Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Exercícios de Populismo na América Latina

Voltar para exercícios de História

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Populismo na América Latina dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UFSM 2002
    Em 1943, presidente argentino Ramón Castilho foi derrubado por militares, dentre os quais se encontrava o Coronel Juan Perón. Posteriormente, ao assumir o poder, Perón tornou-se um modelo político ao adotar o
  2. 2. CESGRANRIO 1990
    O "peronismo", fenômeno político que surge na Argentina na década de 1940, pode ser identificado como:
  3. 3. FUVEST 1995
    Os governos de Getúlio Vargas (1930-45/1951-54), no Brasil, de Juan Domingo Perón (1946-55), na Argentina, de Victor Paz Estensoro (1952-56/1960-64), na Bolívia, e de Lázaro Cárdenas (1934-40), no México, foram, alguns dos mais significativos exemplos do populismo latino-americano que se caracterizou notadamente:
  4. 4. UFES 1999
    Nos anos 30, Vargas, Perón e Cárdenas encarnaram três grandes momentos do populismo na América Latina, no Brasil, na Argentina e no México, respectivamente. Tal movimento foi marcado, sobretudo, pela
  5. 5. UFSM 2000
    O fenômeno do populismo na América Latina está diretamente vinculado ao (a) I. ruptura da hegemonia política tradicionalmente exercida pelas oligarquias agroexportadoras. II. modernização da economia, aceleração do processo de industrialização e de urbanização III. tomada do poder pelas classes populares. IV. fortalecimento da ação do Estado, que assume feições autoritárias e paternalistas. Estão corretas
  6. 6. CESGRANRIO 1999
    No período que se estende da década de 30 até o pós-guerra, diversos países da América Latina passaram por transformações de suas estruturas políticas, econômicas e sociais. Como resultado dessas transformações identificamos o surgimento de movimentos reformistas sociais e a emergência de governos populistas em diversos países latino-americanos. Assinale a opção que se relaciona corretamente com essa fase do Populismo.
  7. 7. UFF 2011
    “Visto que, de fato, a Constituição de 1946 estabeleceu normas e medidas para a instalação de uma estrutura democrática no país, dando ensejo a uma abertura do processo político nos dezoito anos subseqüentes, ao observador mais descuidado a redemocratização pode parecer mais radical do que na realidade o foi.” SOUZA, Maria do Carmo Campello de. Estado e Partidos Políticos no Brasil (1930-1964). São Paulo: Alfa-Omega, 1976, p. 105. Com base nas afirmações contidas no texto, é possível afirmar que  
  8. 8. UEL 2008
    Sobre o populismo, é correto afirmar
  9. 9. UDESC 2009
    Entre as décadas de 1930 e 1950 é possível observar a emergência de regimes denominados populistas em diferentes países latino-americanos. Sobre esses regimes na América Latina na primeira metade do século XX, assmale (V) para as afirmativas verdadeiras e (F) paras as afirmativas falsas. (   ) Regimes populistas, de forma geral, podem ser definidos como governos fortes e centralizados sob o domínio de líderes reformistas, ao mesmo tempo autoritários e carismáticos, com grande apoio popular. (   ) Os principais representantes do populismo na America Latina são Evo Morales, na Bolívia; Hugo Chavez, na Venezuela; e Luiz Inácio Lula da Silva, no Brasil. (   ) Os principais representantes do populismo nesse período foram Getúlio Vargas, no Brasil; Lázaro Cárdenas, no México; e Juan Domingo Perón, na Argentina. (   ) No Brasil, por meio de forte propaganda política, promoção de grandes cerimônias públicas e da instituição de uma legislação social, Getúlio Vargas conseguiu fazer com que a maioria dos trabalhadores urbanos o identificasse como defensor das causas sociais e dos interesses nacionais. (   ) Os governos populistas da Argentina, do Brasil e do México investiram na reforma agrária em uma forte política de redistribuição de renda, iniciando um período de grande prosperidade e desenvolvimento social na América Latina. Assinale a alternativa que contém a sequência CORRETA, de cima para baixo.
