Exercícios de Reforma Protestante e Contrarreforma

Voltar para exercícios de História

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Reforma Protestante e Contrarreforma dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 12000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UFMG 2008
    Leia estes trechos: l - "Assim vemos que a fé basta a um cristão. Eie não precisa de nenhuma obra para se justificar"  II - "O rei é o chefe supremo da Igreja [..] Nesta qualidade, o rei tem todo o poder de examinar, reprimir, corrigir [..] a fim de conservar a paz, a unidade e a tranquilidade do reino..." III - "Por decreto de Deus, para manifestação de sua glória, alguns homens são predestinados à vida eterna e outros são predestinados à morte eterna." A partir dessa leitura e considerando-se outros conhecimentos sobre o assunto, é CORRETO afirmar que as concepções expressas nos trechos I, II e III fazem referência, respectivamente, às doutrinas
  2. 2. UEMG 2015
    Em 31/10/1517, o então Padre Martinho Lutero publica as suas 95 teses, onde deixa clara sua contrariedade com a forma religiosa Católica e com seu representante máximo, o então Papa Leão X. Dois principios incomodavam muito Lutero: o primeiro era a venda das indulgências e o segundo a Infalibilidade Papal. Sobre a indulgência, Lutero disse: 27a Tese: "Pregam futilidades humanas quantos alegam que, no momento em que a moeda soa ao cair na caixa, a alma se vai do purgatório." 28a Tese: "Certo é que, no momento em que a moeda soa na caixa, vem o lucro, e o amor ao dinheiro cresce e aumenta; a ajuda, porém, ou a intercessão da lgreja tão só correspondem à vontade e ao agrado de Deus."  A reforma Iuterana, de questionamento ao Papa e à sua autoridade, produziu profundas mudanças religiosas, políticas e sociais. Sendo a indulgência um erro, então, o povo não deveria obediência irrestrita, estava se estimulando o livre pensar, o Iivre agir, o poder gradativamente voltar-se da igreja para o homem. O alinhamento com qualquer ensino religioso deveria ser movido pela consciência, e não mais pela imposição papal. Estava, portanto, em curso uma nova sociedade, reformada, que iria produzir
  3. 3. FGV 2005
    É comum referir-se ao calvinismo como a religião do capitalismo, pois essa crença
  4. 4. UFPR 2006
    A Reforma protestante e a Contra-Reforma envolveram aspectos ligados a doutrina da religião cristã e a forma como se organizava a Igreja Católica com sede em Roma. No contexto desses movimentos, considere as afirmativas a seguir I. Os protestantes eram contrários à autoridade do Papa e à intermediação dos padres na leitura da Bíblia. II. Os protestantes eram contrários ao casamento dos padres e ao sacramento da confissão. III. As ideias protestantes tiveram grande aceitação por parte dos monarcas portugueses, espanhóis e ingleses. IV. Os jesuítas foram designados para a ação missionária nas terras da América, Asia e Africa, a fim de garantir a expansão da fé católica. V. O Concílio de Trento definiu algumas ações para reagir à expansão do protestantismo, como o fortalecimento dos sacramentos e uma melhor formação do clero para o atendimento dos fiéis. Assinale a alternativa correta.
  5. 5. UERN 2012
    Leia a seguir algumas decisões do Concílio de Trento. I. "Se alguém disser que o homem se pode justificar para com Deus por suas obras [...] ou pela doutrina da lei, sem a divina graça adquirida por Jesus Cristo, seja excomungado". V. "Se alguém disser que o livre arbítrio do homem está perdido e extinto depois do pecado de Adão, ou que ele é um simples nome sem objeto, ou que ele é uma ficção introduzida pelo demônio na Igreja, seja excomungado". (ArtoIa, Miguel. Textos Fundamentais para Ia História. Madri. Alianza. 1985) O objetivo do Concílio de Trento foi
  6. 6. FGV 2009
    A ligação entre os reformadores com o poder político pode ser verificada por meio:
  7. 7. UFRGS 1998
    Observe o mapa a seguir do Sacro Império Romano- Germânico e das divisões políticas da Europa no século XVI. (Fonte: SEPANEK, S. OS GRANDES LÍDERES - LUTERO. São Paulo: Nova Cultural, 1988.) Em 1563, quando se encerra o Concílio de Trento, o panorama político-religioso da Europa apresenta-se conforme o mapa acima. Relacione os grupos religiosos listados a seguir com as áreas de sua maior influência, de acordo com a numeração constante no mapa. (   ) católicos romanos (   ) reformados anglicanos (   ) reformados Iuteranos (   ) reformados calvinistas (   ) cristãos ortodoxos A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
  8. 8. UPE 2013
    No início da Idade Moderna, a Europa Ocidental experimentou uma profunda mudança na vivência religiosa do cristianismo. Sobre a Reforma Religiosa do século XVI, analise as afirmativas seguintes: I. O pensamento de Jan Huss influenciou as ideias de Lutero. II. Sobre a questão da salvação dos fiéis, Calvino e Lutero consideravam a teoria da predestinação. III. Muitos franceses se converteram ao calvinismo, tornando-se conhecidos como huguenotes. IV. A reforma anglicana teve início por meio das ações do monarca britânico Henrique VIII. V. A Rússia converteu-se ao Iuteranismo durante o reinado de Pedro Romanov. Estão CORRETAS
  9. 9. UFJF 2006
    No início do século XVI, a Igreja Católica passou por um amplo processo de reformulação doutrinal e administrativa, chamado de Reforma Católica (ou Contra-Reforma). Paralelamente, as Coroas de Portugal e Espanha ajudavam no fortalecimento da Igreja Católica, mas também buscavam se transformar em instrumentos para a "salvação da humanidade", através da conquista e colonização de novas terras. Qual dos eventos a seguir NÃO faz parte deste contexto?
  10. 10. PUC-RJ 2014
    "O ódio contra o clero, muito extenso, desempenhou o seu papel (...). A cobiça, o endividamento e os cálculos politicos, também devem ser levados em conta. Mas a mensagem dos reformadores, respondeu - isto é indubitável - a uma intensa sede espiritual que a igreja oficial foi incapaz de satisfazer (...) os pregadores da reforma não necessitaram de nenhum apoio politico para atrair seus partidários, ainda que esse apoio se fizesse necessário para consolidar os resultados alcançados pelo ataque inicial dos profetas. Não se pode esquecer que, em seus inícios, a Reforma foi um movimento espiritual com uma mensagem religiosa"  Lucien Febvre apud MARQUES, Adhemar Martins; BERUTTI, Flavio Costa. FARIA, Ricardo de Souza. História Moderna Através de Textos. São Paulo: Contexto, 2005 - coleção textos e documentos - 3. Em relação aos movimentos religiosos que atingiram a Europa no século XVI, é INCORRETO afirmar que:
  11. 11. UNESP 2016
    As reformas protestantes do princípio do século XVI, entre outros fatores, reagiam contra
  12. 12. UFRN 2012
    Ao comentar a Reforma Protestante do século XVI, Márcio Ferrari afirma: O nascimento do protestantismo teve profundas implicações sociais, econômicas e políticas. Na educação, o pensamento de Lutero produziu uma reforma global do sistema de ensino alemão, que inaugurou a escola moderna. [...] A ideia da escola pública e para todos, organizada em três grandes ciclos (fundamental, médio e superior) e voltada para o saber útil nasce do projeto educacional de Lutero. FERRARI, Márcio. Martinho Lutero: o criador do conceito de educação útil. Nova escola. n. 187, nov. 2005. p. 30.   A proposta educacional de Lutero, referida no comentário acima, está diretamente relacionada
  13. 13. UNIFESP 2004
    Se um homem não trabalhar, também não comerá. Estas palavras de São Paulo, o Apóstolo, são mais condizentes com a ética do
  14. 14. FUVEST 2005
    "Depois que a Bíblia foi traduzida para o inglês, todo homem, ou melhor, todo rapaz e toda rapariga, capaz de ler o inglês, convenceram-se de que falavam com Deus onipotente e que entendiam o que Ele dizia". Esse comentário de Thomas Hobbes (1588-1679)
  15. 15. PUC-PR 2003
    Nos começos do século XVI teve início a Reforma Religiosa, com a atuação de Martim Lutero, padre agostiniano, então em Wittenberg. Sobre as causas desse movimento, é correto afirmar: I - Os reformados tiveram apoio da burguesia, desejosa de firmar sua atividade capitalista de obter lucros, limitados pela Igreja e indicativos de pecado. II - Um sentimento nacionalista surgira na Alemanha e Norte da Europa, passando o Papa a ser visto como um estrangeiro a interferir em assuntos internos. III - Em matéria de religião ocorreu o abuso de setores do Clero, com a exploração das "relíquias sagradas" e venda de Indulgências. IV - O documento inicial que desencadeou a Reforma Luterana foi a Declaração de Augsburgo, redigida por Felipe de Melanchton. V - Ao tempo do início da Reforma Luterana era Papa Júlio II, mecenas do Renascimento e que interpretou o ato de rebeldia de Lutero como uma simples querela de agostinianos contra dominicanos. Estão corretas:
  16. 16.
    A Reforma, a despeito de sua hostilidade à magia, estimulara o espírito de profecia. A abolição dos intermediários entre o homem e a divindade, bem como a ênfase na consciência individual, deixavam Deus falar diretamente a seus eleitos. Era obrigação destes tornar conhecida a Sua mensagem. E Deus não fazia acepção de pessoas: preferia falar a John Knox do que à sua rainha, Maria Stuart da Escócia. O próprio Knox agradeceu a Deus ter-lhe dado o dom de profetizar, que assim estabelecia que ele era um homem de boa-fé. Na Inglaterra, as décadas revolucionárias deram ampla difusão ao que praticamente constituía uma profissão nova – a do profeta, quer na qualidade de intérprete dos astros, ou dos mitos populares tradicionais, ou, ainda, da Bíblia. HILL, Christopher, O mundo de ponta-cabeça. Ideias radicais durante a Revolução Inglesa de 1640. Trad. Renato Janine Ribeiro. São Paulo, Companhia das Letras, 1987, p. 103. O texto se refere ao ambiente político e religioso da Inglaterra no século XVII. A esse respeito é CORRETO afirmar:
  17. 17. UFRRJ 2007
    Leia os textos seguintes: Texto 1: Dizendo "Fazei penitência...", nosso Senhor e Mestre Jesus Cisto quis que toda a vida dos fiéis seja uma penitência. (...) Qualquer cristão, verdadeiramente arrependido, tem plena remissão da pena e da falta; ela é-lhe devida mesmo sem cartas de indulgências. (Citado de acordo com Marques, A., Berrutti, F. e Faria, R. "História Moderna através de textos". São Paulo: Contexto, 2001, p. 119-120.) Texto 2: "Se alguém diz que o ímpio se justifica unicamente pela fé, de tal modo que entenda que nada mais é preciso para cooperar com a graça com o fim de obter a justificação, e que não é necessário que se prepare e se disponha por um movimento da sua própria vontade - que seja excomungado". (Citado de acordo com Marques, A., Berrutti, F. e Faria, R. "História Moderna através de textos". São Paulo: Contexto, 2001, p. 120.)   Estes textos expressam, respectivamente, princípios
  18. 18. UDESC 2013
    Em 1545, o papa convocou uma reunião entre os membros mais importantes da Igreja Católica a fim de debater sobre questões doutrinárias e disciplinares. O Concílio de Trento, como ficou conhecida esta reunião, durou 18 anos e foi motivado pelos questionamentos à Igreja Católica os quais se tornaram cada vez mais frequentes no início do século XVI, e que levaram à Reforma Protestante. Analise as proposições em relação ao contexto. I. A Reforma Protestante difundiu-se em várias regiões da Europa, entre as quais as regiões que atualmente compõem a Alemanha, Suíça, Inglaterra e Holanda. II. Martinho Lutero foi um crítico da Igreja Católica. Após a publicação das suas críticas, conhecidas como 95 teses, que foram afixadas na porta da Igreja de Wittenberg, ele foi excomungado pelo Papa Leão X. III. Entre as novas doutrinas que surgiram com a Reforma Protestante estão o Luteranismo, o Calvinismo e o Anglicanismo. IV. A Reforma Protestante ocorreu juntamente com outras mudanças, como o aumento do poder dos reis e o fortalecimento dos Estados Nacionais. Assinale a alternativa correta.
