Exercícios de Renascimento Cultural

Voltar para exercícios de História

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Renascimento Cultural dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 61. UFF 2001
    Dentre os temas desenvolvidos pela cultura renascentista há um que se mantém presente até hoje - a utopia - despertando atenção, principalmente, em finais de século. Assinale a opção que se refere à ideia de utopia defendida no século XVI.
  2. 62. MACKENZIE 1996
    O Humanismo foi um movimento que não pode ser definido por:
  3. 63. MACKENZIE 1996
    Galileu Galilei (1564 - 1642) rompeu com as concepções medievais sobre a natureza do conhecimento, EXCETO por:
  4. 64. FUVEST 1996
    "Se volveres a lembrança ao Gênese, entenderás que o homem retira da natureza seu sustento e a sua felicidade. O usuário, ao contrário, nega a ambas, desprezando a natureza e o modo de vida que ela ensina, pois outros são no mundo seus ideais."  (Dante Alighieri, A DIVINA COMÉDIA, Inferno, canto XI, tradução de Hernâni Donato).    Esta passagem do poeta florentino exprime:
  5. 65. UNEMAT 2012
    Um momento histórico, surgido durante o século XV, teve, de início, sentido religioso, significando a revitalização da alma por meio dos sacramentos. No século XVI, o termo foi empregado para se referir às mudanças de consciência e de formas de expressão artística do período. Seu início é marcado pelo apogeu das cidades italianas do século XV e pela renovação das expressões artísticas ligadas às mudanças de mentalidade do período, com a ascensão da burguesia.   Assinale a alternativa que indica esse momento histórico.
  6. 66. UNCISAL 2010
    Na transição do feudalismo para o capitalismo, cresceu uma economia que tendia cada vez mais para o caráter comercial e urbano. Na esfera social, política e cultural desse cenário, houve, respectivamente:
  7. 67. PUC-RS 2012
    Considere o seguinte texto, sobre um aspecto essencial da cultura renascentista, no início da Idade Moderna. “Apostura dos humanistas valorizava o que de divino havia em cada homem, induzindo-o a expandir suas forças, a criar e a produzir, agindo sobre o mundo para transformá-lo de acordo com sua vontade e interesse.” (SEVCENKO, Nicolau. O Renascimento, São Paulo: Atual, 1985, p. 16)   O autor destaca no texto especificamente a característica do humanismo renascentista denominada
  8. 68. UNICENTRO 2009
    Leia o texto. “Leonardo foi o curioso mais insistente da história. Perguntava o porquê e o como de tudo o que via. [...] Descobre, anota; quando pode ver, desenha. Copia. Faz a mesma pergunta uma, duas, várias vezes. A curiosidade de Leonardo unia-se a uma energia mental incansável. Chega a ser cansativa a leitura de suas intermináveis anotações. Não se contenta com um sim por resposta. Não deixa nada de lado: preocupa-se, expõe, responde a interlocutores imaginários. De todas as perguntas, a mais insistente é a questão sobre o homem – não o homem ‘de espírito, razão e memória como um deus imortal’ de Alberti, mas o homem como mecanismo. Como anda? E ensina como se desenha um pé de dez maneiras diferentes, cada uma revelando componentes diversos na sua estrutura. Como o coração bombeia o sangue? O que acontece quando o homem  espirra ou boceja? Como vive, quando feto, no útero? Por que morre de velhice? Leonardo descobriu um centenário num hospital de Florença, e esperou alegremente que ele morresse para examinar-lhe as veias. Cada pergunta exigia uma dissecação e cada dissecação era desenhada com precisão maravilhosa.” [...] (CLARK, Kenneth. Civilização. São Paulo: Martins Fontes, 1980. p. 155.)   Todas as alternativas abaixo expressam a postura de Leonardo da Vinci, personagem destacada do Renascimento, EXCETO:
  9. 69. UNCISAL 2011
    A cultura renascentista estabeleceu um novo pensamento que implicou em nova visão do mundo. Dessa forma, é correto considerar que o Renascimento
  10. 70. UNICENTRO 2014
    No período do renascimento europeu, um conjunto de transformações realizadas por sujeitos históricos se expressou na cultura e nas ciências, propiciando uma renovação nas produções dessas respectivas áreas. Com base nos conhecimentos sobre essas modificações, assinale a alternativa correta.
  11. 71. UNAMA 2010
    “Os arquitetos do renascimento conseguiram, mediante o estudo de antigos templos e ruínas gregas, assim como pela aplicação da perspectiva, chegar a uma arquitetura diferente. As ordens gregas de colunas substituíram os pilares medievais e se impuseram no levantamento das paredes e na sustentação das abóbadas e cúpulas. A aplicação dessas ordens não é arbitrária. Elas representam as tão almejadas proporções humanas: a base é o pé, a coluna, o corpo, e o capitel, a cabeça”. Enciclopedia Multimedia del Arte Universal. www.arteeeducacao.net/.../renascimento/texto.htm Acesso em 03/05/2010. Texto adaptado.   Pelo texto acima e por seus conhecimentos sobre o Renascimento moderno, a arquitetura renascentista caracterizava-se por ser
  12. 72. PUC-RJ 2008
    Sobre o conjunto de ideias que marcou o Renascimento é correto afirmar que:
  13. 73. FCMS-JF 2015
    O Renascimento se configurou como um período marcado por amplas transformações culturais na Europa, entre os séculos XV e XVI. Dentre as características principais deste contexto, destaca-se a valorização:
  14. 74. UFT 2014
    Avalie o texto descrito a seguir. “(...) são múltiplos os caminhos do pensamento renascentista e certamente a variedade, a pluralidade de pontos de vistas e opiniões, (...) um dos fatores mais notáveis da sua fertilidade. (...) era plenamente coerente com sua insistência sobre a postura crítica, o respeito à individualidade, seu desejo de mudança.” FONTE: Adaptado de SEVCENKO, Nicolau. O Renascimento. SP: Atual, 1994, p.24.   Marque a alternativa que apresenta uma das características do Renascimento.  
  15. 75. UNB 2014
    A Europa viveu uma revolução cultural — a Renascença — nos séculos XV e XVI, nos quais muito dos antigos saberes do continente foi recuperado e um novo espírito de curiosidade científica assegurou-lhe avanços tecnológicos essenciais, que a colocaram à frente do resto do mundo. As viagens de exploração logo se transformaram em grandes ondas de colonização, que chegaram à maior parte do globo. Philip Parker. Guia Ilustrado Zahar: história mundial. Rio de Janeiro: Zahar, 2011, p. 216-7. 1     O momento das descobertas foi também o momento das rupturas. Ao lado das invenções técnicas, que permitiram as aventuras dos navegantes, transformações nas estruturas materiais e mentais deram início ao que a filosofia e a história chamam de “liberação do indivíduo”, tirando-o do anonimato medieval: “divinização do homem e humanização de Deus”. Avança a circulação das ideias, com a descoberta, por Gutenberg, do processo de impressão por meio de tipos móveis, com a multiplicação dos livros e o aparecimento da imprensa escrita. Adauto Nunes. Experiência e destino. In: Adauto Nunes (Org.). A descoberta do homem e do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 1998, p.10-1 (com adaptações).     Tendo como referência os fragmentos de texto acima, e considerando a inserção do Brasil no capitalismo nascente e a produção dos seus espaços geográficos, responda.   A valorização econômica e a organização do território brasileiro no século XVI eram coerentes com o projeto colonizador de Portugal, que foi essencialmente
  16. 76. UNIMONTES 2013
    A democracia é a Vontade da Lei, que é plural e igual para todos, e não a do Príncipe que é impessoal e desigual para os favorecimentos e privilégios. GUIMARÃES, Ulisses. In: Ricardo, Adhemar e Flávio. HISTORIA. Belo Horizonte-MG: Lê, 2001. p. 453. O pensamento exposto pelo parlamentar brasileiro opõe-se frontalmente ao pensamento de/dos
  17. 77. UNICENTRO 2010
    “Renascimento” ou “Renascença” são termos utilizados para identificar as mudanças ocorridas na Europa, entre o século XIII e XVII. Assinale a alternativa INCORRETA, em relação ao período citado.
  18. 78. UPE 2011
    A Peste Negra assolou a Europa com uma longa e devastadora epidemia no século XIV. Campos e cidades foram arrasados; um terço da população europeia morreu sob o impacto da doença. Outros fatores também contribuíram para esse período de depressão, provocando uma grave crise no Sistema Feudal. No entanto, essa Crise foi responsável pelas transformações empreendidas entre os séculos XV e XVIII, período esse denominado de transição do Feudalismo para o Capitalismo. No que se refere a essas transformações, assinale a alternativa CORRETA.
