Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Exercícios de Nutrição

Voltar para exercícios de Biologia

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Nutrição dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Biologia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. G1 - CPS 2005
    No período da adolescência, comumente considerado entre 10 e 19 anos, há um aumento na velocidade do crescimento, chamado "estirão" da altura. Devido a essa e a outras mudanças presentes nessa faixa etária, a solicitação calórica é maior aumentando também a necessidade de outros nutrientes. Muitos adolescentes gostam de lanches rápidos, conhecidos como "fast foods", que geralmente são ricos em calorias e pobres na quantidade de ferro, cálcio, vitaminas e fibras. Esse hábito aliado ao sedentarismo vem contribuindo para o aumento das estatísticas sobre adolescentes obesos. No entanto, as informações sobre as necessidades calóricas diárias, associadas ao conhecimento da pirâmide alimentar, na qual são indicadas as proporções entre os diferentes grupos de alimentos, podem contribuir para que cada um continue a comer o que gosta, porém, de maneira equilibrada. Com base nos conhecimentos científicos, nas informações do texto, do gráfico e da pirâmide alimentar é possível afirmar que
  2. 2. FUVEST 2016
    Alimentos de origem vegetal e animal fornecem nutrientes utilizados pelo nosso organismo para a obtenção de energia e para a síntese de moléculas. Após determinada refeição, completadas a digestão e a absorção, o nutriente majoritariamente absorvido foi a glicose. Considerando as alternativas abaixo, é correto afirmar que essa refeição estava constituída de
  3. 3. UEL 1997
    Os esquemas a seguir mostram as quantidades relativas de proteínas (P) e de lipídios (L) em diversos tipos de carnes. Uma pessoa com colesterol elevado deve abster-se de ingerir
  4. 4. UFG 2014
    Um estudo avaliou dois grupos de adolescentes (grupos 1 e 2) do sexo masculino com idade de 14 anos, durante 12 meses. O objetivo foi acompanhar o desenvolvimento do índice de massa corporal (IMC), associando-o à dieta familiar consumida pelos adolescentes durante o período. No início das observações, ambos os grupos apresentaram estatura média de 1,60 m e o peso corporal médio de 60 kg. O grupo 1 consumiu dieta rica em alimentos plásticos e o 2 em alimentos energéticos. Ao término do experimento, o grupo 1 apresentou aumento de 8 cm na média da estatura e 5 kg na média do peso corporal. O grupo 2 apresentou aumento de 5 cm na média da estatura e 14 kg na média do peso corporal. Ambos os grupos praticavam exercícios físicos sob orientação profissional. Com base nos dados obtidos no final do período do estudo em questão e na dieta consumida pelos adolescentes, conclui-se que o grupo Dados: IMC = kg / m2 Considerar: IMC 18,5 > IMC 24,9 > IMC IMC > 29,9 = obesidade
  5. 5. UEMA 2014
    Chegamos ao mundo com instruções básicas de funcionamento guardadas nos genes. Quando o pai é obeso, o risco do filho também ser obeso é de 40% e, se pai e mãe forem obesos, este índice sobe para 80%. Entretanto, as condições de vida dentro do útero da mãe podem alterar a ordem ditada pelos genes. Além disso, o ambiente, também, pode fazer com que algumas dessas instruções sejam ignoradas ou excessivamente valorizadas. Revista Época. Rio de Janeiro: Globo, n. 780, 06 maio, 2013. (Adaptado) De acordo com Mendel, a contribuição genética materna, em percentual, pode desencadear a obesidade em 
  6. 6. PUC-MG 2008
    Para orientar o consumidor sobre o significado da classificação oficial dos alimentos em DIET ou LIGHT, foi montado o esquema a seguir. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), o termo diet pode ser usado em dois tipos de alimentos: 1. Nos alimentos para dietas com restrição de nutrientes (carboidratos, gorduras, proteínas, sódio); 2. Nos alimentos para dietas com ingestão controlada de alimentos (para controle de peso ou de açúcares). Os alimentos para dietas controladas não podem ter a adição de nutriente. Assim, em alimentos para dietas com ingestão controlada de açúcar, não pode haver inclusão desse nutriente, sendo permitida a existência do açúcar natural do alimento como, por exemplo, a geleia diet, que tem como açúcar natural a frutose. Os alimentos para dietas restritas em carboidratos (pão, chocolate, bala diet) ou gorduras (iogurte desnatado com 0% de gordura) podem conter, no máximo, a adição de 0,5 gramas do nutriente por 100 gramas ou 100 ml do produto. A definição de alimento light deve ser empregada nos produtos que apresentem redução mínima de 25% em determinado nutriente ou calorias comparado com o alimento convencional. Analisando as informações acima com base em seus conhecimentos, é correto afirmar, EXCETO  
  7. 7. PUC-MG 2003
    Outros vertebrados, além dos mamíferos, podem produzir "leite". A tabela abaixo apresenta dados sobre a composição do "leite" de pombos e pinguins, como porcentagem do total de matéria seca, que podem ser comparados com a composição do leite de coelhos. Analise a tabela acima e assinale a afirmativa INCORRETA.