  19. 19. UNIOESTE 2012
    “Em primeiro lugar, nosso modesto pedido (…) nos sejam dados poder e autoridade para que cada comunidade possa eleger o seu pastor (…). Ele nos pregará o Evangelho de maneira acessível e sem deturpá-lo (...). Em terceiro lugar, até agora éramos tratados como escravos, o que é uma vergonha, pois, com o seu precioso sangue, Jesus Cristo nos salvou a todos, (…). Por esse motivo, deduzimos das Sagradas Escrituras que somos livres, e livres queremos ser. (...) Em quarto lugar, somos prejudicados ainda pelos nossos senhores, que se apoderam de todas as florestas. Se o pobre precisa de lenha ou madeira tem que pagar o dobro por ela. Nós somos da opinião que deve ser restituída à comunidade toda e qualquer floresta que se encontra em mãos de leigos ou religiosos que não adquiriram legalmente. (...)”. Manifesto dos Camponeses em 1525. In: Antologia Humanística Alemã. Porto alegre, Globo, 1972, pp.15-16. O trecho acima reproduz parte do manifesto elaborado durante as Revoltas Camponesas ocorridas no contexto da Reforma Protestante. Sobre o sentido da Reforma Protestante e Revoltas Camponesas, pode-se afirmar que
  20. 20.
    A imagem reproduz um auto de fé. Essas cerimônias
  21. 21. UPF 2015
    Em 1517, o monge Martinho Lutero divulgou suas 95 teses, nas quais criticava duramente as ações e as práticas da Igreja Católica Romana. Esse fato, que marcou o início da Reforma Protestante, está inserido nos processos ligados ao renascimento urbano e cultural ocorridos na Europa. Leia as seguintes afirmações sobre as características da Reforma Protestante. I. Lutero acreditava que o dinheiro obtido com a venda de indulgências deveria ser aplicado, diretamente, nas regiões de sua arrecadação, e não enviado à Roma. Com essa tese, ele obteve o apoio dos príncipes germânicos, que lutavam contra o domínio do Papa. II. Lutero considerava que a relação entre o cristão e Deus deveria ser direta, sem interferência dos sacerdotes. Segundo essa tese, cada pessoa poderia interpretar livremente a Bíblia, o que confrontava o dogma de Roma, que preconizava a autoridade exclusiva da Igreja na interpretação dos textos sagrados. III. A salvação do crente, para Lutero, vinha unicamente da fé, e não de suas obras ou da intercessão dos santos. Com isso, Lutero reafirmava a independência do indivíduo em relação às hierarquias religiosas, o que representou mais um ponto de conflito com a Igreja. IV. As teses de Lutero motivaram uma série de revoltas e guerras civis disseminadas pela Europa. Uma trégua provisória só foi alcançada em 1555, com a Paz de Augsburgo, um tratado segundo o qual a religião de cada país deveria ser escolhida por meio de eleições livres. V. Lutero defendia que o bom cristão deveria conhecer diretamente a palavra de Deus e que, para isso, precisava ler a Bíblia. Como consequências imediatas dessa posição, ele traduziu a Bíblia do latim para a língua nacional (o alemão), e os governos desenvolveram ações práticas que resultaram na alfabetização do povo alemão. Está correto apenas o que se afirma em:
  22. 22. FUVEST 2013
    “O senhor acredita, então”, insistiu o inquisidor, “que não se saiba qual a melhor lei?” Menocchio respondeu: “Senhor, eu penso que cada um acha que sua fé seja a melhor, mas não se sabe qual é a melhor; mas, porque meu avô, meu pai e os meus são cristãos, eu quero continuar cristão e acreditar que essa seja a melhor fé”. Carlo Ginzburg. O queijo e os vermes. São Paulo: Companhia das Letras, 1987, p. 113. O texto apresenta o diálogo de um inquisidor com um homem (Menocchio) processado, em 1599, pelo Santo Ofício. A posição de Menocchio indica
  23. 23. UFG 2010
