Exercícios de Contração do Espaço

Voltar para exercícios de Física

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Contração do Espaço dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Física com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UFRGS 2011
    De acordo com a Teoria da Relatividade quando objetos se movem através do espaço-tempo com velocidades da ordem da velocidade da luz, as medidas de espaço e tempo sofrem alterações. A expressão da contração espacial é dada por L = L0(1 - v2 / c2)1/2, onde v é a velocidade relativa entre o objeto observado e o observador, c é a velocidade de propagação da luz no vácuo, L é o comprimento medido para o objeto em movimento, e L0 é o comprimento medido para o objeto em repouso. A distância Sol-Terra para um observador fixo na Terra é L0 = 1,5.1011 m Para um nêutron com velocidade v = 0,6 c, essa distância é
  2. 2. FGV 2016
    Não está longe a época em que aviões poderão voar a velocidades da ordem de grandeza da velocidade da luz (c)  no vácuo. Se um desses aviões, voando a uma velocidade de 0,6c  passar rente à pista de um aeroporto de 2,5 km  percorrendo- a em sua extensão, para o piloto desse avião a pista terá uma extensão, em km  de
  3. 3. EPCAR (AFA) 2014
    Uma garota de nome Julieta se encontra em uma nave espacial brincando em um balanço que oscila com período constante igual a T0 medido no interior da nave, como mostra a figura abaixo. A nave de Julieta passa paralelamente com velocidade 0,5 c em que c é a velocidade da luz, por uma plataforma espacial, em relação à qual, o astronauta Romeu se encontra parado. Durante essa passagem, Romeu mede o período de oscilação do balanço como sendo T e o comprimento da nave, na direção do movimento, como sendo L. Nessas condições, o período T medido por Romeu, e o comprimento da nave, medido por Julieta, são respectivamente
  4. 4. UFRGS 2014
    Os múons cósmicos são partículas de altas energias, criadas na alta atmosfera terrestre. A velocidade de alguns desses múons (v) é próxima da velocidade da luz (c) tal que v2 = 0,998c2 e seu tempo de vida em um referencial em repouso é aproximadamente t0 = 2.10-6. Pelas leis da mecânica clássica, com esse tempo de vida tão curto, nenhum múon poderia chegar ao solo, no entanto eles são detectados na Terra. Pelos postulados da relatividade restrita, o tempo de vida do múon em um referencial terrestre (t) e o tempo t0 são relacionados pelo fator relativístico Para um observador terrestre a distância que o múon pode percorrer antes de se desintegrar é, aproximadamente,
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login