Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Banco de Exercícios

Lista de exercícios

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Migrações dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Geografia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos

  1. 61

    UNIMONTES 2015

    Mais da metade da população vive em 294 arranjos formados por contiguidade urbana e por deslocamentos para trabalho e estudo Mais da metade da população no Brasil (55,9%) residia, em 2010, em municípios que formavam os arranjos populacionais, ou seja, agrupamentos de dois ou mais municípios com forte integração populacional, devido aos movimentos pendulares para trabalho ou estudo, ou à contiguidade entre manchas urbanas. Isso representava 106,8 milhões de pessoas em 294 arranjos, formados por 938 municípios. Deslocavam-se, entre os municípios do próprio arranjo a que pertencem, 7,4 milhões de pessoas, por motivo de trabalho e/ou estudo. Levando-se em conta que 27 arranjos são fronteiriços, ou seja, formados também por unidades político-administrativas em outros países, o número de residentes totalizava 107,7 milhões. É o que revela o estudo “Arranjos Populacionais e Concentrações Urbanas do Brasil”, que mostra, ainda, o Sudeste com o maior número de arranjos (112), que englobam 72,0% da população da região (57,8 milhões) e o Norte com o menor número (17), envolvendo 23,5% da população local (3,7 milhões). Manaus (AM), Campo Grande (MS) e Palmas (TO) são as únicas capitais estaduais que não formam arranjos populacionais. As cinco maiores concentrações urbanas eram São Paulo/SP (19,6 milhões de habitantes), Rio de Janeiro/RJ (11,9 milhões), Belo Horizonte/MG (4,7 milhões), Recife/PE (3,7 milhões) e Porto Alegre/RS (3,6 milhões). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 25 mar. 2015.   Sobre a situação mostrada no texto acima, podemos afirmar:

  2. 62

    UNISC 2014

    Leia as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta. I - A migração internacional é caracterizada pela mobilidade espacial das populações, mais especificamente, pela mudança de país de moradia. Nas últimas décadas, os fluxos migratórios internacionais têm se tornado mais intensos quando comparados ao passado. II - Os motivos que levam sujeitos ou famílias a migrarem para outros países são diversos como, por exemplo, desastres ambientais, conflitos, perseguições políticas, étnicas ou culturais. Contudo, de acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o aspecto econômico é um dos principais fatores que motivam tais deslocamentos. III - As dinâmicas que envolvem a migração internacional podem promover diversos problemas, entre eles, o tráfico de imigrantes, a “fuga de cérebros” dos países em desenvolvimento e o aumento da xenofobia.

  3. 63

    PUC-RS 2016

    Considere o texto abaixo e as possibilidades para completá-lo. O número de emigrantes brasileiros ultrapassa um milhão e meio de pessoas que vivem fora do País. Os países que atualmente apresentam contingentes significativos de imigrantes brasileiros são ___________ 1. China e Peru 2. México e Chile 3. EUA e Japão 4. Paraguai e Portugal   As opções que completam corretamente o texto são

  4. 64

    UFRGS 2016

    O deslocamento diário de pessoas entre municípios que fazem parte de uma mesma região metropolitana é denominado de

  5. 65

    UNAMA 2015

    No Brasil, o processo de urbanização deslanchou após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Em 1950, a população rural brasileira somava 64% do total do país. Em 1970, o número caiu para 44% e, em 1996, para apenas 22%. Segundo o mais recente levantamento do IBGE, 84, 8% dos brasileiros vivem em áreas urbanas. Guia do Estudante da Editora Abril: Geografia, vestibular + Enem, 2015. p, 93.     Sobre o processo de urbanização no Brasil, analise os itens e assinale a alternativa correta. 

