Exercícios de Crise de 1929

Voltar para exercícios de História

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Crise de 1929 dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. PUC-RS 2010
    Inicialmente favorecida pelas condições internacionais do pós-Primeira Guerra, a economia dos Estados Unidos conheceu um período de forte expansão e euforia nos anos 1920. Todavia, ao final dessa década, o país seria um dos focos da crise mundial de 1929 e da Grande Depressão que a seguiu. Um dos motivos dessa violenta reversão de expectativas foi
  2. 2. Espcex (Aman) 2015
    Nos primeiros anos da década de 1930, o mundo assistiu a uma grave crise econômica que atingiu boa parte do mundo capitalista. Para combatê-Ia o governo dos Estados Unidos da América adotou um conjunto de medidas que ficou conhecido como New Deal. Esse programa
  3. 3. ENEM 2017
    Mas a Primeira Guerra Mundial foi seguida por um tipo de colapso verdadeiramente mundial, sentido pelo menos em todos os lugares em que homens e mulheres se envolviam ou faziam uso de transações impessoais de mercado. Na verdade, mesmo os orgulhosos EUA, longe de serem um porto seguro das convulsões de continentes menos afortunados, se tornaram o epicentro deste que foi o maior terremoto global medido na escala Richter dos historiadores econômicos — a Grande Depressão do entreguerras. HOBSBAWM, E. J. Era dos extremos: o breve século XX (1914-1991). São Paulo: Cia. das Letras, 1995.   A Grande Depressão econômica que se abateu nos EUA e se alastrou pelo mundo capitalista deveu-se ao(à)
  4. 4. FGV 2015
    Esses anos [pós-guerra] também foram notáveis sob outro aspecto, pois à medida que o tempo passava, tornava-se evidente que aquela prosperidade não duraria. Dentro dela estavam contidas as sementes de sua própria destruição. (J. K. Galbraith, Dias de boom e de desastre In J. M. Roberts (org), História do século XX, 1974, p. 1331) Segundo Galbraith,
  5. 5. UFV 2004
    O 'crash' da Bolsa de Nova York em 1929 afetou a economia mundial. Os Estados Unidos, sob o comando do Presidente Franklin Delano Roosevelt, adotaram o 'New Deal', como saída para a crise que o país atravessava. São características do 'New Deal': I. a intervenção deliberada do Estado na economia, contrapondo-se à tradição liberal americana. II. a criação de um amplo plano de obras públicas, como barragens e autoestradas, para gerar novos empregos. III. o incentivo ao aumento da produção para alimentar a população desempregada. IV. a criação de um fundo monetário destinado a financiar os países europeus em crise. V. a adoção de medidas visando ao equilíbrio entre o custo da produção e o valor final das mercadorias. Das alternativas abaixo, assinale aquela que apresenta apenas as características CORRETAS:
  6. 6. ENEM 2017
    O New Deal  visa restabelecer o equilíbrio entre o custo de produção e o preço, entre a cidade e o campo, entre os preços agrícolas e os preços industriais, reativar o mercado interno – o único que é importante – pelo controle de preços e da produção, pela revalorização dos salários e do poder aquisitivo das massas, isto é, dos lavradores e operários, e pela regulamentação das condições de emprego. CROUZET, M. Os Estados perante a crise, In: História geral das civilizações. São Paulo: Difel, 1977 (adaptado). Tendo como referência os condicionantes históricos do entreguerras, as medidas governamentais descritas objetivavam
  7. 7. IBMEC-RJ 2009
    Inúmeras foram as consequências da Crise de 29. Dos itens a seguir, assinale o que NÃO está relacionado a ela:
  8. 8. PUC-CAMP 1998
    Considere as afirmações a seguir. I. Paralisação do crescimento alemão, que vinha se verificando desde 1925, graças aos investimentos norte-americanos. II. Redefinição da ordem mundial em favor das superpotências: Estados Unidos, que confirmam a sua hegemonia no bloco capitalista, e a URSS, que emerge como potência de primeira grandeza, exercendo uma considerável influência na Europa Oriental. III. Fortalecimento dos ideais liberais e democráticos, em todos os países europeus. IV. Colapso do comércio internacional, o que leva a uma restrição ainda maior da produção mundial, tanto de matérias-primas e produtos agrícolas, como de produtos industrializados. V. Necessidade de reciclagem das chamadas economias periféricas, que apresentavam um nítido caráter cíclico. (...) A partir de então, os países da América Latina, notadamente Brasil, México e Argentina, aceleraram seu processo de industrialização, através de tarifas protecionistas, desvalorização cambial e mesmo decisão política dos Estados. O período Entre-Guerras (1919-1939) foi marcado pela maior crise até então enfrentada pelo capitalismo: a crise de 29, crise de superprodução que atingiu em maior ou menor intensidade todos os países. Identificam os efeitos dessa crise, SOMENTE
  9. 9. UFPE 2002
    Sobre a crise econômica de 1929 e sua relação com o liberalismo, assinale a alternativa correta.
  10. 10. FGV 2013
    Quando se processaram as eleições de novembro de 1932, o pais estava numa situação pior do que nunca. Todas as 'curas' do Sr. Hoover não conseguiram dar vigor ao paciente moribundo. Os trabalhadores eram assolados pelo desemprego; os lavradores eram arrasados pela crise da agricultura; a classe mdia tinha perdido suas economias nas falências dos bancos e temia pela sua segurança econômica. Em 8 de novembro de 1932 o povo americano elegeu Franklin D. Roosevelt para presidente dos Estados Unidos. O 'New Deal' do Sr. Roosevelt foi chamado de revolução. Era e não era. Era uma revolução quanto as ideias, mas não na sua parte econômica. [Leo Huberman, História da riqueza dos EUA (Nós, o povo)] Não era uma revolução econômica, pois
  11. 11. ENEM 2009
    (Cancelado) A depressão econômica gerada pela Crise de 1929 teve no presidente americano Franklin Roosevelt (1933 - 1945) um de seus vencedores. New Deal foi o nome dado a série de projetos federais implantados nos Estados Unidos para recuperar o pais, a partir da intensificação da prática da intervenção e do planejamento estatal da economia. Juntamente com outros programas de ajuda social, o New Deal ajudou a minimizar os efeitos da depressão a partir de 1933. Esses projetos federais geraram milhões de empregos para os necessitados, embora parte da força de trabalho norte-americana continuasse desempregada em 1940. A entrada do pais na Segunda Guerra Mundial, no entanto, provocou a queda das taxas de desemprego, e fez crescer radicalmente a produção industrial. No final da guerra, o desemprego tinha sido drasticamente reduzido. EDSFORD, R. America's response to the Great Depression. Blackwell Publishers, 2000 (tradução adaptada). A partir do texto, conclui-se que
  12. 12. UEPB 2013
    Em 1933, Franklin Delano Roosevelt tomou posse para cumprir mandato como o 32o presidente dos Estados Unidos da América. Os EUA experimentavam a mais aguda de todas as suas crises, em consequência do "Crack da Bolsa de Nova York de 1929". Para se ter ideia da extensão dos danos, um quarto da força de trabalho norte-americana estava desempregado, sem contar os trabalhadores subempregados e os que tinham desistido de procurar emprego. Assinale a única alternativa INCORRETA.
