pessoais!

Tem vontade de ingressar em uma grande faculdade? Então, ir bem na prova de Língua Portuguesa no seu vestibular é algo fundamental. No Enem, ela recebe o nome de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias, mas, na prática, o caminho é o mesmo: estudar muito para obter uma boa nota e, assim, conquistar a aprovação.

Um dos assuntos que devem ser estudados é o conteúdo de pronomes pessoais. Esse é um tema que aprendemos ainda criancinhas, mas que é revisado no ensino médio e pode, sim, aparecer nas suas próximas provas.

Quer manjar muito desse tema? Então, continue a leitura e descubra o que são os pronomes pessoais, quais são as suas características e confira, também, algumas dicas para estudar o assunto sem sair da sua casa. Vamos lá!

pronomes pessoais

O que são pronomes pessoais?

Como o nome já nos indica, os pronomes pessoais são aqueles que se referem às pessoas nas orações e discursos.

Lista de pronomes pessoais

Agora, que tal conferir a lista dos pronomes pessoais? Ela contém os seguintes termos:

  • eu;
  • tu;
  • ele/ela;
  • nós;
  • vós;
  • eles/elas.

A lista traz os termos na seguinte ordem: 1ª pessoa do singular, 2ª pessoa do singular, 3ª pessoa do singular, 1ª pessoa do plural, 2ª pessoa do plural e 3ª pessoa do plural.

Pronomes do caso reto

São pronomes que atuam como sujeitos ou predicados nas orações. Para lembrar, crie analogias. Um bom exemplo é “o pronome direto e reto”, pois ele vai direto ao ponto e não tem muitas explicações.

A ordem dos pronomes do caso reto é:

  • eu;
  • tu;
  • ele/ela;
  • nós;
  • vós;
  • eles/elas.

Exemplos de frase:

Eu fiz o bolo.

Quem fez o bolo foi ela.

Pronomes do caso oblíquo

No caso dos pronomes do caso oblíquo, temos palavras que atuam como complemento, auxiliando na formação da frase.

Tenha acesso GRATUITO a mais de 6 mil videoaulas, 30 mil exercícios, resumos teóricos e materiais complementares pra download!

Eles podem ser divididos em átonos, quando não precisam de preposição, e tônicos, quando elas são necessárias.

Os pronomes do caso oblíquo do tipo átonos são:

  • me;
  • te;
  • se, o, a, lhe;
  • nos;
  • vos;
  • se, os, as, lhes.

Já os pronomes do caso oblíquo tônicos, são:

  • mim, comigo;
  • ti, contigo;
  • si, consigo, ele, ela;
  • nós, conosco;
  • vós, convosco;
  • si, consigo, eles, elas.

Viu só como na Língua Portuguesa tudo se encaixa perfeitamente? Por isso, é muito importante que você trabalhe bastante outros conceitos, para que eles se complementem e o seu aprendizado seja muito mais consistente.

Pronomes de tratamento

Além desses, temos também os pronomes de tratamento, que são direcionados às pessoas com as quais estamos falando.

Cada um deles tem um grau diferente de formalidade. Outros podem ser direcionados apenas às pessoas com um certo título (como reis, juízes ou pessoas em posição de autoridade). É importante saber quando utilizá-los!

A lista desses pronomes é:

  • você — para pessoas que temos intimidade;
  • senhor(a) — para aqueles que queremos tratar com mais respeito;
  • vossa majestade — para reis e rainhas;
  • vossa alteza — para príncipes, princesas e outros membros da nobreza;
  • vossa excelência — para pessoas em posição de autoridade, como presidentes e ministros;
  • vossa senhoria — para pessoas em posição de destaque, como alguns militares.

A lista continua, mas você não precisa saber todos os pronomes pessoais de tratamento. Conhecer os que estão listados acima é mais que suficiente para as suas provas!

Como esse assunto é cobrado nos vestibulares?

A seguir, confira um exemplo de questão sobre pronomes pessoais que já apareceu em um vestibular!

(Fuvest) Assinale a alternativa na qual o pronome pessoal está empregado corretamente:

a) Este é um problema para mim resolver;

b) Entre eu e tu não há mais nada;

c) A questão deve ser resolvida por eu e você;

d) Para mim, viajar de avião é um suplício;

e) Quando voltei a si, não sabia onde me encontrava.

Resposta: D

Viu só? Esse tema pode ser cobrado tanto diretamente, em uma questão como a vista acima, ou de maneira mais sutil (em exercícios que cobram o conceito, mas sem perguntar sobre ele logo de cara).

Além disso, saber os pronomes pessoais e aprender a empregá-los adequadamente é algo muito importante para a escrita de uma boa redação. Não se esqueça que uma das competências do Enem observa justamente a sua capacidade de escrever sem erros e seguindo a concordância formal do idioma. Fique de olho!

Para aprender? Estude bastante, escreva muitas redações para treinar e, claro, leia muito. A leitura enriquece o nosso vocabulário e nos ajuda a aprender muito sobre a estrutura da Língua Portuguesa.

Como ter ajuda em casa para aprender as matérias de português?

Para finalizarmos a nossa conversa, trouxemos uma dica. Você sabia que não é necessário sair de casa para aprender tudo sobre Português e outras matérias? É isso mesmo! Os cursinhos online são tão eficientes quanto os presenciais e trazem conforto e autonomia para o seu dia a dia.

No Stoodi, você conta com o apoio dos melhores professores, com mais de 5 mil aulas de todas as matérias que caem no vestibular e com um banco de questões que já ultrapassa a marca de 30 mil exercícios. Ah! E todos eles têm resolução em vídeo para ajudá-lo, ok?

Outra vantagem imperdível está no Plano de Estudos. Ele é personalizado para as suas necessidades, considerando não apenas o curso que você deseja, mas também o número de horas disponíveis para estudar todos os dias.

Além disso, você conta com o apoio frequente da nossa equipe, que está sempre a postos para ajudá-lo como quiser. Uma boa demonstração disso é o curso gratuito pré-vestibular, já que você tem acesso às videoaulas e exercícios gratuitamente durante a pandemia. O nosso objetivo é levar educação até a sua casa!

Gostou de aprender mais sobre os pronomes pessoais? Agora, faça o seu cadastro no Stoodi e aproveite todas as vantagens que o nosso cursinho tem a oferecer. Assim, você fica muito mais próximo de conquistar a vaga dos seus sonhos no vestibular!

Você pode gostar também

Crase: dicas para escrever corretamente

A língua portuguesa já é complexa, com a mudança da norma ortográfica ficou ainda mais fácil se confundir. Para melhorar a comunicação escrita, a dica de hoje é sobre crase A crase é um fenômeno que ocorre quando juntamos a preposição “a” com o artigo “a”. Por exemplo: A aluna...