Exercícios de Economia Mineradora

Voltar para exercícios de História

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Economia Mineradora dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 12000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UTFPR
    Na História do Brasil, em relação ao ciclo minerador, pode-se afirmar que: I) A capital da colônia foi transferida de Salvador para a cidade do Rio de Janeiro. II) Por dois séculos, os paulistas monopolizaram a exploração do ouro, apesar das tentativas fracassadas de outros grupos. III) Ocorreu o povoamento e a urbanização da região das Minas Gerais. Está(ão) correta(s) somente:
  2. 2. UFRJ
    "Cada ano, vêm nas frotas quantidade de portugueses e de estrangeiros, para passarem às minas. Das cidades, vilas, recôncavos e sertões do Brasil, vão brancos, pardos e pretos, e muitos indios, de que os paulistas se servem. A mistura é de toda a condição de pessoas: homens e mulheres, moços e velhos, pobres e ricos, nobres e plebeus, seculares e clérigos, e religiosos de diversos institutos, muitos dos quais não têm no Brasil convento nem casa." (Andre João Antonil, 'Cultura e opulência no Brasil por suas drogas e minas'.) Nesse retrato descrito pelo jesuíta Antonil, no início do século XVIII, o Brasil colónia vivia o momento
  3. 3. UNESP 2011
    Entre as características da sociedade da região das Minas Gerais no período da extração de ouro, no século XVIII, podemos citar
  4. 4. UNESP
    Se bem que a base da economia mineira também seja o trabalho escravo, por sua organização geral ela se diferencia amplamente da economia açucareira. (Celso Furtado, 'Formação econômica do Brasil“) A referida diferenciação se expressa
  5. 5. UPF 2013
    Durante o período colonial, o governo português explorava violentamente os habitantes da colônia chamada Brasil. A charge faz referência à chamada Derrama, instituída pelo Marquês de Pombal em 1765. Podemos afirmar que a Derrama era:
  6. 6. UFRGS 2013
    Leia o enunciado abaixo. A sede insaciavel do ouro estimulou a tantos a deixarem suas terras e a meterem-se por caminhos tão ásperos como são os das minas, que dificultosamente se podera dar conta do número de pessoas que atualmente lá estão (...). Cada ano, vêm nas frotas quantidades de portugueses e de estrangeiros para passarem as minas. Das cidades, vilas e recôncavos e sertões do Brasil, vão brancos, pardos e pretos, e muitos indios, de que os paulistas se servem. ANTONIL, Andre João. Cultura e opulência do Brasil. São Paulo: Melhoramentos; Brasília: INL, 1976. p. 167. ['Ia edição: 1711]. A descrição acima refere-se à sociedade formada na região das Minas Gerais, no seculo XVIII. A respeito dessa sociedade, considere as seguintes afirmações. I. A possibilidade de ascensão social era mais facilitada do que na atividade açucareira empreendida no Nordeste. II. A riqueza gerada promoveu o desenvolvimento de uma agricultura em grande escala, voltada para a exportação. III. O desenvolvimento acarretou uma sociedade urbana, heterogênea, composta por comerciantes, funcionários reais, profissionais liberais e escravos. Quais estão corretas?
  7. 7. UPF 2012
    Sobre a mineração que se desenvolveu no Brasil colonial, podemos afirmar:
  8. 8. UNESP 2014
    A efervescência que conheceram nas Minas [Gerais, do século XVlll] as artes e as letras também teve feição peculiar. Pela primeira vez na Colônia buscava-se solução própria para a expressão artística. (Laura Vergueiro. Opulência e miséria das Minas Gerais, 1983.) São exemplos do que o texto afirma:
  9. 9. ENEM 2017
    Na antiga Vila de São José del Rei, a atual cidade de Tiradentes (MG), na primeira metade do século XVIII, mais de cinco mil escravos trabalhavam na mineração aurífera. Construíram sua capela, dedicada a Nossa Senhora do Rosário. Na fachada, colocaram um oratório com a imagem de São Benedito. A comunidade do século XVIII era organizada mediante a cor, por isso cada grupo tinha sua irmandade: a dos brancos, dos crioulos, dos mulatos, dos pardos. Em cada localidade se construía uma igreja dedicada a Nossa Senhora do Rosário. Com a decadência da mineração, a população negra foi levada para arraiais com atividades lucrativas diversas. Eles se foram e ficou a igreja. Mas, hoje, está sendo resgatada a festa do Rosário e o Terno de Congado. CRUZ, L.Fé e identidade cultural. Disponível em: www.revistadehistoria.com.br. Acesso em: 4 jul. 2012.   Na lógica analisada, as duas festividades retomadas recentemente, na cidade mineira de Tiradentes, têm como propósito
  10. 10. ENEM 2016
    Quando a Corte chegou ao Rio de Janeiro, a Colônia tinha acabado de passar por uma explosão populacional. Em pouco mais de cem anos, o número de habitantes aumentara dez vezes. GOMES, L. 1808: como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil. São Paulo: Planeta do Brasil, 2008 (adaptado).   A alteração demográfica destacada no período teve como causa a atividade
