Um importante conceito dentro da Atomística é o da alotropia, que se refere à capacidade de determinadas substâncias derivarem outros compostos ou novos elementos.

Aqui apresentaremos o significado mais exato desse conceito, descreveremos algumas de suas formas e exemplos. Isso ajudará a fixar o conceito e, dessa forma, você se sairá bem nas questões sobre o assunto nas provas de Química no vestibular e no Enem! Acompanhe!

O que é alotropia?

Os elementos químicos tem propriedades tão únicas que uma simples variação em sua fórmula gera novas propriedades do tal elemento. A esse fenômeno, damos o nome de alotropia.

Para compreender melhor seu significado, é importante retomar o conceito de substância simples. Ele se refere a uma substância que é composta apenas por um elemento; quando ela é alterada em seu número atômico, podemos falar em alotropia.

Formas alotrópicas

Alotropia do carbono

O carbono é um dos elementos mais conhecidos por suas formas alotrópicas, pois isso altera nitidamente o estado do material obtido com essa mudança. Como exemplos, temos: grafite, grafeno e até mesmo diamantes.

Alotropia do enxofre

Outro elemento que conta com inúmeras formas alotrópicas é o enxofre. Ele tem pelo menos seis formas conhecidas observáveis na natureza. Interessante notar também que duas de suas apresentações não variam o número de átomos, mas ainda são consideradas alotrópicas: ambas têm a formulação simples S8.

A única diferença entre elas é a forma de organização dos átomos que a compõem. São chamados de enxofre rômbico e enxofre monoclínico. O primeiro é o mais estável. O monoclínico é menos estável e mais raro de ser encontrado.

Como percebemos até aqui, a alotropia é um fenômeno interessante das substâncias simples, compostas por apenas um elemento químico. Elas compõem diferentes apresentações, variando o formato dos átomos e mudando completamente suas propriedades.

Quer aprender mais sobre Química? Então confira nossas videoaulas sobre a matéria e aprofunde seus estudos em muitos temas importantes!

Você pode gostar também