Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Exercícios de Biotecnologia e Engenharia Genética

Voltar para exercícios de Biologia

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Biotecnologia e Engenharia Genética dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Biologia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 61. ENEM PPL 2013
    A transferência de genes que poderiam melhorar o desempenho esportivo de atletas saudáveis foi denominada doping genético. Uma vez inserido no genoma do atleta, o gene se expressaria gerando um produto endógeno capaz de melhorar o desempenho atlético.   ARTOLI, G. G.; HIRATA, R. D. C.; LANCHA JR., A. H. Revista Brasileira de Medicina Esportiva, v. 13, n. 5, 2007 (adaptado).     Um risco associado ao uso dessa biotecnologia é a(o)
  2. 62. UNICENTRO 2008
    A necessidade de se fazer uma transição de recursos não-renováveis de carbono para bio-recursos renováveis é inegável. [...]. O grande desafio [...] está em se desenvolver um produto agrícola que apresente o dobro da produção de biomassa, aumentando o valor industrial do produto em termos de extração do bicombustível.[...] A biomassa de uma árvore pode ser aumentada atuando-se, por exemplo, no processo de fotossíntese, aumentando-se a captação inicial de energia da luz, a qual atualmente é de menos de 2%. Outras possibilidades seriam atuar no metabolismo do nitrogênio, tornar a planta mais robusta, por meio do aumento da resistência a doenças e a insetos, tolerância a secas e a grandes variações de temperatura, diminuir o período de dormência da planta durante o inverno, ou eliminar a floração, processo que consome muita energia. FARAH, 2007. p. 357   A partir da análise das informações do texto, pode-se considerar uma estratégia possível:
  3. 63. CEFET-MG 2015
    Alguns vírus têm sido usados em lavouras de soja como um agente de controle biológico específico contra lagartas. Recentemente foram identificadas as proteínas produzidas por esses vírus e os genes realmente ativos durante a infecção desses insetos. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2014 (Adaptado).   A identificação desses genes constitui uma importante ferramenta para a
  4. 64. UEMA 2010
    Os temas associados à genética provocam impactos pelas perspectivas que abrem em relação à sua aplicabilidade prática. Além disso, geram polêmicas e sentimentos que extrapolam o campo das ciências biológicas e avançam para a ética, a religião, a economia e a política etc. A engenharia genética deu seus primeiros passos no início da década de 1970, quando o geneticista Paul Berg desenvolveu um método e obteve o DNA recombinante, que é um DNA
  5. 65. UECE 2015
    O fenômeno da totipotência permite que plantas transgênicas sejam obtidas de células originalmente transformadas com o DNA exógeno (EMBRAPA, 1998). Totipotência significa
  6. 66. UEL 2005
    A biotecnologia tornou possível a transferência de material genético entre os mais diversos organismos. Os conhecimentos da área são aplicados com sucesso na produção industrial da insulina e do hormônio de crescimento, que são administrados a pacientes de todo o planeta. Sobre a produção de organismos geneticamente modificados, é correto afirmar:
  7. 67. UNICENTRO 2004
    O jornal britânico "The guardian" estava certo quando adiantou, há 15 dias, os resultados dos maiores estudos de campo sobre os efeitos ambientais de alguns organismos geneticamente modificados: pelo menos em dois (canola e beterraba) dos três casos específicos estudados, eles prejudicam a vida selvagem. Todos os três vegetais estudados eram resistentes a herbicidas: a canola e a beterraba são imunes ao glifosato (a mesma substância associada com a soja transgênica brasileira) e o milho é resistente ao glufosinato. Graças à resistência adquirida pelos vegetais, os campos podem ser tratados com os herbicidas, mesmo quando as plantas de cultivo já emergiram. O veneno só mata as ervas daninhas. Os estudos investigaram unicamente o efeito dos três sistemas transgênicos sobre as populações de ervas daninhas e de invertebrados (insetos e lesmas, por exemplo) nos campos e na sua vizinhança. Elas foram comparadas com as de terrenos de mesmo tamanho e no mesmo local, nos quais as mesmas culturas foram plantadas pelo método convencional (ou seja, variedades não transgênicas). Verificou-se, como seria de esperar, uma população diminuída de ervas daninhas nos campos de canola e beterraba. Mais que isso, sobraram 20% menos sementes de ervas na terra depois da colheita. (Leite. In: Folha de S. Paulo, p. B 10) Entre os danos ambientais decorrentes do cultivo de organismos geneticamente modificados, destaca-se
  8. 68. ENEM PPL 2010
    Responda sem pestanejar: que país ocupa a liderança mundial no mercado de etanol? Para alguns, a resposta óbvia é o Brasil. Afinal o país tem o menos preço de produção do mercado além de vastas áreas disponíveis para o plantio de matéria-prima. Outros dirão que são os EUA, donos da maior produção anual. Nos próximos anos, essa pergunta não deve gerar mais dúvida, pois a disputa não se dará em plantações de cana-de-açúcar ou nas usinas, mas nos laboratórios altamente sofisticados.  TERRA, L. Conexões: estudo de geografia geral. São Paulo: Moderna, 2009 (adaptado). A biotecnologia propicia, entre outras coisas, a produção dos biocombustíveis, que vêm se configurando em  importantes formas de energias alternativas. Que impacto pode ser provocado na produção de etanol no Brasil e nos EUA por pesquisas em laboratórios?
  9. 69. ENEM 2005
    A Embrapa possui uma linhagem de soja transgênica resistente ao herbicida IMAZAPIR. A planta está passando por testes de segurança nutricional e ambiental, processo que exige cerca de três anos. Uma linhagem de soja transgênica requer a produção inicial de 200 plantas resistentes ao herbicida e destas são selecionadas as dez mais “estáveis”, com maior capacidade de gerar descendentes também resistentes. Esses descendentes são submetidos a doses de herbicida três vezes superiores às aplicadas nas lavouras convencionais. Em seguida, as cinco melhores são separadas e apenas uma delas é levada a testes de segurança. Os riscos ambientais da soja transgênica são pequenos, já que ela não tem possibilidade de cruzamento com outras plantas e o perigo de polinização cruzada com outro tipo de soja é de apenas 1%. A soja transgênica, segundo o texto, apresenta baixo risco ambiental porque
  10. 70. ENEM PPL 2010
    Segundo Jeffrey M. Smith, pesquisador de um laboratório que faz análises de organismos geneticamente modificados, após a introdução da soja transgênica no Reino Unido, aumentaram em 50% os casos de alergias. “O gene que é colocado na soja cria uma proteína nova que até então não existia na alimentação humana, a qual poderia ser potencialmente alergênica”, explica o pesquisador. Correio do Estado/MS. 19 abr. 2004 (adaptado).   Considerando-se as informações do texto, os grãos transgênicos que podem causar alergias aos indivíduos que irão consumi-los são aqueles que apresentam, em sua composição, proteínas 
  11. 71. UFMG 1999
    Todas as alternativas apresentam aplicações da tecnologia do DNA recombinante nas duas últimas décadas, EXCETO
  12. 72. UNIMONTES 2015
    Há séculos a humanidade vem fazendo o cruzamento de plantas e animais com a finalidade de melhorá-los para sua utilização e consumo. São experiências genéticas feitas de maneira rudimentar, mas, atualmente, com o desenvolvimento da biotecnologia, a melhora genética passou a ser feita de forma científica, através de técnicas desenvolvidas por uma nova ciência integrante da biotecnologia conhecida como engenharia genética. Abaixo mostra-se técnicas associadas a uma das aplicações da biotecnologia. Analise-as. Cópia de uma molécula de DNA recombinante, contendo um gene ou outra sequência de DNA.  Reprodução assexuada a partir de uma célula mãe, utilizando células geneticamente idênticas entre si e a célula progenitora. Considerando as afirmativas apresentadas e o assunto abordado, assinale a alternativa cujo processo, envolvendo engenharia genética, abrange as duas técnicas citadas acima.  
  13. 73. UEL 2009
    Com base nos conhecimentos sobre biotecnologia, considere as afirmativas.   I - Na biotecnologia aplicada, os organismos transgênicos, como, por exemplo, bactérias, fungos, plantas e animais geneticamente melhorados, podem funcionar para a produção de proteínas ou para propósitos industriais. II - Organismos transgênicos caracterizam-se pela capacidade de produzir em grandes quantidades a proteína desejada, sem comprometer o funcionamento normal de suas células, e de transferir essa capacidade para a geração seguinte. III - O melhoramento genético clássico consiste na transferência do material genético de um organismo para outro, permitindo que as alterações no genoma sejam previsíveis; já a engenharia genética mistura todo o conjunto de genes em combinações aleatórias por meio de cruzamentos. IV - A engenharia genética compreende a manipulação direta do material genético das células, sendo que o gene de qualquer organismo pode ser isolado e transferido para o genoma de qualquer ser vivo, por mais divergentes que estes seres estejam na escala evolutiva.   Assinale a alternativa CORRETA.
  14. 74. PUC-RS 2012
    A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) aprovou em setembro de 2011 a produção comercial no Brasil de um feijão geneticamente modificado desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A alteração genética no feijão impede que a planta contraia a doença conhecida como mosaico dourado, capaz de dizimar plantações inteiras. Esta doença é causada por um vírus que promove danos em quase todas as regiões onde se cultiva feijão nas Américas. Este vírus é transmitido pela mosca branca (Bermisia tabaci) que, ao se alimentar das plantas, acaba transferindo o vírus. O principal método para o controle da mosca branca é o uso frequente de inseticidas nas lavouras. Contudo, poucos inseticidas têm se mostrado eficientes no controle da praga, elevando os custos de produção sem reduzir a taxa de transmissão do vírus. Para combater o vírus, os pesquisadores da Embrapa introduziram nas plantas de feijão um gene que é transcrito em um RNA de interferência, que possui a capacidade de promover a degradação de um mRNA viral específico. O mRNA viral, alvo da degradação, é responsável pela síntese de uma proteína necessária para que ocorra a multiplicação do vírus na célula vegetal (proteína Rep). Desta forma, o feijoeiro transgênico impede a multiplicação do vírus e evita a doença. (Adaptado de http://www.ctnbio.gov.br/index.php/content/ view/16501.html)   Com referência ao efeito esperado do feijoeiro geneticamente modificado sobre a população de mosca branca e ao controle da doença do mosaico dourado, afirma-se: I. O feijoeiro transgênico está protegido do mosaico dourado, mesmo na presença da mosca branca. II. A manipulação genética das plantas interfere na multiplicação da mosca branca. III. A transmissão do vírus será reduzida devido à diminuição da população de moscas brancas hospedeiras. IV. A ausência da produção da proteína Rep nas células do vegetal impede a proliferação viral no feijoeiro. Estão corretas apenas as afirmativas
  15. 75. UFF 2005
    Recentes descobertas têm provocado grande discussão por poderem alterar o futuro do esporte. Nessas pesquisas, foi mostrada a existência de duas proteínas que atuam regulando o crescimento das células musculares: o fator de crescimento IGF-1 e a miostatina. O crescimento muscular é estimulado pelo fator IGF-1 e limitado pela miostatina. A partir desse conhecimento é possível modular o crescimento muscular por meio de vários procedimentos. Scientific American Brasil, 08/2004 Analise os procedimentos abaixo e aponte aquele que poderia promover o desenvolvimento mais duradouro da massa muscular, em indivíduos sedentários, se executado uma única vez, sem deixar vestígios detectáveis em exames de sangue ou urina.  
  16. 76. ENEM PPL 2012
    Um estudo modificou geneticamente a Escherichia coli, visando permitir que essa bactéria seja capaz de produzir etanol pela metabolização do alginato, açúcar presente em grande quantidade nas algas marrons. A experiência mostrou que a bactéria transgênica tem capacidade de obter um rendimento elevado na produção de etanol, o que pode ser aplicado em escala industrial. Combustível de algas. Revista Pesquisa Fapesp, ed.192, fev. 2012 (adaptado).   O benefício dessa nova tecnologia, em comparação às fontes atuais de produção de etanol, baseia-se no fato de que esse modelo experimental
  17. 77. UFF 2008
    A descoberta de um fóssil de bebê mamute, extremamente bem preservado nas estepes congeladas da Rússia, oferece aos pesquisadores melhor oportunidade de obter o genoma de uma espécie extinta (O Globo, Ciências, 12 de Julho de 2007). A técnica de PCR vem sendo utilizada para a amplificação do DNA nestes estudos. Para a realização desta técnica, deve-se empregar além do DNA extraído do mamute usado, como molde, as seguintes moléculas:
  18. 78. PUC-RS 2014
    Com a participação de pesquisadores da PUCRS, um projeto de biotecnologia permitiu, neste ano, o nascimen­to da primeira cabra clonada e transgênica da América Latina. Chamada pelos cientistas de Gluca, ela possui uma modificação genética que deverá fazer com que produza em seu leite uma proteína humana chamada glucocerebrosidase, usada no tratamento da doença de Gaucher. A técnica da __________ foi realizada introdu­zindo um __________ humano no núcleo de uma célula de cabra, para que o animal passasse a sintetizar uma proteína humana.
  19. 79. UNCISAL 2016
    As vacinas são classificadas em três grandes grupos (ou gerações) em razão das estratégias ou dos conceitos utilizados na preparação do princípio ativo [...]. Nas vacinas de primeira geração o agente patogênico é inativado ou atenuado. Nesse grupo, destacam-se vacinas de prevenção da coqueluche, contra varíola, poliomielite, sarampo, rubéola, adenovírus [...].   Na segunda geração, a indução de anticorpos é voltada para um único alvo, uma toxina, ou açúcares de superfície, que permite ao sistema imune neutralizar o agente infeccioso. Nesse grupo, destacam-se vacinas acelulares que empregam toxoides (toxinas purificadas e inativadas por tratamento químico), proteínas e polissacarídeos purificados, como as antitetânica, antidiftérica, hepatite B e as vacinas para o controle da meningite meningocócica e da pneumonia.   [...]   Na terceira geração, o conceito vacinal surgiu da observação de células em que o DNA injetado conseguiu penetrar as membranas citoplasmática e nuclear e utilizar o maquinário enzimático necessário à transcrição e tradução, produzindo o antígeno que desencadeará uma série de respostas imunológicas. Embora as perspectivas depositadas nas vacinas de DNA tenham sido frustradas pela baixa imunogenicidade de diversas vacinas submetidas a testes clínicos, os resultados indicam que essas vacinas podem ser instrumentos excelentes para a ativação de respostas imunológicas citotóxicas e, consequentemente, controle de patógenos de replicação intracelular como vírus, algumas bactérias e certos tipos de câncer.   DINIZ, M.O. & FERREIRA, L.C.S. Biotecnologia aplicada ao desenvolvimento de vacinas. Estudos Avançados, v. 24, n. 70, 2010 (adaptado).   Dadas as afirmativas sobre a tecnologia do DNA recombinante na produção de vacinas,   I. As estratégias de clonagem e de introdução de mutações em genes específicos têm permitido a produção de vírus e bactérias inativos de forma mais precisa e segura do que os métodos convencionais das vacinas de primeira geração. II. O aprimoramento das técnicas de produção de proteínas recombinantes, através de sistemas de expressão heterólogos, permite que bactérias, leveduras, células de mamíferos e insetos sejam utilizados para a produção de antígenos. III. A tecnologia do DNA recombinante na produção de vacinas de DNA tem representado uma forma alternativa de desenvolver imunoterapias – vacinas com propriedades terapêuticas.   verifica-se que está(ão) correta(s)
  20. 80. FASEH 2013
    Os efeitos do artigo da atriz norte-americana Angelina Jolie no qual ela revelou ter retirado os seios para evitar um câncer continuam se propagando entre as mulheres. Nessas duas semanas que se sucederam ao anúncio, consultórios médicos de Belo Horizonte registraram um aumento significativo na busca por informações. Médicos relatam que as chamadas telefônicas não paravam e tinham assunto unânime: pacientes e familiares preocupados em saber se deveriam proceder como a celebridade de Hollywood.    Quem já tinha consulta marcada nesse período também não desperdiçou a oportunidade de fazer a pergunta pessoalmente e esclarecer as circunstâncias da cirurgia. Em razão dessa preocupação generalizada, oncologistas e mastologistas reiteram que a mastectomia preventiva é indicada em casos raros e a cirurgia só deve ser feita depois de um longo e cuidadoso acompanhamento. Fonte: Decisão de retirar os seios tomada por Angelina Jolie influencia mulheres, disponível em: http://sites.uai.com.br/saudeplena/ ,acesso em 26 de maio de 2013.     O impacto causado pelo artigo ativou a curiosidade e o debate acerca da realização de testes genéticos para identificação de doenças. Várias doenças podem ser rastreadas geneticamente através da amplificação de regiões específicas de DNA ou genes. Qual é a técnica de biotecnologia que permite essa amplificação?
  21. 81. FCMMG 2015
    A clonagem é vista por alguns pesquisadores como uma alternativa para salvar animais ameaçados de extinção. Desde o início de 2000, pesquisas vêm sendo feitas em vários países, incluindo o Brasil. Para muitos especialistas, porém, esse processo reprodutivo está longe de ser uma alternativa viável para salvar as mais de 20 mil espécies ameaçadas. No que diz respeito ao uso desse recurso para reduzir a extinção de espécies ameaçadas no planeta, é INCORRETO dizer que a clonagem
  22. 82. OBB 2017
    As enzimas de restrição são proteínas encontradas normalmente em bactérias que reconhecem uma curta sequência específica de DNA e clivam a dupla fita nesse ponto. Estas enzimas fazem parte de um sistema de defesa contra DNA de fagos, os vírus de bactérias. Com relação a estas clivagens é correto afirmar que criam extremidades:
  23. 83. OBB 2017
    O PCR (reação em cadeia de polimerase) em tempo real quantitativo, foi descrito pela primeira vez em 1993 por Russell Higuchi e seus colaboradores. Eles acoplaram uma câmara de vídeo monitorando a PCR durante todos os ciclos para detectar a fluorescência em moléculas de DNA recém-sintetizadas ligadas ao brometo de etídio. Por ser uma técnica de elevada sensibilidade, a PCR em tempo real tem sido uma ferramenta aplicada em diversas áreas biomédicas, destacando-se na pesquisa básica e no diagnóstico clínico-laboratorial. Com relação a esta técnica, podemos afirmar que:
  24. 84. UFES 2009
    Com o avanço das técnicas de engenharia genética, a expansão da produção de soja se deveu à introdução do gene de resistência a herbicidas (malatiol) na soja, gerando organismos geneticamente modificados (OGMs). Sobre o mecanismo genético envolvido na produção e funcionamento do genoma de OGMs, considere as seguintes afirmações:   I. O gene de resistência ao malatiol, inserido em pequenas moléculas de DNA bacteriano, é usado como molde por uma enzima polimerase e para a produção de um polipeptídio. II. Ribossomos e RNAs transportadores, utilizados no processo, são de origem bacteriana. III. Uma mutação que altere a seqüência do gene de resistência ao malatiol, correspondente ao códon de parada, acarretará a perda da resistência ao herbicida dos indivíduos afetados.      É CORRETO o que se afirma em 
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login