    No século XVI, com a ocorrência da Reforma e da Contrarreforma, católicos e protestantes, apesar de manterem o tronco comum no cristianismo, passam a divergir quanto às práticas e às explicações para suas crenças. Considerando as divergências, conclui-se que, em relação à hierarquia religiosa,
  24. 24. UECE 2015
    “(...) Anna é então interrogada – a 1º de janeiro de 1582 – pelo Santo Ofício. Inicialmente, ela se esquiva das perguntas do inquisidor; depois, admite que ‘muitas e muitas pessoas’ lhe têm perguntado se ela viu os seus parentes falecidos, mas ela costuma mandá-los embora rudemente. É uma defesa fraca; pressionada, Anna ‘nesciebat quid dicere’ (não sabia o que dizer). Foi mandada para casa, e no dia seguinte o interrogatório recomeçou(...)” GINZBURG, C. Os andarilhos do bem. Feitiçaria e cultos agrários nos séculos XVI e XVII. Trad. Jônatas Batista neto. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. Sobre o Santo Ofício, é correto afirmar que
  25. 25. CEFET-RJ 2009
    Remonta ao Século XVI a mensagem religiosa associada à idéia de que “no mundo comercial e da concorrência, o êxito ou a bancarrota não dependem da atividade ou da aptidão do indivíduo, mas de circunstâncias independentes dele.” (Friedrich Engels - DO SOCIALISMO UTÓPICO AO SOCIALISMO CIENTÍFICO)   A partir da interpretação do fragmento de texto acima, pode-se concluir que dentre os fatores que contribuíram para a eclosão do movimento reformista protestante, no início do século XVI, estava(m) o(s)
  26. 26. UFRN 1999
    Leia o fragmento a seguir e, em seguida, assinale a opção em que há correspondência entre a instituição abordada e sua função.   Soubemos, muitas vezes, pelas confissões daquelas que fizemos queimar, que elas não foram agentes dedicados à bruxaria. E elas nos disseram isso, pois sua verdade é provada pelos golpes e chibatadas que recebem dos diabos ao se recusarem a cumprir suas ordens. E vimos, muitas vezes, suas faces lívidas e envocadas. Da mesma forma, depois de terem confessado seus crimes, sob tortura, elas sempre tentam se enforcar nos cordões de seus calçados ou vestimentas. [adaptação] KRAMER, Heinrich, SPRENGER, James. O MARTELO DAS FEITICEIRAS. Rio de Janeiro: Record/Rosa dos Ventos, 1995. p.42.
  27. 27. FGV 2014
    A respeito do conjunto das Reformas Protestantes, é correto afirmar:  
  28. 28. FGV-RJ 2012
    Diversas tensões e diversos conflitos europeus ocorridos nos séculos XVI e XVII foram motivados ou intensificados por questões de natureza religiosa. Dentre eles, um dos mais conhecidos episódios é a “Noite de São Bartolomeu”, de 24 de agosto de 1572. A esse respeito, é correto afirmar:  
  29. 29. UFRGS 2014
    Considere as seguintes afirmações sobre a Companhia de Jesus, ordem fundada em 1534, pelo ex-militar espanhol Ignacio de Loyola, e à qual pertence o papa Francisco.     I - Foi um instrumento importante da Igreja Católica na luta contra a Reforma Protestante do século XVI, defendendo a ortodoxia católica contra os movimentos reformadores, como o luteranismo e o calvinismo.   II - Foi banida pela bula papal Dominicus ad Redemptor, de 21 de julho de 1773, mas recuperou suas prerrogativas em 1814.   III- Desempenhou um papel essencial na atividade evangelizadora dos indígenas nas Américas, com o estabelecimento das chamadas “reduções”, a partir do início do século XVII.     Quais estão corretas?
  30. 30. UFRGS 2014
    Em 1648, foi celebrada a Paz de Vestfália, um conjunto de tratados que encerrava a Guerra dos Trinta Anos e, como consequência, o período de guerras religiosas europeias, causadas pela Reforma Protestante.   Entre os principais efeitos da Paz, pode-se citar
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.