Exercícios de Regime Militar

Voltar para exercícios de História

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Regime Militar dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 12000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UNESP 2014
    A charge caracteriza o Ato Institucional n.° 5, de dezembro de 1968, como
  2. 2. ENEM 2012
    Diante dessas inconsistências e de outras que ainda preocupam a opinião pública, nós, jornalistas, estamos encaminhando este documento ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, para que o entregue à Justiça; e da Justiça esperamos a realização de novas diligências capazes de levar à completa elucidação desses fatos e de outros que porventura vierem a ser levantados. Em nome da verdade. In: O Estado de São Paulo, 3 fev. 1976. Apud. FILHO, I. A. Brasil, 500 anos em documentos. Rio de Janeiro: Mauad, 1999. A morte do jornalista Vladimir Herzog, ocorrida durante o regime militar, em 1975, levou a medidas como o abaixo-assinado feito por profissionais da imprensa de São Paulo. A análise dessa medida tomada indica a
  3. 3. UEMA 2015
    O Governo de Emílio Garrastazu Médici (1969-1974), o terceiro General-Presidente do regime que chegou ao poder por meio do Golpe Militar de 31/3/ 1 964, foi profundamente marcado tanto pelo auge da repressão politica quanto pelos elevados níveis de crescimento que ficaram conhecidos como "Milagre Econômico". Tomando como referência essa informação, analise a charge abaixo. A crítica a um dos desdobramentos do chamado "Milagre Econômico" refere-se à (ao)
  4. 4. ENEM 2013
    PSD - PTB - UDN PSP - PDC - MTR PTN - PST - PSB PRP - PR - PL - PRT Finados FORTUNA. Correio da Manhã, ano 65, n. 22 264, 2 nov. 1965. A imagem foi publicada no jornal Correio da Manhã, no dia de Finados de 1965. Sua relação com os direitos políticos existentes no período revela a
  5. 5. ENEM 2015
    No período de 1964 a 1985, a estratégia do Regime Militar abordada na charge foi caracterizada pela
  6. 6. ENEM 2013
    A imagem foi publicada no jornal Correio da Manhã, no dia de Finados de 1965. Sua relação com os direitos políticos existentes no período revela a
  7. 7. UERN 2015
    Observe as imagens a seguir. Sobre as imagens apresentadas e o contexto da história do Brasil a que se referem, assinale a alternativa correta.
  8. 8. ESPM 2014
    No Brasil, autoritário, sinais evidentes de crise. O mandato presidencial do general Figueiredo caminhava para o final e se temia que mais uma vez o presidente fosse escolhido por um colégio eleitoral, que deveria, como sempre, referendar o nome indicado pelos detentores do poder. Para alterar tal perspectiva a oposição apresentou uma emenda constitucional que pretendia introduzir as eleições diretas. A emenda Dante de Oliveira, nome do deputado do PMDB, por Mato Grosso, que a apresentou foi votada sob grande expectativa popular, depois de ampla mobilização popular na campanha DIRETAS - JÁ. A decisão do Congresso Nacional, quando da votação (25/04/1984) na Câmara dos Deputados foi de:
  9. 9. UFG 2014