  19. 79. PUC-CAMPINAS 2004
    As ordens já são mandadas, já se apressam os meirinhos. Entram por salas e alcovas, relatam roupas e livros: (...) Compêndios e dicionários, e tratados eruditos sobre povos, sobre reinos, sobre invenções e Concílios... E as sugestões perigosas da França e Estados Unidos, Mably, Voltaire e outros tantos, que são todos libertinos... (Cecília Meireles, Romance XLVII ou Dos sequestros. "Romanceiro da Inconfidência")   A referência "compêndios, dicionários e tratados eruditos" no século XVIII nos sugere uma clara valorização do conhecimento científico, postura que também se verifica no período conhecido como Renascimento. Contribuíram para eclosão deste amplo movimento cultural na Europa,
  20. 80. FUVEST 2017
    Em uma significativa passagem da tragédia Macbeth, de Shakespeare, seu personagem principal declara: “Ouso tudo o que é próprio de um homem; quem ousa fazer mais do que isso não o é”. De acordo com muitos intérpretes, essa postura revela, com extraordinária clareza, toda a audácia da experiência renascentista. Com relação à cultura humanista, é correto afirmar que
  21. 81. UNCISAL 2012
    As expressões artísticas renascentistas, fundadas no estudo do homem, da natureza e do espírito crítico, desdobraram-se no desenvolvimento científico, notadamente na área da física, astronomia, matemática e biologia. Contrariando as antigas concepções geocêntricas defendidas pela Igreja, ganhou aceitação definitiva, na época, a teoria heliocêntrica. Na divulgação da nova concepção, destacaram-se
  22. 82. UEMA 2010
    A época cognominada de “moderna” é usualmente compreendida entre os séculos XV e XVIII, e sua compreensão é polissêmica, ou seja, possui vários significados, dentre eles, pode-se conceber: I - Representou a ultrapassagem da Europa ante às sociedades que lhes eram paralelas, pelos significados do Renascimento e Iluminismo, pela construção dos Estados Modernos, pela expansão ultramarina, pela constituição do capitalismo. II - Representou o “desencantamento” do mundo europeu, ou seja, com a construção dos Estados Modernos a política passa a ser a nova engenharia social em que “magia”, “honra”, “bravura” cedem espaço à racionalidade, individualidade e competitividade. III - Representou discursivamente a vitória do cientificismo em relação ao dogma religioso cristão medieval, o surgimento da nova economia atrelada ao estado, o surgimento do capitalismo como sistema jurídico, político, social e cultural redesenhando as relações sociais e os paradigmas medievais, como trabalho, tempo e riqueza. IV - Ressignificou o papel da religião cristã com o Renascimento, estabelecendo uma fissura na teologia cristã católica com o advento da Reforma Protestante, alterando a percepção de tempo-espaço com a descoberta do novo mundo. V - Demarcou a ascensão do capitalismo modificando as antigas organizações campesinas, alterando as formas políticas de organização social, a ascensão de um ideal burguês de vida configurado na relação trabalho-religião a partir da eclosão da Reforma Protestante. Sobre os enunciados, pode-se afirmar:
  23. 83. UEL 2010
    A invenção da perspectiva matemática, ou “perspectiva exata”, em que todos os pontos do espaço retratado obedecem a uma norma única de projeção, a técnica do “olho fixo”, possibilita observar o espaço como que através de um instrumento ótico e define as proporções dos objetos e do espaço entre eles em relação a esse foco visual. (Adaptado de: SEVCENKO, N. O Renascimento. São Paulo: Atual; Campinas: Unicamp, 1985. p. 30.)   Com base no texto e nos conhecimentos sobre a perspectiva matemática, assinale a alternativa correta.
  24. 84. UFU 2002
    “Sempre que se evoca o tema do Renascimento, a imagem que imediatamente nos vem à mente é a dos grandes artistas plásticos e de suas obras famosas (...) as artes plásticas acabaram se convertendo num centro de convergência de todas as principais tendências da cultura renascentista. E, mais do que isso, acabaram espelhando, através de seu intenso desenvolvimento nesse período, os impulsos mais marcantes do processo de evolução das relações sociais e mercantis.” SEVCENKO, Nicolau. O Renascimento. São Paulo: Atual, 1994, p. 25. De acordo com o trecho acima, o papel central das artes plásticas na cultura renascentista está relacionado aos “impulsos mais marcantes do processo de evolução das relações sociais e mercantis”, porque I - expressavam o caráter sacro e piedoso do humanismo, revalorizando a tradição medieval e procurando reconciliar razão e fé, que se encontravam dissociadas a partir do predomínio do racionalismo burguês nas transações mercantis. II - expressavam o desejo da nascente burguesia de construir uma nova imagem da sociedade em que ela teria papel central, contrapondo-se aos valores da sociedade medieval que privilegiavam o clero e a nobreza. III - expressavam o ideal de beleza relacionado ao sentido de permanência atemporal, imutável, tomado de empréstimo às artes do mundo antigo e que serviam como contraponto à velocidade e intensidade das inovações e transformações vividas pelas sociedades européias modernas. IV - expressavam como a cultura tornou-se um campo de luta privilegiado, onde a produção artística deveria transmitir valores e princípios importantes para a consolidação da sociedade moderna, como o antropocentrismo, a razão, a positividade da riqueza material, o desejo de conhecimento e domínio sobre a natureza e sobre o espaço geográfico. Assinale a alternativa que contém as afirmativas corretas.