  6. 66

    UFLA 2012

    FRAGMENTO 1 “As migrações feitas de maneira espontânea são chamadas de migrações voluntárias. Há, também, as migrações forçadas, que ocorrem quando as pessoas são praticamente obrigadas a abandonar o lugar onde vivem.” SAMPAIO, F. dos S.; SUCENA, I. e S. Geografia: ser protagonista. Editora Edições SM, 2010. v. 2, p. 172.   FRAGMENTO 2 ONU pede verba para ajudar refugiados eritreus e etíopes no Sudão Genebra, 26 agosto de 2011 O Programa Mundial de Alimentos (PMA) da ONU pediu nesta sexta-feira aos doadores que contribuam para alimentar 90 mil refugiados eritreus e etíopes que vivem em acampamentos no sul e no sudeste do Sudão e que "dependem totalmente" da ajuda internacional. A porta-voz da agência da ONU, Christiane Berthiaume explicou que os refugiados não têm oportunidades de emprego na região onde se encontram e que dependem inteiramente da ajuda oferecida pelo PMA. A porta-voz disse ainda que em certos acampamentos a situação de má nutrição é alarmante e que recentes estudos indicam que esse problema atinge 13% da população infantil. Disponível em: http://noticias.uol.com.br (adaptado).   Considerando os dois fragmentos é CORRETO afirmar que:

  7. 67

    ENEM 2011

    As migrações transnacionais, intensificadas e  generalizadas nas últimas décadas do século XX, expressam aspectos particularmente importantes da problemática racial, visto como dilema também mundial. Deslocam-se indivíduos, famílias e coletividades para lugares próximos e distantes, envolvendo mudanças mais ou menos drásticas nas condições de vida e trabalho, em padrões e valores socioculturais. Deslocam-se para sociedades semelhantes ou radicalmente distintas, algumas vezes compreendendo culturas ou mesmo civilizações totalmente diversas. IANNI, O. A era do globalismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1996. A mobilidade populacional da segunda metade do século XX teve um papel importante na formação social e econômica de diversos estados nacionais. Uma razão para os movimentos migratórios nas últimas décadas e uma política migratória atual dos países desenvolvidos são

  8. 68

    FUVEST 2011

    A burca não é um símbolo religioso, é um símbolo da subjugação, da subjugação das mulheres. Quero dizer solenemente que não será bem-recebida em nosso território. Nicolas Sarkozy, presidente da França, 22/6/2009, Estadão.com.br, 22/6/2009. http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,burcas-naotem-lugar-na-franca-diz-sarkozy,391152,0.htm – Acessado em 10/6/2010.   Deputados que integram a Comissão Parlamentar encarregada de analisar o uso da burca na França propuseram a proibição de todos os tipos de véus islâmicos integrais nos serviços públicos. (…) A resolução prevê a proibição do uso de tais vestimentas nos serviços públicos — hospitais, transportes, escolas públicas e outras instalações do governo. Folha Online, 26/1/2010. http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u684757.shtml. Acessado em 10/6/2010.   Com base nos textos acima e em seus conhecimentos, assinale a afirmação correta sobre o assunto.

  9. 69

    UEMG 2016

    O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados-ACNUR emitiu comunicado mundial que identifica algumas razões que motivam o êxodo de asiáticos e africanos para a Europa.   Com base num trabalho contínuo de acompanhamento e avaliação, e também a partir dos resultados de discussões em grupo e do contato diário com refugiados na Jordânia, Líbano, Egito, Iraque e Síria, o ACNUR identificou os principais fatores que motivam os emigrantes a buscar refúgio fora da região, principalmente na Europa.     Considerando o fluxo populacional apresentado no trecho acima, e as informações vinculadas pela mídia, é CORRETO afirmar que

  10. 70

    UNIPAM 2010

    “Todo dia 200 mil pessoas deixam o campo e vão para as cidades. É como se um município do tamanho de São Carlos (SP) fosse criado diariamente no mundo. No fim do mês, o resultado desse movimento cria uma cidade do porte do Rio de Janeiro ou de Santiago, com 6 milhões de habitantes”. (CARVALHO, Mario Cesar de. Duzentos mil deixam o campo rumo à cidade a cada dia no mundo. Folha de São Paulo, São Paulo, 06 out.2009, Caderno Mundo, p. A14.) A partir de seus conhecimentos sobre o movimento migratório brasileiro, assinale a alternativa INCORRETA em relação aos fatores que explicam a ocorrência da migração campo-cidade. 

