Conheça os principais teóricos e descubra como a matéria costuma ser abordada pelo exame

Estudar sociologia é fundamental para o estudante mandar bem no ENEM. É muito comum alguns alunos comentarem que não sabem por onde devem começar. Se esse é o seu caso: relaxe!

O professor Braian revelou várias dicas que vão nos dar um norte. Ele mostrou como a matéria costuma ser abordada no exame, quais são os teóricos que aparecem com mais frequência e arriscou o palpite de alguns temas que podem cair.

Confira o nosso bate-papo e veja como organizar os seus estudos:

Em primeiro lugar, o que é a Sociologia?

“A Sociologia é a ciência que estuda a sociedade”, comenta Braian. O professor explica que ela é considerada uma ciência porque possui um método, um objetivo e uma área de atuação específica.

Vale ressaltar que existem várias linhas de sociologia, mas todas têm o mesmo objeto de estudo: a sociedade.

Quais são os tipos de sociologia abordados pelo ENEM?

Quando falamos de ENEM é preciso diferenciar a Sociologia Brasileira da Sociologia em Geral.

“O ENEM costuma abordar mais a Sociologia Brasileira”, conta o professor. Para se ter uma ideia, quase metade da prova é composta por questões relacionadas aos pesquisadores brasileiros.

“É justamente por isso que a maioria das aulas gravadas de sociologia estão num bloco extenso de Sociologia do Brasil”, explica Braian.

Ou seja, se querem uma dica: foquem nas principais pesquisas do Brasil e reservem um tempo maior para ver e rever os sociólogos brasileiros – mesmo porque o ENEM é uma prova que adora falar de temas nacionais.

Quais são os principais nomes da sociologia que devemos estudar para o ENEM?

Quando falamos em sociologia, logo associamos à Sociologia em Geral (aquela que surgiu na Europa). Nesse contexto temos três destaques: Marx, Weber e Durkheim. Eles são considerados os “Pais da Sociologia”.

Já em relação à Sociologia Brasileira, devemos nos atentar a alguns historiadores como Sérgio Buarque de Holanda, Roberto DaMatta, Darcy Ribeiro, Florestan Fernandes e Gilberto Freyre.

“Sérgio Buarque caiu nas últimas edições do ENEM e pode ser que caia de novo”, alerta o professor.

Existe algum tema mais recorrente?

Tem os temas clássicos como o trabalho, política e alguns contrastes sociais – já que o Brasil é um país cheio de contrastes na sociedade. “O ENEM e os vestibulares sempre dão um jeitinho de abordar esses temas”, declara Braian.

Agora, qual é a abordagem: é uma caixa de surpresa.

O ENEM costuma pedir aos alunos que eles relacionem as atualidades com os conceitos da sociologia? Como são formuladas as questões?

“Geralmente os temas mais atuais vêm na redação. O que costuma aparecer em vestibular e em ENEM são temas mais clássicos”, explica o professor.

Braian explica que eles pegam nomes consagrados como Marx ou Sérgio Buarque e até podem fazer um paralelo com assuntos atuais, mas a questão vai exigir um conhecimento do aluno sobre aquele sociólogo e suas teorias.
Por fim, uma curiosidade: por que Durkheim é o Pai da Sociologia?

Ele é considerado o pai da sociologia porque foi o primeiro estudioso a formular e aplicar a sociologia.

Na verdade, quem formulou a ideia de sociologia foi o Auguste Comte, mas ele não é um sociólogo. Quem realmente colocou em prática a atividade sociológica como uma ciência foi o Durkheim.

 

0 Shares:
Você pode gostar também