A corrosão é um fenômeno químico que implica a deterioração de materiais por meio de processos eletroquímicos, como a oxidação ou eletrolíticos. Neste minipost, abordaremos algumas características desse fenômeno e seu funcionamento, além de descrever os tipos possíveis. Continue a leitura!

O que é corrosão?

Seu formato mais conhecido, que acaba sendo um sinônimo do conceito, é o da corrosão metálica. A passagem do ferro para ferrugem é um exemplo clássico disso, mas esse é um fenômeno que também pode ocorrer em outros tipos de materiais.

Como funciona a corrosão?

Esse processo funciona a partir de uma transformação das moléculas químicas que compõem determinado material a partir de sua eletricidade, por exemplo. Além da oxidação, que implica perda de elétrons, pode acontecer um processo corrosivo como o da redução, que é quando há aumento no número de elétrons.

Tipos de corrosão

Corrosão eletroquímica

É o tipo mais comum, que acontece com os metais. Geralmente ocorre na presença de partículas de água — o conhecido H2O. Mas também pode ocorrer na presença do oxigênio. É por isso que cidades praianas são conhecidas por oxidarem mais fácil os equipamentos eletrônicos por conta da “maresia”.

Corrosão química

Nesse caso, não se trata apenas de metais, mas pode ocorrer com eles. Também não é necessário que haja água na composição do composto que fará a corrosão. Trata-se da situação em que um elemento químico é despejado sobre um material ou superfície, desgastando ou mesmo destruindo totalmente o objeto em questão.

Corrosão eletrolítica

Como o próprio nome indica, acontece por conta de uma interferência elétrica sobre uma instalação eletrônica. Diferente das últimas, não acontece naturalmente, mas apenas com a interferência de um agente externo. É muito comum de se observar em instalações eletrônicas antigas.

Deu para ver até aqui que o processo de corrosão não é apenas um experimento químico distante, mas faz parte de nossa realidade, algo que é facilmente observável em metais corroídos ou oxidados.

Conheça mais sobre essa matéria de Química lendo nosso artigo do blog sobre os óxidos e assistindo às videoaulas da matéria!

0 Shares:
Você pode gostar também