Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Exercícios de Átomo de Bohr

Voltar para exercícios de Física

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Átomo de Bohr dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Física com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UPE 2014
    Se um elétron move-se de um nível de energia para outro mais afastado do núcleo do mesmo átomo, é CORRETO afirmar que, segundo Bohr, 
  2. 2. EPCAR (AFA) 2013
    (Adaptado) O elétron do átomo de hidrogênio, ao passar do primeiro estado estacionário excitado, n=2, para o estado fundamental, n=1,emite um fóton. Tendo em vista o diagrama da figura abaixo, que apresenta, de maneira aproximada, os comprimentos de onda das diversas radiações, componentes do espectro eletromagnético, pode-se concluir que o comprimento de onda desse fóton emitido corresponde a uma radiação na região do(s) Dados: Constante de Planck h = 4,1.10-15 eV.s Velocidade da luz c = 3.108 m/s
  3. 3. Stoodi
    Um fóton de luz é absorvido por um elétron do átomo de hidrogênio que salta do nível de energia n = 1 para o nível n = 5. Utilizando o modelo de Bohr e sabendo que a constante de Planck é h = 4.1015 eV.s, então a energia do fóton absorvido, em eV, é de: Adote: Energia do elétron no estado quântico n  En = -13,6/n²
  4. 4. Stoodi
    A energia que um elétron, em um átomo de hidrogênio, possui, em seu enésimo estado (nível de energia = n), é dada por  onde eV (elétron-volt) é uma unidade de medida de energia muito utilizada em Física Moderna, para que os cálculos sejam facilitados. Um átomo de hidrogênio possui um elétron que é excitado, a partir do estado fundamental, para o seu terceiro estado excitado. A energia que deve ser fornecida para este elétron, para que esse processo ocorra, deve ser de
  5. 5. UFMG
    Para se produzirem fogos de artifício de diferentes cores, misturam-se diferentes compostos químicos à pólvora. Os compostos à base de sódio produzem luz amarela e os à base de bário, luz verde. Sabe-se que a frequência da luz amarela é menor que a da verde. Sejam ENa e EBa as diferenças de energia entre os níveis de energia envolvidos na emissão de luz pelos átomos de sódio e de bário, respectivamente, e vNa e vBa as velocidades dos fótons emitidos, também respectivamente. Assim sendo, é CORRETO afirmar que:
  6. 6. UNESP 2013
    Leia Cor da chama depende do elemento queimado Por que a cor do fogo varia de um material para outro? A cor depende basicamente do elemento químico em maior abundância no material que está sendo queimado. A mais comum, vista em incêndios e em simples velas, é a chama amarelada, resultado da combustão do sódio, que emite luz amarela quando aquecido a altas temperaturas. Quando, durante a combustão, são liberados átomos de cobre ou bário, como em incêndio de fiação elétrica, a cor da chama fica esverdeada. (Superinteressante, março de 1996. Adaptado.) A luz é uma onda eletromagnética. Dependendo da frequência dessa onda, ela terá uma coloração diferente. O valor do comprimento de onda da luz é relacionado com a sua frequência e com a energia que ela transporta: quanto mais energia, menor é o comprimento de onda e mais quente é a chama que emite a luz. Luz com coloração azulada tem menor comprimento de onda do que luz com coloração alaranjada. Baseando-se nas informações e analisando a imagem, é correto afirmar que, na região I, em relação à região II,
  7. 7. EPCAR (AFA) 2016
    O diagrama abaixo ilustra os níveis de energia ocupados por elétrons de um elemento químico A. Dentro das possibilidades apresentadas nas alternativas abaixo, a energia que poderia restar a um elétron com energia de 12,0 eV, após colidir com um átomo de A, seria de, em  eV,
  8. 8. EPCAR (AFA) 2015
    O diagrama a seguir mostra os níveis de energia permitidos para elétrons de um certo elemento químico. Durante a emissão de radiação por este elemento, são observados três comprimentos de onda: e . Sabendo-se que , pode-se afirmar que é igual a
  9. 9. Stoodi
    Escolha, dentre as alternativas, aquela que fornece as palavras corretas para preencher as lacunas vazias do enunciado relacionado ao modelo atômico estabelecido por Böhr. Quando um elétron absorve certa quantidade de ................., salta para uma órbita mais ....................... Quando ele retorna à sua órbita original, .................... a mesma quantidade de energia, na forma de ........................
  10. 10. UPE 2017
    Um corpo negro tem um pico de emissão em uma temperatura cujo comprimento de onda de sua radiação vale 9000 Â. Nessa temperatura, a radiação que emerge desse corpo não produz efeito fotoelétrico em uma placa metálica. Aumentando a temperatura do corpo negro, sua radiação emitida aumenta 81 vezes, causando efeito fotoelétrico na placa para o comprimento de onda de pico dessa nova temperatura. A energia necessária para frear esses fotoelétrons emitidos é equivalente à diferença de energia dos níveis n=2 e n=3 do átomo de hidrogênio de Bohr. Sabendo-se que a Lei de Wien relaciona o comprimento de onda de pico de emissão com a temperatura do corpo negro na forma =constante, é CORRETO afirmar que a função trabalho do metal vale aproximadamente Dados: energia do átomo de hidrogênio de Bohr no estado fundamental = -13,6 e V, constante de Planck = 4,14 x 10-15 eVs, o módulo da velocidade da luz como c=3,0x108 m/s e 1 e V = 1,6 x 10-19 J
  11. 11. UFMG 2007
    Nos diodos emissores de luz, conhecidos como LEDs, a emissão de luz ocorre quando elétrons passam de um nível de maior energia para um outro de menor energia. Dois tipos comuns de LEDs são o que emite luz vermelha e o que emite luz verde. Sabe-se que a frequência da luz vermelha é menor que a da luz verde. Sejam verde o comprimento de onda da luz emitida pelo LED verde e Everde a diferença de energia entre os níveis desse mesmo LED. Para o LED vermelho, essas grandezas são, respectivamente, vermelho e Evermelho. Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que
  12. 12. UEL 2015
    Desde a elaboração dos modelos atômicos por Dalton, Thomson, Rutherford e Bohr, cientistas como Murray GellMan (EUA) e Georg Zweig (Alemanha) têm desvendado os segredos subatômicos da matéria.   Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, as subpartículas que constituem as partículas atômicas conforme os modelos de Gell-Man e Georg Zweig. 
  13. 13. ITA 2015
    No espaço sideral, luz incide perpendicular e uniformemente numa placa de gelo inicialmente a -10 oC e em repouso, sendo 99% refletida e 1% absorvida. O gelo então derrete pelo aquecimento, permanecendo a água aderida à placa. Determine a velocidade desta após a fusão de 10% do gelo.