  11. 71

    UNAMA 2010

    Feudos Modernos Um mundo que amplia as redes de transporte e derruba barreiras à circulação de mercadorias ergue ‘muros’ contra o livre trânsito de pessoas. TONELLO, Márcia Nogueira. Atualidades Vestibular 2010.Ed. Abril.2009, p. 161.   No contexto da citação acima, é verdadeiro afirmar que

  12. 72

    ENEM PPL 2009

    O período entre o final do século XIX e o início do século XX foi de intenso fluxo migratório em todo o mundo; no entanto, muitos países passaram a restringir a entrada de imigrantes japoneses, justificando que estes concorriam com a mão de obra local e prejudicariam o mercado de trabalho. Na verdade, havia um grande preconceito racial contra os orientais nessa época. Na imprensa, nos meios políticos e nos locais onde se debatia a opinião pública, houve um intenso debate acerca da imigração oriental. Influenciados pela campanha antinipônica e pelas ideias racistas que circulavam no mundo, muitos cafeicultores, políticos e intelectuais brasileiros enxergavam os orientais como “racialmente inferiores” e preferiam trazer trabalhadores brancos e europeus, a fim de “branquear” a população mestiça brasileira. Esse retrospecto contraria o mito do Brasil republicano como um “paraíso inter-racial”. Biblioteca Virtual do Governo do Estado de São Paulo. Disponível em : Acesso em: 5 nov. 2008 (com adaptações).   Entre os principais líderes brasileiros, a introdução do imigrante japonês estava longe de ser uma unanimidade.   Segundo o texto, essa controvérsia tem origem 

  13. 73

    ACAFE 2016

    A população, seja mundial ou brasileira, necessita ser estudada e analisada quanto ao seu crescimento, estrutura, deslocamentos, urbaniza- ção e desenvolvimento sustentável. Para um conhecimento mais profundo de sua população, um governo deve conhecer as tendências acima para melhor planejar a vida dos seus cidadãos. Sobre a população mundial e brasileira, todas as alternativas estão corretas, exceto a:

  14. 74

    UFMG 2007

    Considerando-se os reflexos das migrações internacionais na organização do espaço mundial, é INCORRETO afirmar que, na atualidade, há

  15. 75

    PUC-GO 2015

    O outro   Ele me olhou como se estivesse descobrindo o mundo. Me olhou e reolhou em fração de segundo. Só vi isso porque estava olhando-o na mesma sintonia. A singularização do olhar. Tentei disfarçar virando o pescoço para a direita e para a esquerda, como se estivesse fazendo um exercício, e numa dessas viradas olhei rapidamente para ele no volante. Ele me olhava e volveu rapidamente os olhos, fingindo estar tirando um cisco da camisa. Era um ser de meia idade, os cabelos com alguns fios grisalhos, postura de gente séria, camisa branca, um cidadão comum que jamais flertaria com outra pessoa no trânsito. E assim, enquanto o semáforo estava no vermelho para nós, ficou esse jogo de olhares que não queriam se fixar, mas observar o outro espécime que nada tinha de diferente e ao mesmo tempo tinha tudo de diferente. Ele era o outro e isso era tudo. É como se, na igualdade de milhares de humanos, de repente, o ser se redescobrisse num outro espécime. Quando o semáforo ficou verde, nós nos olhamos e acionamos os motores. GONÇALVES, Aguinaldo. Das estampas. São Paulo: Nankin, 2013. p. 130.     A singularidade do olhar sobre o outro, descrita no texto, pode remeter-nos às experiências da globalização, iniciadas na Europa no final do século XX. Essas experiências permanecem na atualidade com o processo de desterritorialização e o deslocamento em massa, que têm despertado os fantasmas do nacionalismo, do etnocentrismo e do racismo. Supostamente desaparecidos, tais fantasmas têm retornado com força total em defesa de sociedades etnicamente puras. O resultado vem sendo uma crise profunda de identidade somada a uma crise financeira. Sobre esse cenário, assinale a alternativa correta:

  16. 76

    UNEMAT 2013

    “Diversos projetos de colonização foram implantados em toda a Amazônia Legal na década de 1970, tendo ocorrido a maior concentração em Mato Grosso, onde, já nos primeiros anos do processo, foram implementados mais de 80 projetos da iniciativa particular, além de 14 projetos oficiais para resolver situações emergenciais de conflito. O estado de Mato Grosso tornou-se área de atração para milhares de pessoas que migraram de diferentes regiões do país em busca de trabalho, oportunidades de adquirir terras e de realizar seus projetos de vida”. MORENO, Gislaene; HIGA, Tereza C. S.; MAITELLI, Gilda T. Geografia de Mato Grosso. Cuiabá: Entrelinhas, 2009. p. 64.   O texto das autoras demonstra que

  17. 77

    UFTM 2010

    Neste país, aproximadamente 30% dos filhos de estrangeiros são descendentes de um determinado grupo de imigrantes, somando mais de sete milhões de pessoas. Eles já são a metade de todos os imigrantes constantes deste país e também a maior parcela dos imigrantes ilegais. Talvez por isso, a violência, o abandono e a perseguição aguardam os que ainda tentam entrar pelos quase 4 mil quilômetros de fronteiras. Disponível em: www.adital.com.br (adaptado). O texto aborda a situação atual dos imigrantes

  18. 78

    PUC-RS 2016

    Guerras civis e guerras de fundamentalistas religiosos têm provocado atentados terroristas como, por exemplo, o ocorrido em Paris, em 13 de novembro último. Também como consequência trágica desses conflitos, um contingente considerável de pessoas migra entre o Oriente Médio e a Europa, caracterizando a formação de grupos de refugiados em deslocamento. Esse tipo de mobilidade humana abandona áreas conflagradas em busca de paz e qualidade de vida.   Nesse contexto, podemos considerar como uma área de repulsão e como uma área de atração de grupos de refugiados, respectivamente,

  19. 79

    FUVEST 2008

    Segundo dados do IBGE (2006), o estado de São Paulo tem-se caracterizado por um número maior de pessoas que dele saem.   Segundo estudiosos, tal fenômeno é relativamente novo e diz respeito, principalmente, à

  20. 80

    FGV-RJ 2012

    Em julho de 2011, a Organização das Nações Unidas (ONU) declarou crise de fome em algumas partes do sul da Somália, o que significa que mais de 30% da população está desnutrida. Sobre essa crise, considere as seguintes afirmações: I As fortes secas que atingiram a região nos últimos anos resultaram em perda generalizada de colheitas. II O quadro de instabilidade política dificulta a distribuição de alimentos nas áreas atingidas. III A crise alimentar aumentou dramaticamente tanto o número de deslocados internos quanto o de refugiados na região.   Está correto apenas o que se afirma em  

  21. 81

    UFAL 2009

    Eixo temático – Redes e escalas: entre pontos e movimentos As migrações internacionais nos últimos dois séculos podem ser divididas em, pelo menos, três fases distintas: a que durou do século XIX até a Segunda Guerra Mundial, a que se iniciou em 1945 e foi até o início dos anos 1970 e a atual. O Brasil esteve sempre inserido nessas três fases, seja como receptor ou emissor de fluxos migratórios.   Sobre a participação do Brasil nas três fases de fluxos migratórios internacionais pode-se inferir que:

  22. 82

    UFC 2006

    Em  tempos  neoliberias,  o  processo  de  globalização,  que  interliga  lugares,  através  da movimentação  de pessoas, de valores, de  capitais  e de mercadorias, pode ocasionar  situações que expõem a humanidade a condições  de  risco.    Entre  as mais  graves  e/ou  sobre  as  tentativas  de  evitá-las,  é  possível  destacar

  23. 83

    UPE 2012

    Após a Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945), o mundo assistiu às grandes transformações econômica, financeira, política e cultural. No Brasil, ocorreu um processo significativo de mudança na economia, operando um mecanismo de considerável concentração de riqueza.   Sobre isso, assinale a alternativa CORRETA.

  24. 84

    PUC-MG 2008

    A ONU alerta que o ressecamento do solo poderá afugentar 50 milhões de pessoas em uma década, atingindo principalmente a África Subsaariana e a Ásia Central.   NÃO confirma a afirmativa acima: 

  25. 85

    UFJF 2014

    Pedidos de refúgio no Brasil cresceram 800% nos últimos dias Entre 2 e 3 de agosto deste ano, o Acnur (Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados) apoiou a realização da Copa dos Refugiados, que contou com a participação de aproximadamente 200 estrangeiros que vivem no Brasil.[...] O evento aconteceu em São Paulo, onde mora a maioria dos refugiados que está no país, e foi organizado pelos próprios estrangeiros. Entre os participantes estão seleções de países como Síria, Colômbia, Mali, Afeganistão, Serra Leoa, Paquistão e República Democrática do Congo. A Nigéria foi a campeã da Copa. ONU. Notícias e Mídias. Rádio ONU. 6 ago. 2014. Disponível em: http://www.unmultimedia.org. Acesso em: 10 ago. 2014.   Entre as razões que justificam o recente aumento de pedidos de refúgio no Brasil está a

  26. 86

    UNCISAL 2016

    Paratodos O meu pai era paulista Meu avô, pernambucano O meu bisavô, mineiro Meu tataravô, baiano Meu maestro soberano Foi Antônio Brasileiro [...] Disponível em: http://letras.mus.br. Acesso em: 28 out. 2015.     O trecho da letra da música Paratodos, de Chico Buarque, retrata uma dimensão brasileira muito importante para compreender a

  27. 87

    UNCISAL 2010

    Sabe-se que nos dias atuais a maioria da população mundial vive nas cidades. Pode-se atribuir a esse fato, como uma das causas,

  28. 88

    UEG 2008

    O Brasil passou por um acelerado processo de urbanização a partir da década de 1950. Num período de apenas 50 anos, deixou de ser um país de população rural, constituindo-se em um país urbano com 81% de sua população residindo na cidade (IBGE, Censo 2000).   Sobre a urbanização brasileira, é CORRETO afirmar:

  29. 89

    UEG 2004

    Sobre fluxos migratórios, considere as proposições a seguir:   I. A intensificação dos fluxos migratórios internacionais traz conseqüências perversas, uma vez que desterritorializa indivíduos e grupos sociais e não garante a sua inserção na sociedade de destino. II. A emigração de brasileiros atinge tanto trabalhadores especializados quanto os sem qualificação profissional, que não foram absorvidos pelo mercado interno. III. Nos últimos anos, a migração internacional de mulheres tem aumentado dos países periféricos para os centrais, onde passam a exercer, quase sempre, tarefas domésticas e até a prostituição. IV. A migração clandestina para os Estados Unidos da América e União Européia tem sido cada vez mais reprimida, culminando com prisões e deportações. V. Nos últimos anos, o governo brasileiro vem implementando ações para direcionar os fluxos migratórios para o exterior, no sentido de minimizar as reivindicações dos movimentos sociais.   Assinale a alternativa CORRETA:

  30. 90

    UNICENTRO 2013

    Sobre os deslocamentos de população, particularmente com relação à imigração para países que apresentam maiores atrativos, assinale a alternativa correta.

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos