5 perguntas que precisam ser respondidas antes de tomar essa decisão

               Foto: USP imagens
 

Muitas pessoas se perguntam se vale ou não a pena fazer um cursinho preparatório para o vestibular. Por mais irritante que pareça, a resposta ideal é: depende. Para chegar a essa conclusão, vários fatores devem ser levados em consideração, como disponibilidade de tempo, recursos, envolvimento real do aluno, nível de formação até agora, dificuldade da vaga a conquistar e muito mais. Vale lembrar que entrar num cursinho não é garantia de ser aprovado no vestibular.

Mas acalme-se, vamos explorar todas as possibilidades, destacar as suas vantagens e levantar as desvantagens. Responda as 5 perguntas a seguir e decida qual é a melhor opção para você:

 

Você já sabe qual é o curso e qual a faculdade você quer fazer?

A primeira coisa que precisamos saber é onde queremos chegar. Sem uma meta inicial, não temos como traçar uma estratégia para conquista-la. Então questione-se: qual curso desejo fazer? Já sei qual é a universidade referência no assunto? Procure dados técnicos sobre a graduação e descubra seu nível de dificuldade, como a nota de corte e média de candidatos por vaga, por exemplo.

Ensino médio foi suficiente para concorrer a esse processo seletivo ou preciso complementar meu estudo?

Depois de descobrir onde você quer chegar, é a hora de descobrir de onde você vai sair. Esse é o momento para fazer uma reflexão pessoal e analisar. Quando você consegue visualizar a trajetória, fica mais fácil planejar o que deve ser feito e ter a consciência esforços necessários para conquistar a vaga. Se a resposta for sim (o ensino médio foi suficiente) não valerá a pena fazer um cursinho pré-vestibular, pois o conteúdo revisado será amplo e agregará pouco a você enquanto pessoa. Agora, se você acha que precisa complementar a sua rotina de estudos, vamos analisar qual é a melhor forma para isso.

 

Quantas horas do meu dia em média preciso dedicar ao estudo para passar na vaga almejada?

Esse é o momento de definir as ações. Se você ainda está no colégio: apenas meio período será o bastante para acompanhar as aulas e resolver ou exercícios? Se você acabou de se formar: defina sua rotina e calcule como você precisa se dedicar.
 

Isso tudo é viável?

Agora que você já sabe o que deve ser feito, verifique se isso é possível em sua rotina. Você tem flexibilidade para isso? Você realmente está disposto a assumir essa rotina? Se a resposta for sim, a opção de fazer um cursinho continua válida, mas se a resposta for não, temos algumas dicas importantes até chegar a solução para esse problema.

Qual tipo de cursinho vou frequentar?

Com a tecnologia, muitas pessoas estão preferindo estudar em casa através do cursinho pré-vestibular online por diversos motivos. O primeiro deles é a flexibilidade – a não necessidade de se locomover a um local para assistir as aulas e o conforto de estudar em sua própria estrutura. O segundo é o preço, na internet as pessoas têm acesso a diversas ferramentas de estudos (muitas gratuitas) que auxiliam na formação. Porém, um outro grupo de pessoas afirmam que não conseguem estudar de forma concentrada por conta própria, sem um professor apresentando um assunto específico.

Uma saída para esse tipo de questão é estudar em casa, consultando videoaulas no YouTube, por exemplo. Caso a pessoa prefira seguir um cronograma de aulas, saber quais são as matérias e contar com recursos mais elaborados, como correção, aulas de revisão e monitorias, ela pode também assinar um cursinho online. Essa tendência vem sendo adepta por um número muito grande de alunos.

 

Depois de responder essas perguntas, chegou a hora de definir: para você, vale a pena fazer cursinho? Pense quais as melhores formas para adaptar na sua rotina e bons estudos! 

0 Shares:
Você pode gostar também
Abre inscrições para Fuvest 2016
Leia mais

Abre inscrições para Fuvest 2016

Período para se inscrever no vestibular vai até 9 de setembro. Valor cobrado para realizar a prova é de R$ 145,00 Foto: Marcos Santos/USP Imagens Foram abertas as inscrições para o vestibular Fuvest 2016 da Universidade de São Paulo (USP) nesta sexta-feira (21). O período de inscrição se encerra em...