  8. 8. UCS 2015
    “Sem Glúten na terra da massa. O Glúten, que está sendo rotulado como vilão da perda de peso, também virou o campeão de dúvidas sobre o seu consumo”. Fonte: Jornal Zero Hora, Revista Dona. 24 ago. 2014, p. 22-24. (Adaptado.) Assinale a alternativa correta.
  9. 9. UNESP 2014
    Três consumidores, A, B e C, compraram, cada um deles, uma bebida em embalagem longa vida, adequada às suas respectivas dietas. As tabelas abaixo trazem informações nutricionais sobre cada uma dessas três bebidas. TABELA 1 porção: 100 mL   %VD Valor energético 86,3 kcal 4 % Carboidratos 21,3 g 7 % Proteínas 0,0 g 0 % Gorduras totais 0,0 g 0 % Gorduras saturadas 0,0 g 0 % Gorduras trans 0,0 g – Fibra alimentar 0,0 g 0 % Sódio 12,1 mg 1 %   TABELA 2 porção: 100 mL   %VD Valor energético 51,5 kcal 3% Carboidratos 1,9 g 1% Proteínas 4,1 g 5% Gorduras saturadas 1,8 g 8% Gorduras monoinsaturadas 0,9 g – Gorduras poliinsaturadas 0,1 g – Cálcio 143,1 mg 14% Vitamina A   4% Vitamina C 0,9 mg 2% Magnésio 11,3 mg 4% Colesterol 13,8 mg – Lipídeos 3,0 mg – Sódio 51,6 mg 2%   TABELA 3 porção: 100 mL   %VD Valor energético 27,0 kcal 1% Carboidratos 1,5 g 1% Açúcares 1,5 g – Proteínas 2,6 g 3% Gorduras totais 1,2 g 2% Gorduras saturadas 0,2 g 1% Gorduras trans 0,0 g – Gorduras monoinsaturadas 0,3 g – Gorduras poliinsaturadas 0,7 g – Fibra alimentar 0,4 g 2% Lactose 0,0 g – Colesterol 0,0 mg – Sódio 49,5 mg 2%   (www.tabelanutricional.com.br) Sabendo-se que o consumidor A tinha intolerância à lactose, o consumidor B era diabético e o consumidor C tinha altos níveis de colesterol, e que as bebidas compradas foram suco néctar de pêssego, bebida pura de soja e iogurte integral natural, assinale a alternativa que associa corretamente a bebida comprada com a respectiva tabela e o consumidor que a adquiriu.
  10. 10. FUVEST 2016
    Uma dieta de emagrecimento atribui a cada alimento um certo número de pontos, que equivale ao valor calórico do alimento ao ser ingerido. Assim, por exemplo, as combinações abaixo somam, cada uma, 85 pontos: - 4 colheres de arroz + 2 colheres de azeite + 1 fatia de queijo branco. - 1 colher de arroz + 1 bife + 2 fatias de queijo branco. - 4 colheres de arroz + 1 colher de azeite + 2 fatias de queijo branco. - 4 colheres de arroz + 1 bife. Note e adote:   1 colher de arroz 1 colher de azeite 1 bife  Massa de alimento (g)  20  5  100  % de umidade + macronutriente minoritário + micronutrientes  75  0  60  % de macronutriente majoritário  25  100  40 São macronutrientes as proteínas, os carboidratos e os lipídeos. Com base nas informações fornecidas, e na composição nutricional dos alimentos, considere as seguintes afirmações: I. A pontuação de um bife de 100g é 45 II. O macronutriente presente em maior quantidade no arroz é o carboidrato. III. Para uma mesma massa de lipídeo de origem vegetal e de carboidrato, a razão  é  (número de pontos do lipídeo)/(número de pontos do carboidrato) é 1,5. É correto o que se afirma em
  11. 11. UFV 2004
    A obesidade já se transformou num problema de saúde pública em vários países do mundo. As células que acumulam gordura no corpo chamam-se células adiposas ou adipócitos. Quanto às características dos adipócitos em adultos, é INCORRETO afirmar que:
  12. 12. UNIFOR 2018
    “Quem nota o calçadão da Avenida Beira-Mar lotado de corredores todas as manhãs, as centenas de bikes verdes do Bicicletar cruzando a cidade e a popularização das corridas de rua em Fortaleza pode não estar a par de um dado alarmante: 20% dos fortalezenses estão obesos e 56,5% vivem com sobrepeso conforme pesquisa realizada pela Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por inquérito Telefônico (VIGETEL) 2016, divulgada em 2017 pelo Ministério da Saúde”. (Diário do Nordeste, 11.10.2017). A progressão dessa pandemia da obesidade deve-se ao fato de que:
  13. 13. UFG 2011
    O índice de massa corporal (IMC) é utilizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para medir os riscos associados a obesidade em adultos. Os indivíduos com IMC entre 18,5 e 25,0 encontram-se dentro do padrão esperado pela OMS. Este índice é calculado dividindo-se a massa corporal, em quilogramas, pelo quadrado da altura, em metros, do indivíduo. A tabela a seguir apresenta os dados de massa de cinco mulheres adultas não grávidas, com altura de 1 m 60 cm. Indivíduo Massa (kg) I 41 II 53 III 63 IV 68 V 75 Com base nos dados apresentados, para quais indivíduos uma dieta alimentar com baixo teor de carboidratos seria mais necessária?
  14. 14. ENEM 2006
    DIETA DE ENGORDA Em 30 anos, a alimentação piorou muito Aumento no consumo – por família biscoitos refrigerantes salsichas e linguiças refeições prontas 400% 400% 300% 80% Diminuição no consumo – por família ovos peixes feijão e leguminosas arroz 84% 50% 30% 23% Época, 08/05/2006 (com adaptações). A partir desses dados, foram feitas as afirmações a seguir. I. As famílias brasileiras, em 30 anos, aumentaram muito o consumo de proteínas e grãos, que, por seu alto valor calórico, não são recomendáveis. II. O aumento do consumo de alimentos muito calóricos deve ser considerado indicador de alerta para a saúde, já que a obesidade pode reduzir a expectativa de vida humana. III. Doenças cardiovasculares podem ser desencadeadas pela obesidade decorrente das novas dietas alimentares. É correto apenas o que se afirma em
  15. 15. UFG 2011
    O índice de massa corporal (IMC) é utilizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para medir os riscos associados a obesidade em adultos. Os indivíduos com IMC entre 18,5 e 25,0 encontram-se dentro do padrão esperado pela OMS. Este índice é calculado dividindo-se a massa corporal, em quilogramas, pelo quadrado da altura, em metros, do indivíduo. A tabela a seguir apresenta os dados de massa de cinco mulheres adultas não grávidas, com altura de 1 m 60 cm. Indivíduo Massa (kg) I 41 II 53 III 63 IV 68 V 75 Com base nos dados apresentados, para quais indivíduos uma dieta alimentar com baixo teor de carboidratos seria mais necessária?
  16. 16. ENEM 2015
    Durante a aula, um professor apresentou uma pesquisa nacional que mostrava que o consumo de sódio pelos adolescentes brasileiros é superior ao determinado pela Organização Mundial da Saúde. O professor, então, destacou que esse hábito deve ser evitado. A doença associada a esse hábito é a
  17. 17. ENEM 2008
    O índice de massa corpórea (IMC) é uma medida que permite aos médicos fazer uma avaliação preliminar das condições físicas e do risco de uma pessoa desenvolver certas doenças, conforme mostra a tabela a seguir. Considere as seguintes informações a respeito de João, Maria, Cristina, Antônio e Sérgio. IMC Classificação Risco de doença Menos de 18,5 Magreza Elevado Entre 18,5 e 24,9 Normalidade Baixo Entre 25 e 29,9 Sobrepeso Elevado Entre 30 e 39,9 Obesidade Muito elevado 40 ou mais Obesidade grave Muitíssimo elevado Internet: www.somatematica.com.br   Nome Peso (kg) Altura (m) IMC João 113,4 1,80 35 Maria 45 1,50 20 Cristina 48,6 1,80 15 Antônio 63 1,50 28 Sérgio 115,2 1,60 45 Os dados das tabelas indicam que
  18. 18. UEMA 2015
    Uma alimentação inadequada engloba a alta ingestão de gorduras saturadas, sal e carboidratos, bem como o baixo consumo de frutas e outros vegetais - hábitos que, geralmente, andam juntos. Em 1978, foi publicado pela The Danish Consumers Cooperative Society um guia nutricional chamado "Pirâmide Alimentar", mais tarde adotado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Na base da pirâmide, estão os alimentos que devem ser consumidos em maior quantidade e, no topo, os que devem ser consumidos com moderação. Considere a pirâmide alimentar para responder à questão. Fonte: Disponível em: . Acesso em: 11 jun. 2014. Na busca de uma alimentação equilibrada, devem-se seguir algumas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), tais como limitar a ingestão de lipídios e glicídios, predominantes
  19. 19. ENEM 2015
    A charge retrata um comportamento recorrente nos dias atuais: a insatisfação das pessoas com o peso. No entanto, do ponto de vista orgânico, o peso corporal se torna um problema à saúde quando
  20. 20. UEMG 2016
    Crianças e adultos, geneticamente predispostos, ao ingerirem glúten (mistura de proteínas que se encontram naturalmente no endosperma de sementes de gramíneas) iniciam a produção de anticorpos que atacam o próprio epitélio intestinal. Esse ataque resulta na perda das microvilosidades intestinais que desencadeia um conjunto de sinais e sintomas conhecidos como Doença Celíaca. A figura abaixo demonstra o epitélio de indivíduos normais e as alterações que ocorrem em indivíduos portadores de Doença Celíaca. Os portadores de Doença Celíaca ficam predispostos a desenvolverem 
  21. 21. UEMA 2015
    Uma alimentação inadequada engloba a alta ingestão de gorduras saturadas, sal e carboidratos, bem como o baixo consumo de frutas e outros vegetais - hábitos que, geralmente, andam juntos. Em 1978, foi publicado pela The Danish Consumers Cooperative Society um guia nutricional chamado "Pirâmide Alimentar", mais tarde adotado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Na base da pirâmide, estão os alimentos que devem ser consumidos em maior quantidade e, no topo, os que devem ser consumidos com moderação. Considere a pirâmide alimentar para responder à questão. Fonte: Disponível em: . Acesso em: 11 jun. 2014. Na busca de uma alimentação equilibrada, devem-se seguir algumas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), tais como limitar a ingestão de lipídios e glicídios, predominantes
  22. 22. UFG 2007
    Leia as informações a seguir.  A ingestão de gordura trans promove um aumento mais significativo na razão: lipoproteína de baixa densidade/lipoproteína de alta densidade (LDL/HDL), do que a ingestão de gordura saturada. Aued-Pimentel, S. et al. "Revista do Instituto Adolfo Lutz", 62 (2):131-137, 2003. [Adaptado]. Para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, um alimento só pode ser considerado "zero trans" quando contiver quantidade menor ou igual a 0,2 g desse nutriente, não sendo recomendado consumir mais que 2 g de gordura trans por dia. O quadro abaixo representa um rótulo de um biscoito comercialmente vendido que atende às especificações do porcentual de gorduras trans, exigidas pela nova legislação brasileira. As informações apresentadas permitem concluir que o consumo diário excessivo do biscoito poderia provocar alteração de
  23. 23. UFMG 2007