    Leia a letra da música a seguir. Noventa milhões em ação/ Pra frente Brasil/ Do meu coração/ Todos juntos vamos/ Pra frente Brasil/ Salve a seleção/ De repente é aquela corrente pra frente/ Parece que todo o Brasil deu a mão/ Todos ligados na mesma emoção/ Tudo é um só coração... PRA FRENTE, BRASIL. Música de Miguel Gustavo, 1970. Essa música se converteu em um hino comemorativo da conquista pelo Brasil da Copa do Mundo de Futebol de 1970, no México. Considerando a conjuntura histórica de produção e de uso dessa canção pelas campanhas publicitárias institucionais do então Regime Militar brasileiro, percebe-se que seu propósito era
  10. 10. UNESP 2009
    Embora a crise já estivesse se manifestando quando o general Geisel tomou posse, o seu plano econômico [II Plano Nacional de Desenvolvimento] continuava mantendo as mesmas expectativas dos anos anteriores: altas taxas de crescimento econômico e controle da inflação. (Nadine Habert, A década de 70 - Apogeu e crise da ditadura militar brasileira) A adoção do II Plano Nacional de Desenvolvimento gerou, ao final do governo Geisel,
  11. 11. UNICAMP 2015
    O historiador Daniel Aarão Reis tem defendido que o regime instaurado em 1964 não seja conhecido apenas como "ditadura militar", mas como "ditadura civil-militar", pois contou com a participação civil. Para exemplificar o envolvimento civil, é possível citar
  12. 12. ENEM 2014
    A Comissão Nacional da Verdade (CNV) reuniu representantes de comissões estaduais e de várias instituições para apresentar um balanço dos trabalhos feitos e assinar termos de cooperação com quatro organizações. O coordenador da CNV estima que, até o momento, a comissão examinou, "por baixo", cerca de 30 milhões de páginas de documentos e fez centenas de entrevistas. Disponível em: www.jb.com.br. Acesso em: 2 mar. 2013 (adaptado). A notícia descreve uma iniciativa do Estado que resultou da ação de diversos movimentos sociais no Brasil diante de eventos ocorridos entre 1964 e 1988. O objetivo dessa iniciativa é
  13. 13. UNESP 2013
    Em 1977, o Regime Militar, por meio da Agência Nacional de Comunicação, lançou uma propaganda que ensinava a população a fazer um cata-vento verde-amarelo e convocava-a a sair às ruas com esses brinquedos para comemorar a Semana da Pátria. Por meio de uma charge, o cartunista HenfiI ironizou essa iniciativa do governo, sublinhando um outro problema enfrentado pelo país nessa época. Considerando o contexto histórico no qual a charge se insere, é correto afirmar que o cartunista chamava a atenção para
  14. 14. UNIOESTE 2013
    “O problema fundiário remonta a 1530, com a criação das capitanias hereditárias e do sistema de sesmarias. (...) Nascia o latifúndio. A Independência, em 1822, piorou o quadro: a inevitável troca de donos das terras se deu sob a lei do mais forte, em meio a grande violência. Os conflitos, então, não envolviam trabalhadores rurais – praticamente todo eram escravos -, mas proprietários e grileiros acompanhados por bandos armados”. Texto publicado pelo INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. Sobre as questões da propriedade de terra no Brasil, assinale a alternativa correta.
  15. 15. UNIOESTE 2011
     “Eu vejo um novo Começo de era De gente fina Elegante e sincera Com habilidade Pra dizer mais sim Do que não, não, não...” (Tempos Modernos, Lulu Santos, 1982.)   “A solução pro nosso povo Eu vou dá Negócio bom assim Ninguém nunca viu Tá tudo pronto aqui É só vim pegar A solução é alugar o Brasil!...” (Aluga-se, Raul Seixas, 1980.)   Sobre o contexto histórico em que estas músicas foram produzidas assinale a alternativa INCORRETA.
