Redação Enem: 15 dúvidas mais comuns sobre a redação

15 dúvidas sobre a redação do Enem

Na hora de se preparar para a redação do Enem, surgem muitas dúvidas referente a estrutura do texto, títulos, citações, e muitas outras. Pensando nisso, fizemos esse post reunindo as 15 dúvidas mais frequentes sobre a redação, para que você possa se preparar ao máximo e arrasar na prova! Vamos lá?

1. Em quanto tempo devo escrever minha redação?

É muito importante que o aluno organize muito bem o tempo para produzir a redação para que não faça o texto correndo, deixando a desejar. Mas, onde também não passe de 1 hora e meia produzindo a redação, uma vez que isso pode atrapalhar no tempo de resolução das questões.

Portanto, o ideal é que o aluno leia a proposta da redação, escreva o texto e passe a limpo no tempo de uma hora, mas sempre com muita calma e atenção.

2. A redação do Enem precisa de título?

Diferente da maioria dos vestibulares, no Enem o título não é obrigatório. Porém, ele pode ser visto como um diferencial quando bem empregado e de acordo com o conteúdo, além de chamar mais a atenção do corretor e deixá-lo com mais curiosidade em ler o seu texto.

3. Pode tirar os dados estatístico dos textos base?

A resposta para essa pergunta é muito delicada, então atenção, candidato: os dados podem ser retirados da coletânea de textos bases, porém, o aluno não pode copiar um trecho específico do texto – esse tipo de coisa é vista como paráfrase e será desconsiderada na correção.

Ou seja, o aluno pode construir suas ideias com base nos dados estatísticos, mas deve inserir no texto com seus próprios argumentos.

4. Pode citar letra de música na redação do Enem?

Pode! Esse tipo de informação faz parte do repertório cultural do candidato, seja a música popular ou erudita. O importante é que a música escolhida pelo aluno tenha relação com o assunto do texto e tenha relevância.

Importante ressaltar que, não é avaliado o tipo de citação, mas sim a forma como candidato articula essa informação.

5. Quantos parágrafos a redação deve ter?

É recomendado que o aluno escreva entre quatro ou cinco parágrafos, divididos em introdução, dois ou três parágrafos de desenvolvimento e, para fechar, um de conclusão com uma proposta de intervenção bem articulada.

menino escrevendo redação enem

6. Redação Enem: precisa citar algum filósofo?

Não existem regras onde seja obrigatório citar filósofos na redação do Enem, mas as citações podem enriquecer o texto quando bem usadas e que estejam de acordo com os argumentos anteriores.

7. Como citar algum órgão na redação?

É necessário que o aluno indique o nome inteiro pelo menos no momento de apresentação do órgão, por exemplo: Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (…)

Posteriormente, quando o candidato for retomar alguma ideia ou apresentar novos dados da mesma referência, ele pode utilizar somente as siglas, por exemplo: De acordo com o IBGE (…)

8. Durante a redação é necessário ter exemplos?

Sim. Os exemplos são necessários para comprovar a existência do problema. Eles sustentam argumentos, assim como os dados estatísticos, pesquisas, fatos comprováveis, citações, depoimentos e alusões históricas.

9. O corretor precisa concordar com meu posicionamento?

O corretor não precisa concordar com seu posicionamento, mas sim a sua capacidade de defender essa posição.

Essa dúvida é comum, já que o texto possui caráter argumentativo. O importante, nesse caso, é apresentar uma argumentação clara e consistente que sustente a posição tomada. Uma dica para isso é utilizar exemplos concretos, casos divulgados pela mídia e dados estatísticos.

10. Posso propor a conscientização como forma de proposta de intervenção?

A conscientização pode ser parte da proposta de intervenção, mas o aluno não pode parar por aí. Além disso, é necessário que o aluno explique como essa conscientização vai acontecer.

11. Qual o nível de detalhe da proposta de intervenção?

Não basta falar somente o que deve ser feito. O aluno deve dizer quem vai fazer, o que vai fazer e como vai fazer. Desta forma, o nível de detalhe é agente, ação e meio.

12. Quantos agentes preciso citar na proposta de intervenção?

O emprego dos agentes em uma proposta de intervenção não pode ser algo generalizado e superficial. É preciso que o aluno desenvolva como, onde e porque o agente vai tomar a ação necessária.

É importante citar pelo menos três agentes na redação do Enem, por exemplo, o estado, população e escola.

13. Pode trazer a proposta de intervenção no desenvolvimento da redação?

Pode, mas para isso, existem duas formas: O aluno pode apresentar o tema no primeiro parágrafo e justificar a existência do problema, ao mesmo tempo em que apresenta a proposta de intervenção ainda no desenvolvimento.

Ou o aluno pode provar que o problema é realmente presente no país, apresentar seus desdobramentos e só resolver na conclusão.

14. É preciso passar a redação a limpo ?

É importante que o aluno passe a redação a limpo, pois assim, pode encontrar algum erro. Uma dica importante é que o aluno escreva a redação, resolva parte da prova e passe a limpo em outro momento. Com a cabeça “descansada do texto”, o candidato pode avaliar melhor sua redação.

Tenha acesso GRATUITO a mais de 6 mil videoaulas, 30 mil exercícios, resumos teóricos e materiais complementares pra download!

15. O que anula uma redação no Enem?

Existem alguns critérios para anular a redação do Enem. De acordo com o Inep, serão anulados os textos que:

  • Não atendam à proposta solicitada ou que possuam outra estrutura textual que não seja dissertativo-argumentativo;
  • Não apresentem texto escrito na Folha de Redação;
  • Apresentem somente sete linhas;
  • Possuam trechos do texto-base copiados;
  • Apresentem parte do texto deliberadamente desconectada com o tema proposto.

Gostou das nossas dicas? Que tal experimentar nosso plano de estudos? Lá você pode personalizar seus estudos, além de treinar muito redação para arrasar na prova!