  14. 14. ITA 2014
    É muito comum a ocorrência de impurezas em cristais semicondutores. Em primeira aproximação, a energia de ionização dessas impurezas pode ser calculada num modelo semelhante ao do átomo de hidrogênio. Considere um semicondutor com uma impureza de carga +e atraindo um elétron de carga −e. Devido a interações com os átomos da rede cristalina, o elétron, no semicondutor, possui uma massa igual a mrm0, em que m0 é a massa de repouso do elétron e mr, uma constante adimensional. O conjunto impureza/elétron está imerso no meio semicondutor de permissividade relativa εr. A razão entre a energia de ionização desta impureza e a energia de ionização do átomo de hidrogênio é igual a
  15. 15. ITA 2014
    Duas placas de um mesmo metal e com a mesma área de 5,0 cm2, paralelas e próximas entre si, são conectadas aos terminais de um gerador de tensão ajustável. Sobre a placa conectada ao terminal negativo, faz-se incidir radiação e, por efeito fotoelétrico, aparece uma corrente no circuito, cuja relação com a tensão aplicada é explicitada no gráfico. Sabendo que a função trabalho do metal é de 4,1 eV e assumindo que na região de saturação da corrente todo fóton incidente sobre a placa gera um fotoelétron que é coletado, a medida da intensidade dessa radiação em µW/cm2 é igual a
  16. 16. FCMMG 2007
    A dualidade onda-partícula só é relevante para objetos cujo comportamento é determinado pela mecânica quântica, como átomos ou partículas sub-atômicas.   São feitas duas afirmações sobre esta questão:   I – Como os elétrons são partículas com massa, se um feixe deles atravessar uma fenda dupla estreita, não provocará uma figura de interferência num anteparo.  II – Apesar de o comportamento de onda e o de partícula se complementarem entre si, não podem ser observados simultaneamente num mesmo experimento.    Sobre as afirmativas anteriores, é CORRETO afirmar que:
  17. 17. UFRGS 2015
    O físico francês Louis de Broglie (1892-1987), em analogia ao comportamento dual onda-partícula da luz, atribuiu propriedades ondulatórias à matéria.     Sendo a constante de Planck h = 6,6x10-34 J.s, o comprimento de onda de Broglie para um elétron (massa m = 9x10-31 kg) com velocidade de módulo v = 2,2x106 m/s é, aproximadamente,
  18. 18. UFES 2007
    Sabendo que uma lâmpada de vapor de sódio emite preferencialmente luz na cor laranja-amarelada, ë = 600 nm, pode-se afirmar que um fóton emitido por essa lâmpada apresenta uma energia de Dados: h = 6,6 x 10-34 J.s; c = 3 x 108 m/s; 1nm = 10-9  
  19. 19. OBF 2014
    A maior parte da energia produzida pelo sol é devido a:
  20. 20. OBF 2014
    Luz com comprimento de onda de 500 nm com intensidade de 400 W/m2 incide normalmente sobre um conjunto de células fotovoltaicas.   Qual é o número de fótons por segundo que atingem este conjunto se ele é quadrado com lado medindo 10 cm de comprimento?
  21. 21. UFES 2009
    A frequência do fóton emitido quando o elétron do átomo de hidrogênio passa do primeiro estado excitado para o estado fundamental é de:   (Dados: constante de Planck h =  4,1 x 10-15 eV.s)
  22. 22. UNICENTRO 2012
    Um fóton é emitido por um elétron do átomo do hidrogênio e passa do primeiro estado estacionário excitado para o estado fundamental. Sabendo-se que níveis de energia de um elétron, em um átomo de hidrogênio, é En = - 13,6/n2 eV, a constante de Planck, h = 4,14.10−15 eV.s, e o módulo da velocidade de propagação da luz, c = 3,0.105 km/s, é correto afirmar que o comprimento da onda do fóton emitido nessa situação, em 10−7 m, é
  23. 23. UNEMAT 2010
    Analise as assertivas abaixo. I. O volume do núcleo de um átomo é aproximadamente igual à metade do volume do átomo todo. II. O núcleo de um átomo qualquer tem sempre carga elétrica positiva. III. A massa do núcleo de um átomo é aproximadamente igual à metade da massa de todo o átomo. IV. A carga do elétron depende da órbita em que ele se encontra. Assinale a alternativa correta.