  16. 16. UNICENTRO 2006
    “Os avanços produtivos acompanharam-se de mudanças significativas no sistema de comercialização. As duas grandes novidades foram certamente o supermercado e o shopping center. O supermercado [...] vai derrotando a venda, o armazém, o açougue (...) vai derrotando, também, a quitanda ou a carrocinha e o caminhãozinho [...]. O shopping center, o primeiro do Brasil, o Iguatemi, em São Paulo, inaugurado em 1966, transformou-se em um verdadeiro templo do consumo e de lazer, cheio de lojas que vendem quase tudo, de cinemas, de docerias, cafés, lanchonetes, fast-foods, etc”. (NOVAIS , Fernando; CARDOSO DE MELLO, João Manuel. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. In: História da vida privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1988. v. 4, p. 566.) Com base no texto e nos conhecimentos sobre o período, considere as afirmativas a seguir. I. O período rotulado como Milagre Econômico (1967-1973), foi marcado por elevados índices de crescimento da economia, fundado no tripé: capital nacional e capital externo e Estado; caracterizando-se, também, pela concentração fundiária e por um dos seus desdobramentos diretos, o êxodo rural. II. Os produtos modernos, amplamente disponíveis, foram mostrados pela propaganda oficial e pelos meios de publicidade como a face real de uma economia em expansão, acompanhando, no mesmo ritmo, as liberdades política e cultural, promovidas pelo governo. III. No período, veiculavam-se anúncios desde cigarros king size e alimentos mais modernos como iogurtes e margarina vegetal, assim como eletrodomésticos mais funcionais e “automóveis do ano”, fazendo com que produtos mais tradicionais fossem descartados e substituídos pelos mais modernos. IV. Nessa conjuntura, a televisão se torna objeto de consumo fundamental, sendo que por volta de 1970, 40% das residências já possuíam uma televisão, quatro vezes mais que na década anterior, veiculando o discurso governamental de ordem e progresso e slogans do período como: Brasil, ame-o ou deixe-o, ou O Brasil é feito por nós.   Estão corretas apenas as afirmativas:
  17. 17. UNCISAL 2009
    Leia os versos da canção:   Noventa milhões em ação, Pra frente Brasil, Do meu coração; Todos juntos vamos, Pra frente Brasil, Salve a seleção; De repente é aquela Corrente pra frente, Parece que todo Brasil deu a mão, Todos ligados na mesma emoção, Tudo é um só coração; Todos juntos vamos, Pra frente Brasil, Brasil, Salve a seleção... (Miguel Gustavo)   Assinale a alternativa que indica corretamente uma das consequências da conquista do Brasil na Copa do Mundo de 1970.
  18. 18. UFU 1998
    A respeito dos movimentos de oposição e resistência à ditadura militar no Brasil nos anos 60, assinale a alternativa INCORRETA.
  19. 19. PUC-RS 2014
    Leia o texto e as afirmativas que seguem, preenchendo os parênteses com V (verdadeiro) ou F (falso). O golpe militar, que deu origem a uma das mais longas ditaduras brasileiras (1964-1985), completou 50 anos em 2014. Esse acontecimento ( ) derrubou o governo constitucional de João Goulart, que optou por não reagir militarmente à sua destituição do poder, preferindo o exílio no Uruguai. ( ) foi mal recebido pela maioria da população brasileira, que se mobilizou contra o movimento golpista em passeatas e manifestações de massa, como a “Marcha dos 100 mil”, ocorrida no Rio de Janeiro. ( ) foi condenado por amplos setores da grande imprensa brasileira, como os jornais liberais Correio da Manhã e Jornal do Brasil, que consideravam a medida uma ação contrária à democracia. ( ) não é considerado uma ação exclusivamente militar, porque recebeu apoio de instituições civis, como o IPES (Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais) e o IBADE (Instituto Brasileiro de Ação Democrática).   A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
  20. 20. PUC-RS 2014
    Do ponto de vista econômico, os anos 80, no Brasil, são considerados como a “década perdida”, pois os índices de crescimento da economia, que chegaram a atingir a casa dos 10% anuais entre 1950 e 1970, caíram a taxas inferiores a 1%. Sobre os fatos que podem explicar essa queda, NÃO é correto incluir
  21. 21. PUC-RS 2013
    O ano de 1968 é considerado um período de recrudescimento da repressão política da Ditadura Militar instalada em 1964, no Brasil. Nesse contexto, ainda no governo do general Costa e Silva, o Ato Institucional nº 5 (AI-5), de 13 de dezembro de 1968, foi o ápice institucional das medidas de fechamento político do sistema, vigorando até dezembro de 1978. Dentre as medidas estabelecidas por esse ato, permitindo poderes excepcionais ao presidente da República, NÃO consta a
