Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Banco de Exercícios

Lista de exercícios

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Japão dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Geografia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos

  1. 1

    UERN 2012

    Analise. "A tragédia no Japão começou em 11 de março com o mais violento terremoto já registrado no país: 9 graus na escala Richter. A ele, seguiu-se o tsunami que arrasou a costa nordeste do território. Morreram mais de 15 mil pessoas e milhares estão desaparecidas. Estradas e ferrovias foram destruídas. Faltam água, comida e combustível. Segundo o premiê japonês, Naoto Kan, é a pior crise desde a II Guerra Mundial. E o país atravessa agora a mais grave crise nuclear desde o desastre de Chernobyl, há 25 anos, na extinta União Soviética". (http://vejaabriI.com.br/tema/tsunami-no-japao) A charge, a gravura e o texto destacam o drama vivido pelo território nipônico, em março de 2011. Os fenômenos sísmicos apresentados ocorrem

  2. 2

    UNESP 2000

    Com relação às características populacionais do Japão, é verdadeiro afirmar que apresenta

  3. 3

    UERJ 2012

    O Ministério da Saúde do Haiti informou que 4.030 pessoas morreram até 24 de janeiro de 2011, em decorrência da epidemia de cólera. A situação se agrava, pois o país ainda busca a reconstrução depois do terremoto de 12 de janeiro de 2010, que devastou a capital Porto Príncipe e outras cidades importantes. (Adaptado de http://operamundi.uoI.com.br, 28/01 /201 1) As diferenças entre a reparação dos efeitos das catástrofes ocorridas no Japão e no Haiti estão reIacionadas, respectivamente, a:

  4. 4

    PUC-CAMP 2005

    A posição do Japão no mundo (Adaptado de Danielle e Serge Ceruti. 'Histoire - Géographie'. Paris: Hachette, 1998. p. 236) Apesar de ser uma potência tecnológica, o Japão sofre com a falta de matérias-prlmas, como se pode observar no saldo negativo de suas trocas comerciais com

  5. 5

    G1 - CFTCE 2005

    Após a Segunda Guerra Mundial, o Japão entrou em um novo período de recuperação da economia e da industrialização. São fatores responsáveis por essa recuperação, EXCETO

  6. 6

    UFPR 2006

    O alto preço da terra eleva exponencialmente os custos de produção da agricultura japonesa, que só sobrevive a custa de vultosos subsídios. No Japão, os agricultores competem ferozmente com a indústria por cada palmo de terreno, e os investimentos em infraestrutura são onerados pelo alto custo das desapropriações. (Adaptado de: MAGNOLI, D.; ARAUJO, R. 'A nova geografia: estudos de geografia geral'. São Paulo: Moderna, 1991, p. 150.) Acerca disso, considere as seguintes afirmativas: I. O relevo montanhoso, a condição insular do país e a elevada população japonesa são causas da escassez de terrenos mencionada. II. As elevadas taxas de fecundidade próprias das zonas rurais fazem multiplicar a população em torno da megalópole de Tóquio, contribuindo para a escassez de terrenos. III. A política de subsídios agrícolas praticada pelo governojaponês tem custos indiretos bastante elevados, devido ao território exíguo e muito povoado. IV. A alta concentração fundiária do país é uma das causas do problema descrito, já que os Iatifúndios são pouco produtivos e demandam grandes extensões de terra para a produção de alimentos. Assinale a alternativa correta.

  7. 7

    G1 - CFTCE 2004

    "(...) O Japão esta sendo ameaçado por uma nova epidemia, que provoca cerca de 10 miI vítimas fatais por ano, disse o 'The independence', no dia 30 de agosto (1998). A terrível doença não é aids, mas sim 'Karoshi' que significa 'excesso de trabalho'. (...) Médicos japoneses dizem que o estresse provocado por longa jornada de trabalho vem causando um número crescente de mortes por problemas cardíacos (...)". PASSINE, Elza Yasuko. 'Japão: que país é este?' Belo Horizonte, Lê, 1998. p.103. Tendo como base as informações do trecho anterior e sabendo que, no Japão, existe uma grande integração do trabalhador aos objetivos traçados pela empresa, é FALSA a opção:

  8. 8

    UNESP 1999

    Pela localização geográfica e característica insular, a influência marítima no clima japonês é relevante, uma vez que as massas de ar carregadas de umidade são responsáveis pela elevada pluviosidade, acima de 1000 mm anuais. Assinale a alternativa que indica as correntes marítimas que interferem no clima daquele país e suas principais áreas de atuação.

  9. 9

    UECE 2007

    A posição do Japão no sistema mundial vem assumindo notável proeminência, com especial destaque no período que se segue à Segunda Guerra Mundial. Isto significa dizer que a presença japonesa pelo mundo afora se traduz, mais explicitamente, pela crescente conquista de fatias do mercado internacional. Marque a opção FALSA a respeito da realidade japonesa.

  10. 10

    UFF 2005

    Foi no final da década de 80 que surgiu no horizonte a possibilidade da busca do eldorado japonês. "Os brasileiros representam a terceira maior população estrangeira no Japão, com 254.394, depois dos coreanos (693.050) e chineses (335.575), conforme dados da Japan Immigration Association do final de 2000. Constituíram-se grandes concentrações populacionais, principalmente nas grandes cidades industriais que abrigam as montadoras da indústria automobilística e eletroeletrônica". (URANO, Edson Ioshiaqui. "Um olhar sobre o trabalhador dekassegui", Travessia. Revista do Imigrante, maio-agosto, 2002, 26, 27) Assinale a opção que caracteriza a imigração de brasileiros para o Japão.

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos