Entenda o que é uma resenha e por que não é um resumo!

Uma das principais etapas de avaliação em exames vestibulares é a redação. Seja para ir bem no Enem ou nas provas elaboradas pelas próprias universidades, fazer um bom texto é fundamental.

Tenha acesso GRATUITO a mais de 6 mil videoaulas, 30 mil exercícios, resumos teóricos e materiais complementares pra download!

São vários os critérios de avaliação nessa etapa dos exames. Um dos principais é a capacidade de reconhecer e estruturar diferentes tipos de textos. Entre os mais comuns, está a resenha.

Muitos estudantes têm dificuldade em diferenciar um resumo de uma resenha. Por isso, neste texto, vamos explicar essas diferenças, as principais características desse gênero textual, além de dar dicas de como ir bem na redação. Acompanhe!

O que é uma resenha?

Antes de mais nada, é necessário compreender o que é resenha. Para isso, é preciso considerar a forma como esse texto se relaciona ao leitor.

Nesse sentido, o objetivo da resenha é descrever e expressar uma opinião a respeito de um determinado conteúdo. Ela é um gênero textual em que o escritor expõe as características de um filme ou texto e aponta o que achou da obra.

Geralmente, as resenhas são lidas por pessoas que querem saber algo a respeito do conteúdo tratado. Dessa forma, elas influenciam a escolha do leitor ou espectador, que ainda não decidiu se vai ler determinado livro ou assistir a certo filme.

Qual a diferença entre resenha e resumo?

Muitas pessoas confundem os gêneros de resenha e resumo. Embora os dois tenham certa semelhança, eles apresentam funções diferentes. Isso significa que o objetivo do resumo não é o mesmo da resenha.

Nesse sentido, o resumo descreve os acontecimentos de determinada obra, sem apresentar grandes detalhes. Já a resenha, embora também aborde o assunto tratado pela obra analisada, não foca na descrição dos acontecimentos.

É possível afirmar que o resumo é uma breve apresentação do conteúdo, de forma fiel a ele. Ao resumir um texto, por exemplo, quem escreve não acrescenta nada de novo, nem opina a respeito do assunto.

A resenha, por outro lado, não tem o objetivo de descrever o conteúdo de forma resumida, mas pretende apresentar a proposta da obra, expondo uma opinião com a intenção de influenciar a escolha do leitor.

Para elucidar melhor as diferenças entre esses dois gêneros textuais, confira a seguir as principais características de cada um deles.

Resumo

  • apresenta o texto de forma fiel, reduzindo ao máximo o que está na obra;
  • não é opinativo;
  • deve ser breve;
  • não acrescenta conteúdo ao texto.

Resenha

  • descreve o conteúdo com palavras próprias, oferecendo um panorama da obra;
  • pode apresentar a opinião do autor;
  • deve ser breve.
resenha

Quais os tipos de resenha?

Além de ser um gênero diferente do resumo, a resenha também pode ser estruturada de duas formas. Acompanhe quais os modelos de resenha.

Resenha descritiva

Nessa categoria de texto, quem escreve a resenha conta para o leitor um pouco a respeito do autor da obra e também do conteúdo abordado nela. É importante lembrar que o assunto deve ser apresentado de forma breve, sem detalhes.

Nesse sentido, a resenha descritiva tem o objetivo de informar o leitor. É uma maneira de apresentar determinado tema, sem detalhar as personagens e acontecimentos.

Resenha crítica

Outra forma é a resenha crítica, muitas vezes chamada de opinativa. Como o nome sugere, nesse modelo, além de apresentar o conteúdo de maneira breve, o resenhista também expressa sua opinião sobre a obra analisada.

Sem entrar em detalhes, quem escreve esse tipo de resenha, informa o leitor a respeito dos acontecimentos e também aponta o que achou da obra. Nesse sentido, ela tem o objetivo de influenciar, positiva ou negativamente, a recepção do público.

Como uma resenha é estruturada?

Além de cumprir o objetivo do gênero textual solicitado em sua prova de redação, para fazer uma boa resenha, é necessário saber estruturar seu texto. Nesse sentido, ele pode ser identificada da seguinte forma:

  • apresentação da obra que será resenhada, de acordo com as normas da ABNT;
  • identificação do resenhista. Aqui, é possível apresentar apenas o nome ou complementar com título acadêmico e profissão;
  • desenvolvimento de texto contínuo, sem subtítulos, apresentando introdução, desenvolvimento e conclusão.

Quais as principais características de uma resenha?

Além de apresentar a estrutura citada acima, a resenha precisa conter determinadas características. Veja só.

1. Concisão

Essa é a principal característica da resenha. Uma vez que esse gênero textual pretende abordar certo assunto sem muitos detalhes, é necessário que o resenhista tenha concisão ao escrevê-la, ou seja, tenha clareza e seja breve.

2. Objetividade

Outro aspecto fundamental é a objetividade. Ao escrever uma resenha é necessário ser objetivo e evitar devaneios ao longo do texto. Ater-se ao ponto-chave do conteúdo pode garantir o sucesso na redação.

3. Argumentação

Principalmente nas resenhas críticas, ter uma boa argumentação é fundamental, afinal de contas, nesse modelo o intuito do autor é influenciar o leitor. Para isso, é importante que os argumentos sejam coesos e concisos.

4. Recomendação

De maneira geral, as resenhas buscam recomendar ou não determinada obra, principalmente no caso da resenha opinativa.

Como fazer uma boa resenha no Enem e no vestibular?

Como dissemos no começo, a resenha é um dos gêneros textuais mais cobrados nas provas de redação do Enem e outros exames vestibulares. Essa é uma das etapas de mais peso nas provas, por isso, é importante ter uma boa pontuação.

Nesse sentido, considere as seguintes dicas:

  • lembre-se de ler com calma e atenção o texto que deverá ser resenhado;
  • faça anotações ao longo da leitura sobre os principais aspectos do texto;
  • apresente a obra na introdução de forma clara e concisa;
  • construa apontamentos de maneira objetiva, de acordo com o gênero pedido (opinativo ou apenas informativo);
  • revise o texto final com paciência, buscando perceber possíveis repetições e problemas na argumentação.

Além de fazer a resenha respeitando a estrutura e característica do gênero, para fazer uma redação nota mil é necessário estudar e treinar, com disciplina, foco e organização.

Nesse sentido, é importante investir em cursos gratuitos, para que você possa compreender corretamente os gêneros solicitados. Além disso, é indispensável treinar bastante e ter seus textos corrigidos por professores especialistas.

Outro ponto fundamental é ter constância e ordem em seus estudos. Nesse sentido, a Stoodi oferece um cronograma de estudos que considera o conteúdo a ser estudado, a universidade em que deseja ser aprovado e também sua carga horária.

Para garantir sua vaga na universidade, é indispensável desenvolver uma boa redação, independentemente se será solicitado um modelo de resenha ou qualquer outro gênero textual. Por isso, utilize as nossas dicas e materiais, assim, você estará cada vez mais próximo de sua aprovação.

Quer saber organizar sua vida de estudos de acordo com suas necessidades e objetivos? Então, conheça nosso Plano de Estudos!

Você pode gostar também
Passo a passo para acertar na redação
Leia mais

Passo a passo para acertar na redação

Assim como toda boa história, uma redação também deve ter começo, meio e fim. Pensar na redação do vestibular de forma estruturada contribui para a síntese das ideias e facilita a construção dos parágrafos. Para contribuir com o seu desenvolvimento, a equipe responsável pelas aulas de Português do Stoodi elaborou...