  13. 13. IBMECRJ 2009
    A crise que atingiu a Bolsa de Nova York, em 1929, serviu para demonstrar a crise do modelo liberal aplicado na economia norte-americana e para superá-la foi executado um programa que tinha como base:
  14. 14. MACKENZIE 2000
    Tomei consciência pela primeira vez do problema do desemprego em 1929. Lembro-me do choque, do espanto que senti, quando pela primeira vez me misturei com vagabundos e mendigos, ao descobrir que uma boa parte, talvez uma quarta parte dessa gente, eram jovens e honestos contemplando seu destino: era como se nunca mais fossem ter a oportunidade de voltar a trabalhar. Nessas circunstâncias era inevitável, no início, que fossem perseguidos por um sentimento de degradação pessoal. (George Orwell)   A solução dessa crise econômica foi implementada por F.D. Roosevelt, que formulou um conjunto de medidas denominada de:
  15. 15. MACKENZIE 1999
    A partir do ano de 1932, o Presidente norte-americano F. D. Roosevelt adotou um conjunto de medidas, o "New Deal", com o objetivo de resgatar o crescimento econômico interrompido pelo "crack" de 1929.   Dentre essas medidas destacamos:  
  16. 16. UFG 2005
    A crise de 1929 abalou os Estados Unidos. Em 1933, Franklin Delano Roosevelt foi eleito com o objetivo de recuperar o país por meio do programa conhecido como New Deal, que propunha
  17. 17. UECE 2016
    O final dos anos 1920 e o início dos anos 1930 foram marcados por uma crise financeira generalizada, agravada pela quebra da bolsa de Nova York, que, no Brasil, afetou mais fortemente a
  18. 18. UFMG 1999
    O Estado apareceu como um agente econômico particular, cuja intervenção assumia um caráter legítimo, não mais em tempo de guerra apenas, mas também em tempo de paz, para sustentar o crescimento econômico. Mudança ideológica considerável, que dominou as idéias desde a Grande Depressão dos anos 30 até meados dos anos 70 - período keynesiano -, ligada ao advento da política econômica. O keynesianismo caracterizou programas ao redor do mundo, tal como a(o)
  19. 19. UNESP 2012
    A história dos vinte anos após 1973 é a de um mundo que perdeu suas referências e resvalou para a instabilidade e a crise. Só no início da década de 1990 encontramos o reconhecimento de que os problemas econômicos eram de fato piores que os da década de 1930. Em muitos aspectos, isso era intrigante. Por que deveria a economia mundial ter-se tornado menos estável? (Eric Hobsbawm. Era dos extremos, 1995. Adaptado.)     Os problemas econômicos da década de 1930, citados no texto, derivaram, entre outros fatores,
  20. 20. FGV 2014
    O New Deal caracterizou-se por um conjunto de medidas econômicas que visavam
  21. 21. UNIMONTES 2014
    Acerca da crise econômica, historicamente conhecida como Crise de 1929, marque C (Correta) ou I (Incorreta) nas afirmativas abaixo. ( ) A crise de 1929 atingiu praticamente todos os ramos da economia: agricultura, indústria, comércio e sistema financeiro. ( ) Foram características da crise de 1929, entre outras, a queda generalizada dos preços dos produtos agrícolas e o desemprego. ( ) A crise de 1929 levou ao aumento dos preços dos produtos industriais, pois ocorreu queda da produção industrial. ( ) A crise de 1929 não afetou a periferia do sistema capitalista, pois ocasionou uma grande retração do comércio mundial. Assinale a alternativa que contém a sequência CORRETA.
