Exercícios de Baixa Idade Média - Renasc. Comercial e Urbano

Voltar para exercícios de História

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Baixa Idade Média - Renasc. Comercial e Urbano dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 31. UFV 2010
    No decorrer da Idade Média, a Igreja constituiu-se na instituição social mais poderosa do Ocidente. Essa influência acabou gerando conflitos entre o Papado e os Reis e Imperadores, no momento em que estes últimos tentaram reforçar sua autoridade, como na conhecida Questão das Investiduras (1075-1122), ocorrida no Sacro Império Romano-Germânico. Sobre a Questão das Investiduras, é CORRETO afirmar que nela o Imperador:
  2. 32. UFV 2010
    Muitas cidades medievais cresceram a partir de ruínas do Império Romano. As formas que essas cidades tomaram dependeram das ocupações geradas pelas várias tribos germânicas e também pela influência arquitetônica desses povos somada ao estilo românico, cuja permanência foi mais visível na Itália.   A partir dos conhecimentos sobre as cidades medievais, assinale a afirmativa CORRETA:
  3. 33. UFV 2011
    O chamado renascimento das cidades, ocorrido na Europa a partir do final do século XI, propiciou o desenvolvimento da produção artesanal e a necessidade de regulamentação do trabalho do artesão, que era feita pela corporação de ofício.   Em relação à corporação de ofício, considere as afirmativas abaixo, atribuindo V para as verdadeiras e F para as falsas:   ( ) Ela integrava os artesãos de um mesmo ofício. ( ) Para trabalhar, o artesão precisava estar vinculado a ela. ( ) Era responsável pela regulamentação da jornada de trabalho. ( ) Definia o preço de venda da mercadoria e a qualidade do produto. ( ) Contribuía com a assistência social por meio de doações a viúvas e inválidos.   Assinale a sequência CORRETA:
  4. 34. UPE 2014
    Conforme a época, a cristandade medieval insistia ou na imagem positiva do homem, ser divino, criado por Deus à sua semelhança, associado à sua criação (já que Adão deu nome a todos os animais), chamado a encontrar de novo o paraíso perdido por sua culpa, ou na imagem negativa, a do pecador sempre pronto a sucumbir à tentação, a renegar Deus e, por conseguinte, a perder o paraíso para sempre, a mergulhar na morte eterna. (LE GOFF, Jacques. (dir.). O homem medieval. Lisboa: Presença, 1989, p. 11.)   Sobre a realidade apresentada no texto, assinale a alternativa CORRETA.
  5. 35. UPE 2014
    Mesmo fora dos grandes cinturões de pobreza, que multiplicavam por todos os caminhos o número de mulheres que se ofereciam, moças vagabundas iam, com ou sem os seus rufiões, de cidade em cidade, reforçando aqui e ali o pequeno grupo de mulheres “comuns a muitos”. Elas adaptavam o seu itinerário ao calendário das feiras e mercados, das peregrinações e dos grandes trabalhos agrícolas. (ROSSIAUD, Jacques. A prostituição na Idade Média. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991, p. 20.)   Sobre a temática apresentada, assinale a alternativa CORRETA.
  6. 36. UPE 2012
    A Idade Média, taxada por alguns de “idade das trevas”, legou à contemporaneidade uma série de inovações no campo tecnológico, artístico e cultural. Qual das alternativas a seguir apresenta inovações que não pertencem à Idade Média?
  7. 37. UFAM 2010
    “Afirmar que a Igreja é a instituição dominante da sociedade feudal não quer dizer que ela não se defronte com nenhuma contestação, nem que seu poder seja ilimitado. Ao contrário, além das tensões internas que a animam, a instituição eclesial afronta, em sua obra de dominação, hostilidades silenciosas e rebeliões abertas... Percebe-se que toda ordem tem necessidade de contestações e de desordens para melhor impor sua legitimidade (a ponto de forjá-las se não as encontra à sua altura)”. BACHET, Jerôme. A Civilização Feudal. Do Ano Mil à Colonização da América.   O historiador Jerôme Bachet está se referindo aos movimentos heréticos que eclodiram no Ocidente Europeu, no período da Baixa Idade Média. Dentre as heresias citadas abaixo, apenas uma está relacionada a este período. Assinale-a:
  8. 38. UFLA 2012
    A partir do século XI, o desenvolvimento das cidades e do comércio provocou várias mudanças na organização da sociedade europeia: Com base nessa informação analise as afirmativas abaixo como V (verdadeira) ou F (falsa). ( ) Surgimento de grupos sociais urbanos como os mercadores, artesãos e banqueiros. ( ) Existência de diferentes formas políticas como as cidades-repúblicas italianas. ( ) Desenvolvimento de uma cultura urbana, mas ainda tendo a igreja como centro irradiador, com temas religiosos ocupando grande parte das produções artísticas. ( ) Crescimento populacional, com certa mobilidade social, e o surgimento de homens educados e leigos que passam a criticar os valores da cultura medieval.   Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
  9. 39. UFLA 2013
    “Não é tarefa simples medir o clima mundial ou modelar e projetar seu comportamento futuro. E temperatura é apenas um dos parâmetros. Qualquer alteração na radiação recebida do Sol ou perdida para o espaço, ou mudanças na redistribuição dentro da atmosfera ou entre esta, a terra e os oceanos podem afetar o clima. Há forças positivas ou negativas [...].” Fonte: KERR, Américo. Le Monde Diplomatique Brasil. nº 54. Janeiro 2012. p. 10.   O texto relata questões climáticas do mundo atual. Para a sociedade medieval ocidental, as questões climáticas como apresentadas no trecho eram explicadas pelo princípio da:
  10. 40. UFLA 2012
    “Dispondo de imenso poder econômico, político e cultural, a igreja marcou sua presença impregnando com a força da religião o dia a dia dos indivíduos e as instituições medievais. Sob a suserania do Papa, ao qual se subordinavam desde o homem comum até Reis e Imperadores, a Europa era concebida como uma ‘República Christiana’.” Fonte: AQUINO, R. S. L. de. (org). História das sociedades: das comunidades primitivas às sociedades medievais. 10. ed. Rio de Janeiro: ao Livro Técnico, 1980. p. 287.   Justificam a ideia central do texto sobre origem do poder da igreja no Medievo, EXCETO:
  11. 41. UNICENTRO 2011
    Durante a Idade Média alguns grupos foram denominados “hereges” devido às suas posturas em relação ao poder da Igreja católica. Os hereges eram
  12. 42. UNICENTRO 2013
    A sociedade medieval, marcadamente religiosa, pode ser compreendida pela análise das transformações das formas e das características de seus templos: um que representaria a “força de Deus”, produzido na Alta Idade Média, e o outro que retrataria a “grandeza de Deus”, constituído na Baixa Idade Média. Assinale a alternativa que apresenta, correta e respectivamente, os estilos associados a essas representações expressas pela arquitetura medieval.
  13. 43. UNESP 1989
    A vida cultural europeia, na Baixa Idade Média (do XI ao XV séculos), pode ser caracterizada pelo(a):
  14. 44. FUVEST 1990
    A proliferação das universidades medievais, no século XIII, responsável por importantes transformações culturais, está relacionada:
  15. 45. FUVEST 1990
    "A partir do século XII, diversos agentes sociais reivindicariam o conhecimento de habilidades que só eram possíveis com o domínio da leitura e da escrita. De fato, funcionários municipais ou membros do funcionalismo dos nascentes Estados Nacionais tinham que elaborar documentos oficiais e decretos que pudessem organizar as ações reais. Paralelamente, a burguesia também fazia semelhante reivindicação com o intuito de calcular seus lucros, elaborar contratos e redigir letras de câmbio. Foi nesse novo contexto que algumas escolas leigas, geralmente financiadas pelo interesse burguês, surgiam com a intenção de colocar o saberes para fora dos portões da Igreja. Em pouco tempo, eficazes centros de ensino surgiriam, dando origem as primeiras universidades de que se tem notícia. Sem dúvida alguma, essa viria a ser uma das mais expressivas contribuições deixadas pela “tenebrosa” era medieval para o mundo contemporâneo." Disponível em http://www.brasilescola.com/historiag/universidades-medievais.htm . Acesso julho 2014.   A proliferação das universidades medievais, no século XIII, responsável por importantes transformações culturais, está relacionada
  16. 46. UFPE 1995
    Com o fim das invasões bárbaras na Europa, entre os séculos XI e XIV, a população europeia experimentou um clima de maior segurança e, conseqüentemente, houve um aumento quantitativo desta população. Com relação a este período, assinale a alternativa correta:
  17. 47. MACKENZIE 1998
    "Chegou o dia em que o comércio cresceu, e cresceu tanto que afetou profundamente toda a vida da Idade Média. O século XI viu o comércio andar a passos largos; o século XIl viu a Europa ocidental transformar-se em conseqüência disso.'' Leo Huberman                        Assinale a alternativa relacionada ao texto anterior.
  18. 48. UNCISAL 2009
    Assinale a alternativa que caracteriza corretamente a sociedade feudal.
  19. 49. UFLA 2013
    TEXTO I “Nos condados [...] os trabalhadores, míseros e pobres morriam. Caíam sem vida, pelas vilas esparsas e pelos campos [...] morriam, não como homens, e sim como animais, pelas ruas, plantações, pelas casas de dia e de noite.” Fonte: BOCCACCIO, Giovanni. Decamerão. In: MARQUES, Adhemar e outros. História Moderna através de textos. São Paulo: Contexto, 2008. p. 34 (Fragmento).   TEXTO II “Em 17 de outubro de 1899, o Governo Federal notificado da existência da doença [...] ultimou-se a defesa da cidade, perseguindo-se por todos os modos os ratos, distribuindo-se veneno [...] instruindo-se o povo do perigo das pulgas e dando conselhos relativos à perfeita limpeza domiciliar [...].” Fonte: ÁLVARO, Guilherme. A campanha sanitária de Santos: suas causas e seus efeitos [1919]. Disponível em: www.novomilenio.inf.br Acesso em 14/9/2012 (Adaptado).   TEXTO III “A grande mortandade teve início em Avignon [...]. A Epidemia [...] manifestava-se com febre e expectoração sanguinolenta [...] inchação nas axilas e nas virilhas e os doentes morriam em 5 dias.” Fonte: CHAULIAC, Guy de [sec XIV]. In: ALVES, Elaine. A medicina na Idade Média. Disponível em: www.unb.br Acesso em 14/9/2012.   Os textos descrevem de forma comum uma doença que atingiu a humanidade em surtos de epidemia ao longo da história. A doença em questão é:
  20. 50. UEMA 2015
    No século XI, o bispo Fulbert de Chartes foi convidado a escrever sobre a fórmula da fidelidade e assim o fez: Aquele que jura fidelidade a seu senhor deve ter sempre em mente estes seis princípios: proteção, segurança, honra, interesse, liberdade, faculdade. Proteção, quer dizer, nada deve ser feito em prejuízo do senhor quanto ao seu corpo. Segurança, nada em prejuízo da residência onde ele habita ou de suas fortalezas nas quais ele possa se achar. Honra, quer dizer, nada em detrimento de sua justiça ou do que possa sua honra depender. Interesse, quer dizer, nada que possa prejudicar suas possessões. Liberdade e faculdade, quer dizer, o bem que o senhor possa fazer não lhe deva ser tornado difícil e o que ele esteja fazendo tornado impossível (...) Fonte: Fulbert de Chartres. Epistolae, LVIII, ano 1020. In: Jaime Pinsky. Modo de produção feudal. 2 ed. São Paulo: Global, 1982.   Os princípios apresentados na cerimônia descrita pelo texto fazem referência às relações sociais entre
  21. 51. UNISC 2007
    “Um sistema de organização econômica, social e política baseado nos vínculos de homem a homem, no qual uma classe de guerreiros especializados - os senhores -, subordinados uns aos outros por uma hierarquia de vínculos de dependência, domina uma massa campesina que explora a terra e lhe fornece com que viver.” A definição acima, de Jacques Le Goff, um dos maiores medievalistas contemporâneos, refere-se ao:
  22. 52. UNIMONTES 2011
    “O fator mais profundo (...) reside provavelmente (...) no colapso dos mecanismos de reprodução do sistema num ponto limite das suas capacidades últimas. Parece particularmente claro que o motor básico que impulsionara durante três séculos toda a economia (...), ou seja, a recuperação das terras incultas, acabou por levá-lo para além dos limites objetivos da estrutura do terreno e da sociedade. A população continuava a aumentar, enquanto era cada vez menor a rentabilidade nas terras marginais ainda suscetíveis de conversão em função do nível técnico existente, e os solos deterioravam-se devido aos erros de exploração e ao caráter febril destas atividades.” (Fonte: ANDERSON, Perry. Apud MAZZEO, A.C. Estado e burguesia no Brasil. Belo Horizonte: Oficina de Livros, 1989, p. 28 – Adaptado) Nesse texto, o autor refere-se à
  23. 53. FEI
    Com relação às Cruzadas, é correto dizer que:
  24. 54. UEFS 2015
    Apesar de suas limitações na Alta Idade Média, a economia medieval lançou as bases das transformações que levaram à expansão do mundo europeu no século XV.   Entre essas bases, destaca-se
  25. 55. UNICENTRO 2010
    O feudalismo consiste em um conjunto de práticas envolvendo questões de ordem econômica, social e política. Entre os séculos V e X, a Europa Ocidental sofreu uma série de transformações que possibilitaram o surgimento dessas novas maneiras de se pensar, agir e relacionar. (O FEUDALISMO consiste em um conjunto... Disponível em: . Acesso em 22 ago. 2011). A sociedade medieval europeia, durante o período da Alta Idade Média, época do apogeu do feudalismo, se caracterizava
  26. 56. FAAP
    Durante a Idade Média, na Europa Ocidental, predominava o sistema feudal, cujos fundamentos eram:
  27. 57. UEL 2011
    "Tem-se como absolutamente certo que, a partir do fim do século VIII, a Europa Ocidental regrediu ao estado de região exclusivamente agrícola. É a terra a única fonte de subsistência e a única condição de riqueza. Todas as classes da população, desde o imperador, que não possuía outras rendas além das de suas terras, até o mais humilde dos servos, todos viviam direta ou indiretamente, dos produtos do solo, fossem eles fruto de seu trabalho, ou consistissem, apenas, no ato de colhê-los e consumi-los. [...] Toda a existência social funda-se na propriedade ou na posse da terra." (PIRENNE, H. "História econômica e social da Idade Média". São Paulo: Mestre Jou, 1968. p.13.) De acordo com os conhecimentos sobre o tema e a sociedade feudal européia, considera-se:
  28. 58. UNIMONTES 2012
    Sobre a Europa feudal, é CORRETO afirmar:
  29. 59. FUVEST 2014
    Durante muito tempo, sustentou-se equivocadamente que a utilização de especiarias na Europa da Idade Média era determinada pela necessidade de se alterar o sabor de alimentos apodrecidos, ou pela opinião de que tal uso garantiria a conservação das carnes.   A utilização de especiarias no período medieval  
  30. 60. UNIOESTE 2014
    Sobre o período denominado de "Idade Média Ocidental", é INCORRETO afirmar que
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login