  25. 85. UFRGS 2014
    Os humanistas dos séculos XV e XVI procuraram validar os modelos antigos nas artes, na filosofia, na política, na literatura, desviando-se das derivações medievais. Nesse sentido, as inovações do Renascimento podem ser definidas como retomada de concepções antigas e criações inéditas.   Considere os seguintes autores e respectivas obras.   I - Maquiavel e a obra O Príncipe – Thomas Morus e a obra Utopia   II - Montaigne e a obra Ensaios – Rousseau e a obra O contrato social   III- Da Vinci e a obra Mona Lisa – Michelângelo e a obra Moisés     Quais são desse período?
  26. 86. UNICENTRO 2004
    Algumas das 95 teses de Lutero “21. Erram os pregadores de indulgências quando dizem que pelas indulgências do papa o homem fica livre de todo o pecado e que está salvo. 33. Deve-se desconfiar daqueles que dizem que as indulgências do papa são um inestimável dom divino pelo qual o homem se reconcilia com Deus. 36. Qualquer cristão verdadeiramente arrependido tem plena remissão do castigo e do pecado: ela é-lhe devida sem indulgências. 86. Por que é que o papa [...] não constrói a Basílica de São Pedro com seu próprio dinheiro e não com o das suas ovelhas?” (Lutero. In: Vicentino, p. 198) A construção da Basílica de São Pedro, indicada no texto, representa
  27. 87. UNICAMP 2016
    “Uma categoria inferior de servidores que coexiste nas grandes casas com os domésticos livres são os escravos. Um recenseamento enumera em Gênova, em 1458, mais de 2 mil. As mulheres estão em uma proporção esmagadora (97,5%) e 40% não têm ainda 23 anos. São totalmente desamparadas; todos na casa a repreendem, todos batem nela (patrão, mãe, filhos crescidos) e os testemunhos de processos em que elas comparecem mostram-nas vivendo, frequentemente no temor de pancadas. Em Gênova e Veneza, a escrava-criada é essencial no prestígio das nobres e ricas matronas.   (Adaptado de Charles De la Roncière,  “A vida privada dos notáveis toscanos no limiar da Renascença”, em  Georges Duby (org.), História da vida privada - da Europa feudal à Renascença, vol 2. São Paulo: Companhia das Letras, 1990, p. 235-236.)     Sobre o trabalho nas cidades italianas do período em questão, podemos afirmar corretamente que:    
  28. 88. UEG 2005
    Quem deseja conservar suas conquistas deve ter em mente duas precauções: uma é extinguir o sangue do antigo príncipe; outra é não alterar suas leis e impostos. Desse modo, em tempo muito breve elas se integrarão ao principado antigo, formando um único corpo. MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe.   O movimento cultural, filosófico e político que tomou conta da Europa a partir do século XV, chamado Renascimento, legou para nós, mulheres e homens do século XXI, a perspectiva de um mundo possível de ser apreendido através da razão. Um de seus mais destacados representantes, Nicolau Maquiavel, opõe à ética cristã tradicional um pragmatismo político justificável caso os objetivos traçados – a conquista do poder – sejam alcançados. Iniciava-se, assim, um longo processo que marcaria o fim da tutela teológica da Igreja nos mais diversos campos da sociedade europeia e que teria seu ápice no movimento iluminista, alguns séculos adiante.   Sobre esse processo de racionalização por que passou a Europa nesse período é INCORRETO afirmar:
  29. 89. PUC-RS 2013
    A renovação literária que se verifica no norte da Itália no século XIV, com as obras de Dante Alighieri (1265- 1321), Francesco Petrarca (1304-1374) e Giovani Boccaccio (1313-1375), é considerada um marco para o chamado Renascimento Cultural. Produzindo obras de transição para a cultura renascentista, esses autores NÃO
  30. 90. UEG 2002
    A transição do mundo medieval para a era moderna foi marcada por movimentos de cunho artístico e religioso, evidenciando um repensar da cultura da época. O Renascimento cultural, a Reforma protestante e a Contra-Reforma católica foram movimentos que marcaram o período de transição. Sobre os fenômenos mencionados acima, é INCORRETO afirmar que:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login