  10. 10. PUC-PR 2003
    A emergência do populismo na vida política da America Latina data da década de 1930, durando até os anos 60/70 do século XX, quando se evidencia a falência do modelo. A respeito do tema, assinale a única alternativa INCORRETA:
  11. 11. UFSM 2005
    "Nos comícios, as lideranças populistas prometiam destruir o Iatifúndio mas as oligarquias rurais eram fortes. Não se fez. portanto, a reforma agrária. A estrutura agrária não foi molestada pelos líderes populistas. Os trabalhadores rurais jamais obtiveram os mesmos direitos sociais dos trabalhadores urbanos. A legislação parou na porteira da fazenda" CACERES, Florival. "História da América". São Paulo: Moderna, 1992. p. 199. Na história do populismo latino-americano - um fenômeno urbano típico das sociedades que começaram a crescer industrialmente no século XX - a figura do Presidente _______ constitui importante exceção ao afirmado no texto pois, no seu governo, o Estado_______ chegou a distribuir cerca de 18 milhões de hectares de terras aos camponeses. Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas.
  12. 12. UEMA 2014
    "Varre, varre, varre vassourinha! Varre, varre a bandalheira Que o povo já ‘tá' cansado De 'sofrê' dessa maneira." Disponível em: http//:letras.mus.br/. Acesso em: 26 jul. 2013.   Não é de hoje que os nossos políticos prometem “varrer a bandalheira” do país. Esses versos fizeram parte da campanha eleitoral que levou à presidência da república um desses personagens, chamado
  13. 13. UNIR 2011
    Sobre a rodovia BR-029, atual BR-364, analise as afirmativas.   I - Integrou o Plano de Metas do governo do presidente Juscelino Kubitschek. II - Foi construída no território graças aos recursos provenientes da extração da cassiterita pelo governo de Rondônia. III - Interligou o território federal aos grandes centros do país, estimulando a migração e o escoamento da produção. IV - Aberta no governo de Getúlio Vargas, foi finalmente pavimentada por Jânio Quadros, que a considerava obra fundamental para o país.   Estão corretas as afirmativas  
  14. 14. UFJF 2012
    Se houvesse um monte Rushmore no Brasil, o rosto de Luiz Inácio Lula da Silva estaria agora sendo esculpido na rocha. Na pedra verdadeira, foram gravadas as imagens dos quatro maiores líderes da história americana: George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln. No Brasil, só dois ex- presidentes – Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek – ocupam papéis míticos no imaginário nacional. Agora,  há mais um. E ele, Luiz Inácio, conseguiu entrar no seleto clube unindo o que seus antecessores tinham de melhor: a visão social e o espírito desenvolvimentista. ATTUCH, Leonardo. Getúlio, JK e Lula. Em oito anos o operário superou os dois grandes mitos nacionais. Isto É. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2012.     São recorrentes na imprensa, atualmente, as comparações entre o chamado “novo desenvolvimento”, apregoado pelos últimos governos como uma mudança, e o projeto que ficou conhecido como nacional-desenvolvimentismo. Sobre esse projeto de desenvolvimento nacional forjado na década de 1950, assinale a alternativa INCORRETA.
  15. 15. PUC-CAMPINAS 2016
    Com base numa ideia central de Lucien Goldmann, o crítico e historiador Alfredo Bosi propõe, para a moderna ficção brasileira, enquadramentos como estes:   I. romances de tensão mínima: as personagens não se destacam visceralmente da estrutura social e da paisagem que as condicionam. Exemplos, as histórias populistas de Jorge Amado.   II. romances de tensão crítica: o herói opõe-se e resiste agonicamente às pressões da natureza e da exploração social. Exemplos, os romances de Graciliano Ramos.   III. romances de tensão transfigurada: o herói procura ultrapassar o conflito que o constitui existencialmente pela transmutação mítica ou metafísica da realidade: Exemplos, Guimarães Rosa e Clarice Lispector. (Apud História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 1970)   O termo populista é atribuído por parte da historiografia brasileira a líderes como Getúlio Vargas, uma vez que era parte de sua estratégia de governo, o
  16. 16. UNIR 2010
    Leia atentamente a letra da música Desafinado, de Antônio Carlos Jobim e Newton Mendonça.     Se você disser que eu desafino, amor Saiba que isso em mim provoca imensa dor Só privilegiados têm ouvido igual ao seu Eu possuo apenas o que Deus me deu.   Se você insiste em classificar Meu comportamento de antimusical Eu, mesmo mentindo, devo argumentar Que isto é Bossa Nova, isto é muito natural.   O que você não sabe nem sequer pressente É que os desafinados também têm um coração. (In: História da música popular brasileira. Grandes compositores. São Paulo: Abril Cultural, 1982.)   Ao longo da década iniciada em 1950, surgiram vários movimentos culturais importantes, tais como Bossa Nova, Cinema Novo, Arquitetura Modernista. Dentre as razões para o seu surgimento, pode-se destacar:
  17. 17. UNAMA 2007
    No início da década de 60 um sentimento de brasilidade e romantismo revolucionário floresceu no país. Artistas engajados nesse movimento defendiam uma arte nacional popular. (Texto adaptado de RIDENTI, Marcelo. Uma década de sonhos e mudanças. Revista Nossa História n.26, dezembro de 2005, p.63)   A partir da leitura do documento acima e dos estudos históricos que se tem sobre o assunto, é exemplo desse movimento o (a):
  18. 18. UNIPAM 2011
    Getúlio Vargas, Eurico Gaspar Dutra, Juscelino Kubitschek e João Goulart foram presidentes do Brasil entre 1930 e 1964. Relacione as medidas de cada um desses presidentes, enumerando as colunas e, em seguida, assinale a alternativa CORRETA. 1 – Eurico Gaspar Dutra 2 – Juscelino Kubitschek 3 – João Goulart 4 – Getúlio Vargas ( ) Decretou a dissolução da AIB – Ação Integralista Brasileira. ( ) Imprimiu um ritmo moderno na sua administração, cuja base foi o binômio energia e transportes. ( ) Tentou implantar as “reformas de base”, o que acabou em frustração diante da forte oposição das classes dominantes. ( ) Alinhou-se com os Estados Unidos no cenário da Guerra Fria, rompeu relações diplomáticas com a União Soviética e colocou na ilegalidade o PCB. A alternativa CORRETA é
  19. 19. UNICENTRO 2014
    A política social brasileira, no período compreendido entre o Estado Novo e os governos militares, foi caracterizada pelo populismo
  20. 20. PUC-RJ 2000
    Os anos sessenta demarcaram, no cenário internacional, um período de contestação social e de manifestação de variadas utopias políticas. No Brasil, houve a emergência de um intenso debate entre projetos de ação reformista e revolucionária. Com relação a esses projetos, no Brasil, é correto afirmar que:
  21. 21. PUC-RJ 1999
    "A campanha eleitoral deste ano é a mais desanimada das já realizadas desde que o país tornou-se democrático. Jornalistas reclamam da inexistência de eventos para cobrir. Políticos se assustam com a frieza com que são recebidos na maioria dos lugares aonde passam." (Jairo Nicolau, Jornal do Brasil, 13.09.1998)   Dentre as alternativas abaixo, referentes às eleições presidenciais no Brasil desde 1945, assinale a única que NÃO é correta:
  22. 22. PUC-MG 2012
    A crescente penetração do capital internacional após meados da década de 50 no Brasil configurou uma aliança entre o capital multinacional, o capital nacional associado dependente e o capital Estatal. Ao fim dessa mesma década, o Brasil vivia um processo de desenvolvimento caracterizado por uma situação de dependência e baseado num tripé econômico, que seria reforçado após o golpe militar de 31 março de 1964.  A partir do que foi exposto, é CORRETO afirmar:
  23. 23. FCMS-JF 2017
    Na América Latina, o populismo assumiu a bandeira de defesa do interesse das massas entre os anos de 1930 e 1960, tendo como características:  
  24. 24. UNIOESTE 2009
    Leia o texto abaixo, de autoria de Alba Zaluar: “Quando cheguei na Cidade de Deus em 1980, os habitantes do local já viviam sob a tensão dos conflitos armados entre traficantes de drogas ilegais. Primeira guerra de quadrilhas na cidade do Rio de Janeiro e amplamente noticiada pela imprensa, a luta entre grupos rivais acontecia cerca de dez anos depois da transferência para lá de moradores de 63 diferentes favelas da cidade. Em discussão já nas décadas anteriores, a política de remoção de favelas tomou corpo no começo dos anos 1960, durante o governo de Carlos Lacerda (1960-1965). No projeto original, a transferência seria acompanhada de medidas de cunho social e a construção das casas populares para os favelados não visaria o lucro. Mas quando a política foi implantada com força, durante o regime militar, houve mudança compulsória dos moradores das favelas e destruição imediata dos barracos vazios. Paralelamente, foi montada uma política habitacional para contornar a insatisfação presente na sociedade e a oposição ao governo. O sonho da casa própria, junto com os empregos gerados pela construção das habitações populares, seria o “bálsamo” para as “feridas cívicas” e o descontentamento de muitos, nas palavras da secretária de Serviços Sociais do estado da Guanabara, Sandra Cavalcanti, quando propôs a fundação do Banco Nacional de Habitação. Criado em outubro de 1964, o BNH tinha a finalidade de vender