  22. 22. UFSJ 2012
    “Na política, ele aplicou o princípio do Nunca mais. Com tantos pobres, com tantos famintos nos Estados Unidos, nunca mais o mercado como fator exclusivo de obtenção de recursos. Por isso, decidiu realizar sua política do pleno emprego. E desse modo não somente atenuou os efeitos sociais da crise como seus eventuais efeitos políticos de fascistização com base no medo massivo. O sistema de pleno emprego não modificou a raiz da sociedade, mas funcionou durante décadas. Funcionou razoavelmente bem nos Estados Unidos, funcionou na França, produziu a inclusão social de muita gente, baseou-se no bem-estar combinado com uma economia mista que teve resultados muito razoáveis [...]. Alguns Estados foram mais sistemáticos, como a França, que implantou o capitalismo dirigido, mas em geral as economias eram mistas e o Estado estava presente de um modo ou de outro.” Fonte: Entrevista do historiador Eric Hobsbawm, argentino, p. 12. Disponível em: . O texto faz referência às iniciativas do presidente norte-americano Franklin Roosevelt e remete
  23. 23. UNIRIO
    A grave crise econômico-financeira que atingiu o mundo capitalista, na década de 30, tem suas origens nos Estados Unidos. A primeira medida governamental que procurou, internamente, solucionar essa crise foi o "New Deal", adotado por Roosevelt, em 1933. Uma das medidas principais desse programa foi o(a):
  24. 24. FGV 2001
    No início dos anos 30 a produção industrial estava, aproximadamente, 38% menor do que anteriormente a 1929. Os EUA, para responder a essa crise mundial do capitalismo, implementaram internamente a política do "New Deal", que consistia em:
  25. 25. UNIOESTE 2013
    “No final da década de 20, ocorreu uma das maiores crises vividas pelo capitalismo: a Grande Depressão. Este fenômeno foi determinado por uma crise de superprodução que atingiu todos os países capitalistas.” MARQUES, Adhemar; BERUTTI, Flávio; FARIA, Ricardo. História Contemporânea Através de Textos. 11ª edição. São Paulo: Contexto, 2005. p. 155. Tendo por base o fragmento transcrito acima, sobre a crise de 1929, é correto afirmar que
  26. 26. UEL 2009
    Com base nos conhecimentos sobre a crise econômica mundial do período de 1929, considere as afirmativas a seguir.   I - Após a Primeira Guerra Mundial, as nações derrotadas, como a Alemanha e a Áustria, foram auxiliadas em sua reconstrução econômica pelas potências vencedoras, Inglaterra e França, com pesados investimentos nos setores de energia e siderurgia. II - O impacto da Crise de 1929 foi mundial, estendendo-se dos Estados Unidos para todos os países capitalistas, desenvolvidos ou não. III - O excesso de intervenção dos Estados Nacionais na economia foi a principal causa da Grande Depressão, ao desestimular o crescimento econômico da iniciativa privada. IV - Nos Estados Unidos, a Grande Depressão começou a ser combatida através do New Deal, política pela qual o Estado Nacional interveio na economia, injetando recursos públicos em reformas sociais e econômicas bem como disciplinando as relações capitalistas.   Assinale a alternativa correta.
  27. 27. PUC-CAMPINAS 2017
    Não há dúvida de que a Semana havia sido concebida pelos seus idealizadores para causar furor, marcar uma data, gerar atritos e instaurar-se como marco simbólico de uma transformação. Sem reações de desagrado, sem polêmica e sem vaias, o plano corria o risco de naufragar. A imprensa, aliás, já tocara na ferida, na cobertura da primeira noite, ao notar que a expectativa hostil do público se transformara em aplausos – o oposto do que se esperava de um acontecimento futurista (...). (GONÇALVES, Marco Augusto. 1922. A semana que não terminou. São Paulo: Companhia das Letras, 2012. p. 299) Na América Latina, a grande imprensa, bem como outros veículos de massas, participou de campanhas e programas que buscavam valorizar a imagem dos Estados Unidos no continente. Isso foi notório durante a
  28. 28. UNCISAL 2010
    Na década de 1930, a depressão econômica nos Estados Unidos foi enfrentada pelo presidente Franklin Delano Roosevelt com a adoção de um conjunto de medidas caracterizadas por
  29. 29. UNICENTRO 2012
    A crise financeira mundial de 1929 e a de 2008 apresentam, como dado de semelhança,
  30. 30. PUC-RJ 2012
    Com relação à crise econômica iniciada com a quebra da Bolsa de Valores americana em 1929, é  CORRETO afirmar que:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login