Correção de Redação Enem

Mortalidade entre os jovens brasileiros Stoodi

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema “Mortalidade entre os jovens brasileiros”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.
 
TEXTO I
A violência interpessoal é a principal razão pela qual jovens de 10 a 19 anos perdem a vida precocemente no Brasil, revelou a Organização Mundial da Saúde (OMS) à BBC Brasil. A informação vem de um estudo global sobre óbito de adolescentes, publicado nesta terça-feira. A OMS estima que 1,2 milhão de adolescentes morrem por ano no mundo - três mil por dia.
De acordo com a entidade, as principais causas de mortes entre adolescentes brasileiros de 10 a 15 anos são, nesta ordem: violência interpessoal, acidentes de trânsito, afogamento, leucemia e infecções respiratórias. Já jovens na faixa de 15 a 19 anos morrem em decorrência de violência interpessoal, acidentes de trânsito, suicídio, afogamento e infecções respiratórias.

(Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-39934226 - Acesso em: 18 set. 2018).

TEXTO II


(Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/relatorio_institucional/180604_atlas_da_violencia_2018.pdf - Acesso em: 18 set. 2018).

TEXTO III
Um jovem negro corre 2,7 vezes mais riscos de vir a ser vítima de homicídio do que uma pessoa branca da mesma faixa etária no Brasil. Esse dado foi verificado em 24 unidades federativas do País e foi revelado em relatório divulgado pela Unesco, o órgão para a Educação, Ciência e Cultura da Organização das Nações Unidas (ONU).
A maior suscetibilidade da juventude negra à violência é resultado, de acordo com expoentes da Unesco, da desigualdade de renda, de escolaridade, e de condições de moradia, entre outros fatores. "Ao olharmos para dados que mais uma vez comprovam o preocupante genocídio dos jovens negros, entendemos a importância do lançamento da atualização do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência, que na edição de 2017 traz também uma clara indicação das questões de gênero. É extremamente preocupante que as jovens negras tenham 2,19 vezes mais chance de morrer que as jovens brancas no Brasil. A Unesco acredita que, trazendo os números à tona, poderemos contribuir para políticas públicas de qualidade focadas em questões de gênero e raça", disse Marlova Jovchelovit Noleto, representante da ONU.

(Disponível em: https://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2017-12-11/negra-violencia-unesco-brasil.html - Acesso em: 18 set. 2018).

+ Compre créditos para enviar a sua redação.