a prazo habitações construídas para todas as classes sociais. No final da década de 1960, mudanças políticas no governo federal transformaram a construção das casas populares em finalidade lucrativa, sem os fins sociais originais: os custos da edificação seriam integralmente pagos pelos beneficiados, com lucros para o sistema. Construído inicialmente com o dinheiro da Aliança para o Progresso (organização de ajuda econômica e social para a América Latina criada pelos Estados Unidos em 1961), o conjunto habitacional de Cidade de Deus foi idealizado para abrigar os favelados removidos da Zona Sul da cidade. (...) Único localizado perto da orla marítima, e, portanto, da área urbana mais rica, Cidade de Deus era o conjunto maior, tendo inicialmente 6.658 unidades habitacionais, ao passo que a Vila Kennedy reunia 5.509 unidades e a Vila Esperança, apenas 464. Além de favelados removidos, ele receberia boa parte dos flagelados da enchente de 1966, apressadamente colocados nas casas de triagem, concebidas como provisórias, mas que estão lá até hoje. Dois momentos foram especialmente dramáticos para os removidos. Primeiro, a própria remoção, que os obrigou a deixar para trás empregos, vizinhos, amigos, associações vicinais e seus precários barracos de então. A Cidade de Deus não tinha iluminação pública nem rede de transporte eficiente.(...). Segundo momento, o despejo dos que deixaram as prestações atrasadas durante meses. Os que não conseguiram chegar a um acordo com a Companhia de Habitação Popular (Cohab), construtora dos conjuntos habitacionais, tiveram que enfrentar uma segunda expulsão. Mas os moradores se vingaram dos defensores da remoção e reproduziram no plano horizontal, cheio de ruas e praças, todas as formas de associação e todos os problemas que existiam nas 63 favelas de onde vieram. Acrescidos de mais um: a guerra de quadrilhas.” In: Revista de História. Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional, nº 22, julho de 2007.   Tomando como referência o texto acima, assinale a alternativa correta.
  25. 25. UFU 1999
    A respeito do contexto cultural brasileiro nas décadas de 1950/60, assinale a alternativa INCORRETA.
  26. 26. UNEB 2014
    Os dados relativos a essa atividade [petrolífera] no Brasil apontam que ainda faltam ser explorados 90% das áreas com chance de descoberta do petróleo e gás natural. Até o fim desta década, a participação desse segmento no PIB nacional deve dobrar e chegar aos 20%. De fato, depois de quase seis décadas do início das atividades de exploração de gás e petróleo no Brasil, apenas 75% dos 7,5 milhões de km² de bacias sedimentares já foram pesquisados e, dessa área, só 4% estão submetidos à exploração. (GÁS E..., 2013. p. 15).   A criação da Petrobras se insere no contexto da relação entre o Estado e economia, cuja discussão se baseava no governo
  27. 27. UEMG 2015
    “Você já conhecia Brasília?”, ele pergunta. “Não; eu vim conhecer agora.”(...) ele segue perguntando, sem me dar tempo de responder (...) “O futuro está aqui”, ele diz, enchendo o peito. “Um novo país está nascendo nessa cidade. (...) Um país onde todos terão oportunidade, onde ninguém mais passará fome, (...)Um país, enfim, que é o país com o qual todos nós, os brasileiros, um dia sonhamos.” “(...) tranquilo, com tudo certo, sento-me numa cadeira e acendo um cigarro. E ali fico, pensando (...), naquela segunda feira de abril de mil novecentos e sessenta e três.” VILELA, 2013, p. 107 - 110     Nos fragmentos apresentados acima, é possível perceber a esperança do personagem, que é dono de um bar em Brasília, em um Brasil melhor e de futuro promissor.   Esse sentimento do personagem é consequência de ações políticas de caráter desenvolvimentista, executadas por
  28. 28. FCMS-JF 2015
    Sobre o governo de Juscelino Kubitschek (1956-1961) é correto afirmar que:
  29. 29. UNEMAT 2012
    Assinale a alternativa correta sobre o período de governo de Juscelino Kubitschek.  
  30. 30. FGV 2014
    (. ..) não se tratava de um plano econômico completo, mas de um plano quinquenal de dispêndio público nos quatro setores que acabamos de mencionar. Pode ser encarado como uma reação à ênfase dada pela Missão Cooke à necessidade de industrialização e ao surto generalizado de desenvolvimento industrial do período de guerra, que tornava a economia cada vez mais defasada em outros setores (como nos transportes, energia, suprimento alimentar e saúde), fazendo aparecer inúmeros pontos de estrangulamento. (BAER, Monica. A internacionalização financeira no Brasil, 1986, p. 32)   O texto acima faz menção ao  
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login