    A doença celíaca consiste em um distúrbio inflamatório do intestino delgado, que ocorre em indivíduos com sensibilidade ao glúten e à ingestão de trigo, centeio ou cevada. Analise estas duas figuras, em que está representada uma região do intestino delgado em um indivíduo normal - I - e em um indivíduo com doença celíaca - II: Considerando-se a alteração estrutural representada na Figura II, é INCORRETO afirmar que indivíduos portadores de doença celíaca podem apresentar
  24. 24. G1 - CPS 2016
    Para realizar suas atividades, cada pessoa necessita de uma quantidade de energia, que varia de acordo com sua idade, estatura, estrutura óssea e atividade física, dentre outros fatores. Essa energia é proveniente dos alimentos digeridos no tubo digestório e é, geralmente, medida em quilocalorias (kcal). Para o cálculo da quantidade de quilocalorias de alguns alimentos, é importante saber que 1 grama de carboidrato ou de proteína fornece cerca de 4kcal enquanto 1 grama de lipídio fornece cerca de 9kcal. A partir dessas informações, considere 100g de um determinado produto alimentício cujo rótulo apresenta os dados da tabela. INFORMAÇÃO NUTRICIONAL PORÇÃO 100g Carboidratos 70g Lipídios 9g Proteínas 16g Fibras 5g Assim, uma pessoa que comesse uma porção de 100g desse produto obteria, em quilocalorias,
  25. 25. UFC 2001
    Podemos estimar as quantidades adequadas de cada tipo de alimento que devemos ingerir, observando a pirâmide alimentar, em que a quantidade requerida de cada categoria de alimento é proporcional ao seu volume. A análise da figura nos permite afirmar corretamente que:
  26. 26. UECE 2015
    A pedra fundamental para a relação funcional entre genes e enzimas foi assentada em 1902 por William Bateson. O estudo do metabolismo da fenilalanina está inserido nesse contexto científico e pessoas que apresentam a fenilcetonúria, ou PKU (de phenyl ketonura) são aquelas acompanhadas de grave retardamento mental e físico. Pessoas com genótipo PP não conseguem produzir a enzima fenilalanina-hidroxilase, o que resulta no acúmulo de fenilalanina no sangue e, por conseguinte, o quadro clínico citado (BURNS; BOTTINO, 1991). Ao ser diagnosticado um bebê com PKU, o procedimento correto a ser feito é
  27. 27. MACKENZIE 1999
    A celíase é uma doença caracterizada pela intolerância ao glúten presente em trigo, centeio e aveia. Nas pessoas que apresentam essa doença, o glúten provoca a atrofia da mucosa que reveste internamente o intestino delgado, tornando-a lisa. Assinale a alternativa que descreve a(s) consequência(s) dessa lesão.
  28. 28. PUC-RJ 2015
    Macronutrientes podem ser definidos como a classe de compostos químicos que devem ser consumidos diariamente e em grande quantidade, pois fornecem energia e são componentes fundamentais para o crescimento e manutenção do corpo. Qual deles se obtém em maior abundância em dietas baseadas em vegetais e em produtos de origem animal, respectivamente?
  29. 29. G1 - CFTRJ 2013
    09/08/2011 – 10h18 Brasileiros fazem mais cirurgias de redução de estômago Junto com o aumento da obesidade no Brasil, a realização de procedimentos de redução de estômago — as cirurgias bariátricas — tem registrado um crescimento exponencial no país, com um aumento de 275% nos últimos sete anos... ... A cirurgia é indicada para pacientes com IMC (Índice de Massa Corpórea) acima de 35 ou 40, quando há presença de outras doenças associadas à obesidade. O procedimento extirpa uma parte do estômago ou do intestino e ainda pode recorrer a intervenções no aparelho digestivo (no Brasil, são aprovadas quatro modalidades cirúrgicas)... Fonte: http://www1 .folha .uol.com .br/bbc/956672-brasileiros-fazem-mais-cirurgias-de-reducao-de-estomago.shtml, acesso em 21/09/2012 (adaptado) Com a retirada ou obstrução de uma parte do estômago e a fixação do intestino delgado numa região mais anterior deste órgão, podemos concluir que  
  30. 30. UFSJ 2013
    Bebidas de diversas marcas chamadas de energético possuem substâncias estimulantes como a taurina e a cafeína. A cafeína também está presente em vários refrigerantes, como, por exemplo, os de cola. O quadro abaixo mostra alguns valores da concentração de algumas substâncias presentes em duas marcas de energéticos e em dois refrigerantes de cola. Os valores em gramas, referentes a porções de 200 ml, são todos hipotéticos, assim como as bebidas. Se colocarmos as bebidas em ordem da que confere mais energia para a que confere menos energia, teremos
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login