Por Marina Sestito

Stoodiano,

Você chega na prova, olha o tema de redação, escolhe o ponto de vista que vai defender no seu texto e começa a argumentar. Quando chega ali no terceiro parágrafo, você coça a cabeça, alonga a coluna e diz pra você mesmo, angustiado: “Mas não é só isso. Tem o outro lado também”.

Se você já sentiu que estava sendo injusto ao defender apenas um lado da discussão, você provavelmente tinha razão: as coisas geralmente não são assim tão simples. Desconsiderar os outros aspectos da questão pode não ser a forma mais crítica de escrever uma redação.

E então, o que fazer? Defender mais de uma tese? Tratar de todos os aspectos e não se posicionar?

Não.

Ao construir um texto dissertativo argumentativo, precisamos delimitar e defender um ponto de vista, mas isso não implica em desconsiderar os outros. É possível – e desejável – considerar também os outros aspectos da questão, desde que a tese que norteia a argumentação seja mantida e defendida até o fim.

Como fazer isso?

Contextualize o tema que será discutido, apresente a tese que você irá defender e apresente razões que sustentem seu ponto de vista. Em algum momento da argumentação, construa aquilo que chamamos de ressalva, ou contra argumentação:

Num mesmo parágrafo, 1) apresente o outro lado da questão, mostrando elementos que sustentem uma tese diferente da que você se propôs a defender na redação, 2) desconstrua esse outro ponto de vista, apresentando suas inconsistência e 3) retome sua tese, mostrando o quanto o seu ponto de vista é legítimo e defensável.

“E se eu não tiver elementos pra desconstruir o outro lado que apresentei?”

Se não consegue desconstruir o outro lado da questão, talvez ele faça mais sentido do que a sua própria tese, não? Nesse caso, não seria melhor mudar de posição e reformular seu ponto de vista? 🙂

Parece difícil, mas é bem mais legal do que parece. Prometo.

Escrevam bastante, experimentem esse recurso e até semana que vem!

Você sabia que o Stoodi tem Correção de Redação? Conheça

Marina Sestito é a Coordenadora de Redação do Stoodi. Formou-se em Filosofia pela FFLCH, na USP – atualmente cursa Licenciatura na FEUSP. Trabalhou em cursinhos pré-vestibulares e hoje comanda a equipe de correção do Stoodi.

Você pode gostar também
Passo a passo para acertar na redação
Leia mais

Passo a passo para acertar na redação

Assim como toda boa história, uma redação também deve ter começo, meio e fim. Pensar na redação do vestibular de forma estruturada contribui para a síntese das ideias e facilita a construção dos parágrafos. Para contribuir com o seu desenvolvimento, a equipe responsável pelas aulas de Português do Stoodi elaborou...