  22. 22. PUC-CAMPINAS 2017
    Iriam para diante, alcançariam uma terra desconhecida. Fabiano estava contente e acreditava nessa terra, porque não sabia como ela era nem onde era. (...) E andavam para o Sul, metidos naquele sonho. Uma cidade grande cheia de pessoas fortes. Os meninos em escolas, aprendendo coisas difíceis e necessárias. (...) Chegariam a uma terra desconhecida e civilizada, ficariam presos nela. E o sertão continuaria a mandar gente para lá. O sertão mandaria para a cidade homens fortes, brutos, como Fabiano, Sinha Vitória e os dois meninos. (RAMOS, Graciliano. Vidas secas. São Paulo: Martins, 27. ed., s/d, p. 172) O sertão continuaria a mandar gente para o sul ao longo de todo o século XX. Esse fluxo migratório ocorreu de forma intensa
  23. 23. UFJF 2011
    Leia os versos da música abaixo. Sobre a cabeça os aviões Sob os meus pés os caminhões Aponta contra os chapadões Meu nariz Eu organizo o movimento Eu oriento o carnaval Eu inauguro o monumento No planalto central Do país Viva a bossa-sa-sa Viva a palhoça-ça-ça-ça-ça [...] VELOSO, Caetano. Sem lenço, sem documento. Universal Music, 1999. CD. Essa música, composta em 1968, retrata o movimento tropicalista, que
  24. 24. UNCISAL 2012
    Para que existam hoje os direitos políticos, de votar e ser votado, de escolher seus governantes e representantes, a sociedade lutou muito. A política foi inventada pelos humanos como o modo pelo qual pudessem expressar suas diferenças e seus conflitos sem transformá-los em guerra total, em uso da força e extermínio recíproco [...]. De outra forma, a política foi inventada como o modo pelo qual a sociedade, internamente dividida, discute, delibera e decide em comum para aprovar ou reiterar ações que dizem respeito a todos os seus membros. (Adaptado de: CHAUÍ, Marilena. Convite à filosofia. São Paulo: Ática, 1994.) No Brasil, ocorre que nem sempre esses direitos foram garantidos. Falamos do período denominado de Ditadura Militar. Quanto ao fim deste período, dadas as sentenças seguintes, I. A abertura política durante o governo Figueiredo foi “lenta, gradual e segura”, absolvendo os condenados por crimes políticos através da Lei da Anistia. II. A maior novidade da época foi a criação do Partido dos Trabalhadores (PT), liderado pelo ex-metalúrgico Lula da Silva, representando o ABC Paulista. III. O movimento de resistência da sociedade civil à ditadura formou uma frente única reunindo alguns partidos e instituições no Brasil e deu início à campanha dos Caras Pintadas. IV. Ao mesmo tempo em que Leonel Brizola assume o governo no Rio de Janeiro, Luiz Inácio Lula da Silva assume a Câmara dos Deputados. verifica-se que apenas
  25. 25. UNIMONTES 2010
    O chamado "milagre brasileiro" do período 1967-73 teve como sustentáculo,
  26. 26. UFU 1999
    A respeito do panorama sócio-cultural no Brasil entre os anos 1970/1979, assinale a alternativa INCORRETA.
  27. 27. UFU 2001
    Leia com atenção os slogans. “Pra frente Brasil” “Ninguém segura este país” “Até 1964 o Brasil era o país do futuro: agora o futuro chegou” “Brasil, ame-o ou deixe-o”. As alternativas, abaixo, propõem uma leitura destes slogans, relacionando-os às questões políticas, econômicas e sociais do período da ditadura militar do governo Médici. I) A política de nacionalização da economia aumentou o ritmo da industrialização e da geração de empregos, elevando os salários dos trabalhadores urbanos e rurais e justificando, portanto, a noção de que o Brasil caminhava “pra frente”. II) Enquanto o discurso oficial aproveitava conquistas esportivas, como o tricampeonato mundial de futebol, para criar um clima de euforia e ufanismo, na base do “ninguém segura este país”, a repressão perseguiu e a censura calou as forças de oposição ao governo militar. III) O sentimento compartilhado pela população brasileira de que “o futuro chegou” era respaldado pelo chamado “milagre econômico”, que produziu uma distribuição de renda mais eqüitativa, criando as condições para a ampliação do consumo de bens duráveis, eletrodomésticos, acesso à educação e à aquisição da casa própria. IV) O slogan “Brasil, ame-o ou deixe-o”, profundamente intolerante, expressava a idéia veiculada pelo discurso oficial de que opor-se ao governo, por qualquer meio, era um ato contrário aos interesses legítimos da nação brasileira, que buscava a paz, a harmonia e a ordem social, asseguradas pelos governos militares. Assinale a alternativa correta.