  11. 11. UFSM 2011
    As duas figuras simbolizam dois processos econômicos que se consolidaram e se expandiram no século XVIII, provocando amplas e irreversíveis modificações nos respectivos ecossistemas. As relações históricas entre os dois processos podem ser consideradas
  12. 12. FGV 2007
    "(...) a terra que dá ouro esterilissima de tudo o que se ha mister para a vida humana (...). Porém, tanto que se viu a abundância de ouro que se tirava e a largueza com que se pagava tudo o que la ia, (...) e logo começaram os mercadores a mandar as minas o melhor que chega nos navios do Reino e de outras partes, assim de mantimentos, como de regalo e de pomposo para se vestirem, além de mil bugiarias de França (...) E, a este respeito, de todas as partes do Brasil se começou a enviar tudo o que a terra da, com lucro não somente grande, mas excessivo. (...) E estes preços, tão altos e tão correntes nas minas, foram causa de subirem tanto os preços de todas as coisas, como se experimenta nos portos das cidades e vilas do Brasil, e de ficarem desfomecidos muitos engenhos de açúcar das peças necessarias e de padecerem os moradores grande carestia de mantimentos, por se levarem quase todos aonde hão de dar maior lucro." (Antonil, 'Cultura e opulência do Brasil', 1711) No texto, o autor refere-se a uma das consequências da descoberta e exploração de ouro no Brasil colonial. Trata-se
  13. 13. ENEM PPL 2009
    No início do século XVIII, a Coroa portuguesa introduziu uma série de medidas administrativas para deter a anarquia, que caracterizava a zona de mineração, e instaurar certa estabilidade. O instrumento fundamental dessa política era a vila. RUSSELL- WOOD, A. J. R.. O Brasil colonial; o ciclo do ouro (1690-1750) In: História da América. São Paulo: Edusp, 1999, v. II, p. 484 (com adaptações). A zona de mineração a que o autor se refere localizava-se 
  14. 14. UFU 2001
    No Brasil, a sociedade que se estruturou na região das minas possuía características que a diferenciavam do restante da colônia. A esse respeito, assinale a alternativa correta.
  15. 15. PUC-MG 2016
    Os ouro-pretanos distribuíam-se pelos seis distritos já mencionados. Nos dois mais populosos – Ouro Preto e Antônio Dias – concentrava-se 50,77% da população, 48,13% dos livres e 56,56% dos cativos. Neste núcleo principal centralizava-se a vida administrativa, militar e religiosa da urbe. (LUNA, Francisco Vidal, COSTA, Iraci Del Nero da. Profissões, Atividades Produtivas e Posse de Escravos em Vila Rica ao Alvorecer do Século XIX. In.: LUNA, Francisco Vidal. Et.al. Escravismo em São Paulo e Minas Gerais. São Paulo: Imprensa Oficial/Edusp, 2009. p. 49) Os habitantes de Vila Rica, capital das Minas, eram de 8.867 indivíduos em 1804 segundo LUNA e COSTA (2009).   Os autores analisaram a sociedade do início do século XIX e apontaram as características do processo de povoamento verificado nas Gerais que as distingue de outras áreas, principalmente no que tange ao caráter tipicamente urbano de Vila Rica. Os dados do trecho selecionado também indicam uma distribuição social e confirmam:
  16. 16. UFES 2006
    A extração do ouro aparentemente simples atraiu milhares de pessoas para a América Portuguesa cuja população estimada passou de 300.000 habitantes em 1690 para 2.500.000 em 1780. Metade deste aumento demográfico ocorreu na região mineradora. Considerando essas informações pode-se afirmar que  
  17. 17. FAMERP 2017
    A descoberta de ouro, no Brasil do século XVII, provocou, entre outros,
  18. 18. UNIMONTES 2015
    Analise as afirmativas abaixo acerca da cobrança de impostos na região das Minas ao longo do século XVIII, marcando-as com C (correta) ou I (incorreta). ( ) De uma maneira geral, houve dois sistemas básicos de cobrança de impostos na região das Minas: o do quinto e o da capitação. ( ) O quinto consistia na determinação de que a quinta parte de todos os metais extraídos devia pertencer ao rei. O tributo era deduzido do ouro em pó ou em pepitas levadas às casas de fundição. ( ) A capitação foi lançada pela coroa para complementar o quinto e consistia em um imposto cobrado por cabeça diretamente aos escravos que eram obrigados a arcar com os custos do tributo. ( ) A capitação não incidia sobre a população livre mineradora e também não era cobrada sobre os estabelecimentos comerciais. A sequência CORRETA é:
  19. 19. UECE 2007
    A corrida do ouro, entre o final do século XVII e a primeira década do século XVIII, foi talvez a maior migração de homens brancos livres na América Portuguesa ao longo de todo o período colonial. Não há nada na história do Brasil que se compare a este movimento. ROMEIRO, Adriana. A Febre do Ouro. Revista Nossa História. Rio de Janeiro: ano III, n. 36, outubro, 2006, p 13/21.   No que compete à situação vivida pelos moradores das Gerais na época da corrida do ouro, considere as seguintes afirmativas:   I – Nos primeiros tempos, a fome foi companheira fiel dos povoadores que, desconhecendo a pobreza da zona mineradora, se lançavam  na aventura do ouro. Nas ondas de fome, ocorridas em períodos críticos, os trabalhadores recorriam à caça para garantir algum sustento. II – O sal era raro, mas a cachaça era farta. Nas condições em que trabalhavam (escravos, na maioria) a aguardente proporcionava um estado de semi-embriaguez que tornava mais suportáveis as condições de trabalho. III – A imagem caótica típica dos relatos dessa época, não correspondia à realidade, uma vez que a fluidez geográfica dos trabalhadores dava-se ao sabor das novas descobertas e do esgotamento das velhas lavras.   São corretas
  20. 20. UEG 2006
    A sede insaciável do ouro estimulou tantos a deixarem suas terras, a meterem-se por caminhos tão ásperos, como são os das minas, que dificilmente se poderá saber do número de pessoas que, atualmente, lá estão. Mais de 30 mil homens se ocupam, uns em catar, outros em mandar catar o ouro nos ribeiros. ANTONIL, André João. Cultura e opulência do Brasil, 1711. Belo Horizonte; São Paulo: Itatiaia; Edusp, 1982. p.167.   O padre André João Antonil foi um dos mais argutos observadores do mundo colonial. Seu olhar percebia, em detalhes, o processo de produção de riquezas tanto no engenho quanto na atividade mineradora. O ouro transformou em profundidade a vida na colônia, pois
  21. 21. UEG 2005
    A sede insaciável do ouro estimulou tantos a deixarem suas terras, a meterem-se por caminhos tão ásperos, como são os das minas, que dificilmente se poderá saber do número de pessoas que, atualmente, lá estão. Mais de 30 mil homens se ocupam, uns em catar, outros em mandar catar o ouro nos ribeiros. ANTONIL, André João. Cultura e opulência do Brasil, 1711. Belo Horizonte; São Paulo: Itatiaia; Edusp, 1982. p.167.   O padre André João Antonil foi um dos mais argutos observadores do mundo colonial. Seu olhar percebia, em detalhes, o processo de produção de riquezas tanto no engenho quanto na atividade mineradora. O ouro transformou em profundidade a vida na colônia, pois
  22. 22. PUC-MG
    A descoberta de ouro em Minas Gerais intensificou a ocupação do interior e as formações urbanas. Sobre os impactos do aumento populacional na região das minas, todas as afirmativas abaixo são corretas, EXCETO:    
  23. 23. UECE 2010
    Desde que os portugueses encontraram o ouro no Brasil, tanto o escoamento da produção colonial quanto o abastecimento das regiões produtoras foram feitos no lombo de animais de carga. SUPRINYAK, Carlos Eduardo. Revista de História da Biblioteca Nacional.  Ano 5, n. 52, p 76/77.   Com relação ao tema do fragmento acima, analise as afirmações a seguir.   I.  O comércio de animais de carga gerou imensa prosperidade para aqueles que lidavam com essa atividade, pois os animais que circulavam pelos caminhos das tropas significavam, eles mesmos, intensa atividade econômica. II.  Entre os séculos XVIII e XIX, essa atividade comercial, apesar de ter sido alvo de pesados impostos, fortaleceu a economia das regiões Sul e Centro-Sul do Brasil (hoje Sudeste). III.  Estes animais viabilizavam o transporte das riquezas no interior da Colônia e não constituíam-se em fonte rentável, posto que tinham longas distâncias a percorrer e morriam facilmente.   É correto o que se afirma em
  24. 24. UNIMONTES 2011
    Acerca da tributação na região das Minas Gerais, ao longo do século XVIII, marque a alternativa CORRETA.
  25. 25. UECE 2015
    A descoberta do ouro no interior de Minas deslocou parte da população colonial do litoral para o interior. A região das minas foi ocupada por centenas de novos habitantes que careciam de tudo: alimentos, roupas, gado, cavalos, produtos europeus e muitos escravos para trabalhar nas minas. Atente para o que se diz acerca dessa que ficou conhecida como a “sociedade do ouro”.   I. A base da sociedade mineira eram os africanos escravizados, que constituíam boa parcela dessa sociedade. E, embora não representasse a maioria da população, seu trabalho era fundamental. II. A atividade mineradora também deu origem a uma camada da sociedade que era extremamente pobre e que tinha sido atraída pela ilusão do ouro; era formada por escravos libertos e brancos pobres. III. Havia uma camada média, composta principalmente de brancos, que incluía pequenos comerciantes, tropeiros e pequenos produtores de gêneros agrícolas.   Está correto o que se afirma em 
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.