Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Banco de Exercícios

Lista de exercícios

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Era Napoleônica dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos

  1. 1

    UNESP 2011

    Artigo 5.° - O comércio de mercadorias inglesas é proibido, e qualquer mercadoria pertencente à Inglaterra, ou proveniente de suas fábricas e de suas colônias é declarada boa presa. (...) Artigo 7.° - Nenhuma embarcação vinda diretamente da Inglaterra ou das colônias inglesas, ou lá tendo estado, desde a publicação do presente decreto, sera' recebida em porto algum. Artigo 8.° - Qualquer embarcação que, por meio de uma declaração, transgredir a disposição acima, será apresada e o navio e sua carga serão confiscados como se fossem propriedade inglesa. (Excerto do Bloqueio Continental, Napoleão Bonaparte. Citado por Kátia M. de Queirós Mattoso. Textos e documentos para o estudo da história contemporânea (1789-1963), 1977.) Esses artigos do Bloqueio Continental, decretado pelo Imperador da França em 1806. permitem notar a disposição francesa de

  2. 2

    PUC-RJ 2008

    Como general, cônsul e, depois, imperador, Napoleão Bonaparte transformou a França de um país sitiado numa potência expansionista com influência em todo o continente europeu. No entanto, a expansão francesa com seus ideais burgueses encontrou muitas resistências principalmente entre as nações dominadas por setores aristocráticos. Assinale a opção que identifica corretamente uma ação implementada pelo governo napoleônico.

  3. 3

    MACKENZIE 2001

    Minha maior glória não consistiu em ter ganho quarenta batalhas; Waterloo apagará a memória de tantas vitórias. O que nada apagará, o que viverá eternamente, é o meu Código Civil. Napoleão Bonaparte O Código Civil Napoleônico, promulgado em 1804, assegurava:

  4. 4

    MACKENZIE 2000

    Sobre o Periodo Napoleônico é correto afirmar que:

  5. 5

    UFMG 2004

    Leia este texto: Antes, Napoleão havia levado o Grande Exército à conquista da Europa. Se nada sobrou do império continental que ele sonhou fundar, todavia ele aniquilou o Antigo Regime, por toda parte onde encontrou tempo para faze-lo; por isso também, seu reinado prolongou a Revolução, e ele foi o soldado desta, como seus inimigos jamais cessaram de proclamar. LEFEBVRE, Georges. A Revolução Francesa. São Paulo: IBRASA, 1966. p. 573. Tendo-se em vista a expansão dos ideais revolucionários proporcionada pelas guerras conduzidas por Bonaparte, é CORRETO afirmar que

  6. 6

    UEG 2012

    Em 1804, Napoleão Bonaparte recebeu o título de Imperador, mediante um plebiscito. Durante sua cerimônia de coroação, ele retirou do Papa a coroa e colocou-a em sua cabeça com as próprias mãos. Esse gesto ousado representou

  7. 7

    PUC-MG 2000

    A ascensão de Napoleão Bonaparte ao poder na França representou:

  8. 8

    UNESP 2005

    Durante o império de Napoleão Bonaparte (1804-1814), foi instituído um Catecismo, que orientava a relação dos indivíduos com o Estado. O cristão deve aos príncipes que o governam, e nós devemos particularmente a Napoleão 1o, nosso imperador, amor, respeito, obediência, fidelidade, serviço militar, os impostos exigidos para a conservação e defesa do império e de seu trono; nós lhe devemos ainda orações fervorosas pela sua salvação, e pela prosperidade espiritual e material do Estado. (Catecismo Imperial de 1806.) O conteúdo do Catecismo contradiz o princípio politico da cidadania estabelecido pela Revolução de 1789, porque

  9. 9

    UFU 2007

    A chamada "Era Napoleônica" (1799-1814) foi uma época marcada por grandes conflitos bélicos na Europa. Sobre esse momento e suas repercussões na história do continente americano, assinale a alternativa INCORRETA.

  10. 10

    ESPM 2019

    No dia do golpe, 9 de novembro, a sucessão dos eventos é fulminante. Os episódios têm início já às 5 horas da manhã quando as convocações para uma reunião urgente, às 7, são expedidas aos anciãos (excetuados os poucos inclinados ao golpe). Às 6, Talleyrand preparava a carta de demissão do diretor Barras; às 7, um magote de oficiais se acotovela nas portas da casa de Napoleão, que lhes fala da situação difícil do país (...) Na cidade, vendem-se por toda parte panfletos que apresentam Napoleão como o salvador. (Carlos Guilherme Mota. A Revolução Francesa)  O cenário descrito no texto deve ser relacionado com:  

  11. 11

    UFRGS 2020

    Considerando o contexto histórico e os desdobramentos da Revolução Francesa, assinale a alternativa que caracteriza a “Era Napoleônica”.   

  12. 12

    FUVEST 2011

    A cena retratada no quadro simboliza a Fonte: Francisco José de Goya y Lucientes, 03 de maio de 1808 em Madri.                  

  13. 13

    FGV-RJ 2015

    Napoleão Bonaparte assumiu o poder na França em 1799. A partir do chamado Golpe do 18 Brumário, tornou-se primeiro cônsul, depois primeiro cônsul vitalício e, posteriormente, imperador. Durante o seu governo,

  14. 14

    UNIMONTES 2009

    A escolha de Viena para realização do Congresso (...) foi simbólica, pois Viena era uma das únicas cidades não sacudidas pela Revolução, e a dinastia dos Habsburgos era símbolo da ordem tradicional, da ContraReforma e do Antigo Regime. REMOND, René. Apud BURKE, P. A Escrita da História. São Paulo: Unesp, 1992. O texto acima se refere à/ao 

  15. 15

    MACKENZIE 2000

    Sobre o Período Napoleônico é correto afirmar que:

  16. 16

    UFC 2006

    Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, uma realização de Napoleão Bonaparte, que representou uma consolidação das ideias da Revolução Francesa.

  17. 17

    PUC-CAMPINAS 2004

    Sob os preceitos do Iluminismo [...] a Academia Francesa de Ciências assumiu a incumbência de criar medições padronizadas. [...] A Academia convencionou que a unidade-padrão de comprimento seria a décima milionésima parte da distância entre o Polo Norte e o Equador. [...] Os padrões de massa e de volume foram calculados a partir do metro, seguindo o mesmo princípio. O grama foi definido como a massa de 1 decímetro cúbico de água pura a 4 ºC, temperatura em que atinge a maior densidade. O litro passou a equivaler ao volume de um cubo com 10 centímetros de lado (ou seja, 1 centímetro cúbico). Foi uma mudança e tanto. [...] Apesar da revolução no pensamento e na concepção de mundo, um fator não mudou: as medidas continuaram a ser usadas como instrumento de poder. [...] Na época, dois impérios rivalizavam em equilíbrio de poder: o francês, sob o comando de Napoleão Bonaparte, e o inglês. Por isso, a França e todos sob sua influência direta ou indireta adotaram o sistema métrico decimal, como o Brasil, que, em 1862, por decreto de Dom Pedro II, abandonou as medidas de varas, braças, léguas e quintais para aderir ao metro. Revista Superinteressante, nº 186, São Paulo: Abril, 2003. p. 45-6.   O Iluminismo inspira o movimento revolucionário francês no final do século XVIII. No tocante a esse movimento, pode-se concluir que

  18. 18

    UFMG

    Antes, Napoleão havia levado o Grande Exército à conquista da Europa. Se nada sobrou do império continental que ele sonhou fundar, todavia ele aniquilou o Antigo Regime, por toda parte onde encontrou tempo para fazê-lo; por isso também, seu reinado prolongou a Revolução, e ele foi o soldado desta, como seus inimigos jamais cessaram de proclamar.  LE FEBVRE, Georges. A Revolução Francesa. São Paulo: IBRASA, 1966. p. 573. Tendo-se em vista a expansão dos ideais revolucionários proporcionada pelas guerras conduzidas por Bonaparte, pode-se inferir que:

  19. 19

    UNIRIO

    "Milhares de séculos decorrerão antes que as circunstâncias acumuladas sobre a minha cabeça vão encontrar um outro na multidão para reproduzir o mesmo espetáculo." (Napoleão Bonaparte) Sobre o período napoleônico (1799-1815), podemos afirmar que:

  20. 20

    UFLA 2013

    “Esqueleto de soldado é descoberto em Waterloo 200 anos depois.” Disponível em www1.folha.uol.com.br/mundo/1103971_esqueleto_de_soldado_e_descoberto_em_waterloo_200_anos_depois.html Acesso em 13/06/2012.   A manchete refere-se ao esqueleto de um soldado morto em 18 de junho de 1815 na batalha que mudou os rumos da história da Europa. A batalha em questão ocorreu entre:

  21. 21

    UNIMONTES 2009

    Napoleão deu à ambição um nome pessoal [...] foi a figura com que todo homem que partisse os laços com a tradição podia se identificar em seus sonhos. (Eric Hobsbawm. Citado por VICENTINO, Cláudio. História Geral. São Paulo: Scipione, 1997, p. 281) A frase do historiador Eric Hobsbawm

  22. 22

    UNICENTRO 2010

    Leia o texto a seguir: “Napoleão, por seu lado, criou na França as condições sem as quais não seria possível desenvolver a livre concorrência, explorar a propriedade territorial dividida e utilizar as forças produtivas industriais da nação que tinham sido libertadas. (Karl Marx, 18 Brumário de Luis Bonaparte, 1997, p. 22). Fazendo uma análise conjuntural, o texto refere-se à

  23. 23

    UFRGS 2002

    Considere as afirmações a seguir, referentes ao período napoleônico.   I - Um dos objetivos do Bloqueio Continental era anular a defasagem industrial da França em relação à Inglaterra. II - As Guerras Napoleônicas produziram desdobramentos de cunho político na América do Sul. III - A expansão napoleônica debilitou os fundamentos do Antigo Regime europeu e estimulou o surgimento dos nacionalismos. IV - O Bloqueio Continental possibilitou a hegemonia do capitalismo industrial francês em toda a Europa. V - O Congresso de Viena confirmou, na Europa, os avanços sociais e políticos conquistados durante a Revolução Francesa.   Quais estão corretas?

  24. 24

    UFES 2009

    A atuação de Napoleão Bonaparte na Europa teve desdobramentos diretos sobre o Brasil. Portugal posicionou-se contrariamente aos interesses franceses, ao desobedecer ao Bloqueio Continental.  A resposta francesa à atuação política de Portugal foi a assinatura do Tratado de Fontainebleau com a Espanha.  A respeito dos desdobramentos advindos das negociações entre França e Espanha, é CORRETO afirmar que D. João, rei de Portugal,  

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos