Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

ENEM 2016

A pressa do mundo moderno não permite que o ser humano se detenha nas interações que não sejam diretamente necessárias para o trabalho. O homem atual raramente se conecta de verdade com o outro, ele simplesmente é colega, é conhecido, porém não partilha das raízes das amizades profundas. Isto até é desejado, mas sua “agenda” não o permite. O resultado é a sensação de solidão, de desapego, de menos valia dos outros e, conseqüentemente, de si mesmo.
A ansiedade e o estresse ocorrem quando o ser humano, independente de idade ou sexo, descobre que seu ritmo está em descompasso com o seu desejo de afeto e de “quality time”, isto é, de tempo bem aproveitado com a família e consigo próprio. Na correria do “fazer”, muitos se esquecem de “ser”. Doenças graves que parecem surgir repentinamente deram seus avisos por meses, pois dificilmente a doença surge de imediato; antes de ser diagnosticada, em geral, ela dá sinais. Sim, o corpo reclama por meio de sintomas e mal-estares. Mas o homem pós-moderno, em geral, prefere ignorá-los, pois não tem “tempo a perder” se auto-observando ou se auto-respeitando.
(LIPP, Marília Novaes. O Estresse das Grandes Cidades. Instituto de Psicologia e Controle do Stresse, http://www.estresse.com.br/ipcs-na-midia/folha-de-s-paulo-o-estresse-das-grandes-cidades/)

Os problemas apresentados no texto são mais frequentes em cidades brasileiras que são

Escolha uma das alternativas.