  28. 28. UFU 2002
    “Os números variam, mas uma coisa é certa: este comício foi a maior manifestação já realizada em São Paulo desde a Marcha da Família com Deus pela Liberdade, em 1964. De acordo com os cálculos realizados pela ‘Folha’, 300 mil pessoas saíram às ruas para defender, na praça da Sé, a restauração das eleições diretas para a Presidência da República. (...). Quem foi o herói do comício? (...) o verdadeiro herói foi (...) a multidão, as 300 mil pessoas que provaram ser possível (e desejável) fazer política com amor, garra e alegria.(...).” Jornal Folha de S. Paulo, 26/1/1984. O texto acima, faz referência a duas manifestações ocorridas em São Paulo, em épocas diferentes: a Marcha da Família com Deus pela Liberdade, em 1964, e o comício pelas eleições diretas para a Presidência da República, em janeiro de 1984. A esse respeito podemos afirmar que I - em 1964, vivia-se no Brasil uma intensa mobilização política, envolvendo desde estudantes, trabalhadores urbanos e rurais, intelectuais e partidos políticos, até a classe média e setores das Forças Armadas. A Marcha da Família com Deus pela Liberdade foi uma resposta conservadora à mobilização popular de apoio às reformas de base propostas por João Goulart. II - a campanha pelas “Diretas Já” foi um movimento que envolveu amplos segmentos sociais, incluindo partidos políticos que faziam oposição ao regime militar. Através dos comícios nas principais cidades do país, o povo exigia que o Congresso restabelecesse o voto direto para a escolha do Presidente da República, demonstrando assim seu descontentamento com as regras instituídas para a transição política. III - a Marcha de 1964, organizada pela Igreja Católica, conseguiu mobilizar a população mais pobre de São Paulo, incluindo trabalhadores e desempregados, que protestavam contra os ataques que o governo Goulart dirigia à Igreja, ameaçando a liberdade de culto no país. IV - em 1984, com partidos políticos e sindicatos destruídos pela violência da repressão, os estudantes, intelectuais e classe média tornaram-se heróis porque, ao vencerem o medo, puderam realizar manifestações políticas espontâneas para exigirem o direito de escolher os governantes – prefeitos, governadores e presidente da república – através do voto direto. Assinale a alternativa que contém as afirmativas corretas.
  29. 29. UTFPR 2009
    “Nas favelas, no Senado, sujeira pra todo lado. Ninguém respeita a constituição. Mas todos acreditam no futuro da nação. Que país é esse?” Esses são os versos iniciais de uma canção de Renato Russo do terceiro álbum da banda “Legião Urbana”, surgida em Brasília em 1983. Segundo Guilherme Bryan, em seu livro sobre a cultura jovem brasileira nos anos 80, a questão do sonho, que foi muito presente nos anos 60, ganhou outra dimensão nos anos 80, quando o Cazuza cantava “quem tem um sonho não dança”. Esse movimento cultural ficou conhecido como:
  30. 30. UTFPR 2009
    Em meados da década de oitenta do século XX, no Brasil, políticos de oposição, artistas, jogadores de futebol e milhões de brasileiros participaram do movimento das “Diretas Já”, por causa de uma emenda constitucional que tinha o objetivo de instaurar eleições diretas para Presidente da República. Apesar de todo alarido popular, a emenda constitucional foi a plenário no dia 25 de abril de 1984, obtendo o seguinte resultado: 298 deputados votam a favor, 65 contra, três abstêm-se e 113 parlamentares simplesmente não comparecem ao plenário. Seriam necessários mais 22 votos, que somariam dois terços do total. Resultado: emenda rejeitada. Este fato ficou conhecido como:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login