  24. 24. PUC-RS 2015
    Analise as afirmativas que seguem, referentes a fenômenos descritos pela Física Moderna. I. A energia de um fóton é diretamente proporcional à sua frequência. II. A velocidade da luz, no vácuo, tem um valor finito, considerado constante para todos os referenciais inerciais. III. No efeito fotoelétrico, há uma frequência mínima de corte, abaixo da qual o fenômeno não se verifica, qualquer que seja a intensidade da luz incidente. IV. A fissão nuclear acontece quando núcleos de pequena massa colidem, originando um núcleo de massa maior. Estão corretas apenas as afirmativas
  25. 25. UEL 2010
    Isaac Newton acreditava que a luz era composta por partículas, enquanto seu contemporâneo Christiaan Huygens acreditava que a luz era uma onda. Essa controvérsia ressurgiu no início do século XX, quando concluiu-se que a luz não se tratava exclusivamente de um corpúsculo, tampouco de uma onda, mas ambas as características poderiam ser a ela atribuídas. Com base nos conhecimentos sobre a natureza da luz e seu comportamento, considere as afirmativas: I. As lâmpadas fluorescentes emitem fótons de luz branca de mesma frequência. II. A luz, ao impressionar uma chapa fotográfica, transfere-lhe energia, revelando seu aspecto corpuscular. III. As várias cores do espectro visível são resultantes de fótons de diferentes energias. IV. A luz difrata ao atravessar uma fenda, revelando seu aspecto ondulatório. Assinale a alternativa correta.
  26. 26. FASEH 2015
    O Princípio de De Broglie sugeriu que a luz e a matéria apresentam um comportamento dual, ou seja, se comportam ora como partícula ora como onda. Dessa forma, segundo o Princípio de De Broglie, e considerando a Constante de Planck: h = 6,6 x 10-34 J.s; o comprimento de onda de uma bola de futebol de 300g que se encontra a uma velocidade de 20 m/s é de:
  27. 27. UEL 2008
    Usando a lei de conservação de números quânticos e analisando o esquema global da desintegração da partícula Ξ− (Csi menos) em um próton (p), quatro neutrinos (4ν), dois elétrons (2e−) e dois fótons (2γ): Ξ− → p + 4ν + 2e− + 2γ Assinale a alternativa que contém a afirmativa correta
  28. 28. CEFET-MG 2005
    O modelo de átomo proposto pelo físico dinamarquês Niels Bohr, em 1913, foi o primeiro a explicar satisfatoriamente o espectro descontínuo do átomo de hidrogênio. Dentre as suposições para esse modelo, é correto afirmar que o elétron
  29. 29. UNIMONTES 2015
    Numa explosão de bomba atômica, como a que ocorreu em Hiroshima, Japão, em 1945, é liberada uma grande quantidade de energia sob a forma de radiação e ondas de choque. A radiação liberada inclui a luz visível, raios ultravioleta, raios X e calor. Os raios X e a radiação ultravioleta são penetrantes, o que os tornam muito perigosos. Para que se tenha proteção contra os raios X, diminuindo sua intensidade, costumase utilizar placas de chumbo. Se a radiação tiver energia de 1,0 MeV (cerca de 1,6 × 10−13 J), uma placa de 0,86 cm de espessura reduz sua intensidade à metade. Para que a intensidade inicial seja reduzida dezesseis vezes, a espessura da placa dever ser igual a 
  30. 30. UNIMONTES 2015
    É bastante difundido pelos meios de comunicação que o Brasil possui grande potencial para a exploração da energia solar e que essa exploração parece causar menos impacto ambiental que a realizada para a exploração da energia hidrelétrica, a qual ainda constitui outro grande potencial a ser explorado em nosso país. Costuma-se perguntar por que o Brasil não investe mais na exploração da energia solar para a produção de energia elétrica. Uma razão importante desse não investimento é que o custo da energia hidrelétrica é menor que o custo da energia solar. Para a produção de eletricidade através da energia solar, utilizam-se células solares, que são dispositivos constituídos de um painel disposto em duas camadas: a superior, de silício e fósforo, e a inferior, de silício e boro. Quando a luz solar incide sobre as células, os elétrons são levados de uma camada para outra, criando uma corrente elétrica. Não temos tecnologia nacional para produzir e desenvolver células solares de alto rendimento, o que leva à importação e, portanto, ao alto custo. No texto acima, é dito que o processo de obtenção da energia elétrica através da energia solar torna necessário o uso de células solares. O funcionamento dessas células é baseado num importante fenômeno físico, que é observado no
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login