Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Espcex (Aman) 2015

“Sob o impacto da modernização econômica e da integração nacional, o Brasil passou de um país agroexportador e rural a um país urbano e industrial. Um processo vertiginoso de urbanização revolucionou [...] a sociedade brasileira em apenas meio século. Mas esse é um processo regionalmente desigual […].”

MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o Ensino Médio. 2 ed. São Paulo: Atual, 2012, p. 264.

 

As desigualdades no ritmo da urbanização regional do Brasil evidenciam-se

 

I- na configuração geral das redes de transporte, a qual se apresenta mais densa e articulada nas regiões mais povoadas e economicamente mais dinâmicas, como as do Sudeste e do Sul do País.

 

II- na configuração de suas redes urbanas, as quais se apresentam menos integradas nas regiões Norte e Centro-Oeste, e são caracterizadas por um pequeno número de metrópoles e um grande número de cidades médias com a função de capitais regionais.

 

III- nas fortes diferenças no ritmo de transferência da população do meio rural para o meio urbano, destacando-se a região Nordeste que, devido ao intenso êxodo rural sofrido, conheceu uma rápida trajetória de urbanização.

 

IV- nos diferentes níveis de investimentos de capital realizados tanto pelo Estado como por empresas nacionais e transnacionais, que, selecionando um número reduzido de cidades no País, acabaram determinando um processo de metropolização mais acentuado na região Centro-Sul.

 

Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas.

Escolha uma das alternativas.