Exercícios de União Ibérica: Invasões Francesas e Holandesas

Voltar para exercícios de História

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de União Ibérica: Invasões Francesas e Holandesas dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 12000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UPE 2015
    A primeira metade do século XVII em Pernambuco foi marcada pela invasão holandesa à capitania. A presença holandesa em Pernambuco durou 24 anos, de 1630 a 1654. A invasão foi motivada por vários fatores, dos quais podemos destacar
  2. 2. MACKENZIE 2013
    Com a união das coroas de Portugal e Espanha, ocorreu o início do período chamado de União Ibérica (1580-1640). A Holanda, que enfrentou diversas lutas contra a Espanha, exerceu influência direta na colônia portuguesa na América, pois
  3. 3. PUC-RS 2014
    A primeira metade do século XVII se caracterizou, na história da colonização portuguesa na América, pelas invasões holandesas no nordeste do Brasil. Sobre esse processo, é INCORRETO afirmar que
  4. 4. FGV 2013
    Sobre a conquista holandesa do Nordeste brasileiro, no período colonial, é correto afirmar
  5. 5. UFPEL 2007
    "(...) da amizade dos índios depende em parte o sossego e a conservação da colônia do Brasil e que se tendo isto em vista deve-se-Ihe permitir conservar a sua natural liberdade, mesmo aos que no tempo do rei de Espanha caíram ou por qualquer meio foram constrangidos à escravidão, como eu próprio fiz libertando alguns. Devem-se dar ordens, também, para que não sejam ultrajados pelos seus 'capitães', ou alugados a dinheiro ou obrigados contra sua vontade a trabalhar nos engenhos; ao contrário deve-se permitir a cada um viver do modo que entender e trabalhar onde quiser, como os da nossa nação (...)." (Fragmento do relatório de Maurício de Nassau aos diretores da Companhia das Indias Ocidentais, em 1644). O documento demonstra que, durante
  6. 6. FATEC 2006
    Em relação ao período da ocupação holandesa no Nordeste brasileiro, afirma-se: I. A invasão deveu-se aos interesses dos comerciantes holandeses pelo açúcar produzido na região, interesses esses que foram prejudicados devido a União Ibérica (1580-1640). II. Foi, também, uma consequência dos conflitos econômicos e políticos que envolviam as relações entre os chamados Países Baixos e o Império espanhol. Ill. As medidas económicas de Nassau garantiam os lucros da Companhia das Indias Ocidentais e os lucros dos senhores de engenho, já que aumentaram a produção do açúcar. IV. A política adotada por Nassau para assentar os holandeses na Bahia acabou por deflagrar sua derrota e o fim da ocupação holandesa, graças à resistência dos índios e portugueses expulsos das terras que ocupavam. São verdadeiras as proposições:
  7. 7. UFRGS 2011
    Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo, referentes ao período das invasões holandesas no Nordeste brasileiro. (   ) A motivação principal das invasões batavas ao Brasil está relacionada à conjuntura da União Ibérica, que fez com que os adversários da Espanha se tornassem hostis a Portugal. (   ) O ataque as regiões produtoras de açúcar, inicialmente na Bahia e depois em Pernambuco, foi realizado pela Companhia das Índias Orientais. (   ) Em função do desenvolvimento urbano e de uma política conciliadora entre luso-brasileiros e batavos, o governo de Nassau é considerado a 'idade de ouro' do domínio holandês na América. (   ) A chamada Restauração Pernambucana foi uma consequência do processo de endividamento dos lavradores de cana luso-brasileiros com o governo holandês. A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
  8. 8. UFSM 2013
    Analise o mapa e o texto. Os domínios holandeses da colõnia portuguesa estenderam-se desde o litoral dos atuais Maranhão até Sergipe. Para administrá-los, foi nomeado o conde Maurício de Nassau, que permaneceu no cargo entre 1637 e 1644. Preocupado em normalizar a rica produção açucareira, o conde conseguiu a colaboração de muitos senhores de engenho, concedendo-lhes empréstimos que permitiram o aumento da produtividade. [...] A administração de Nassau destacou-se pelas realizações urbanísticas e culturais, saneando e modernizando Recife, que se converteu num centro urbano repleto de notáveis obras arquitetônicas, passando a chamar-se Mauritzstadt, ou cidade Maurícia. Fonte: VICENTINO, Cláudio; DORIGO, Gianpaolo. História para o Ensino Médio. São Paulo: Scipione, 2008. p. 188-189. (adaptado) A economia colonial portuguesa do nordeste açucareiro constituiu um dos núcleos fundamentais do mercado mundial em expansão, nos séculos XVI e XVII. As invasões dos holandeses, o domínio das regiões produtoras e os investimentos feitos atestam essa importãncia. Integram esse contexto histórico, entre outros, os seguintes processos: I. o domínio da Espanha sobre Portugal durante a denominada "União Ibérica". II. as rivalidades entre holandeses e espanhóis na Europa, fruto das lutas para a formação do Estado Nacional holandês em territórios sob o domínio da monarquia espanhola. III. a continuidade da produção açucareira, caracterizada como uma economia colonial típica, voltada para o exterior, com a função de promover a acumulação primitiva do capital. IV. o enfraquecimento do controle dos senhores sobre seus escravos durante o conflito com os holandeses, facilitando o aumento das fugas e a ampliação da população dos quilombos, principalmente o de Palmares. Está(ão) correta(s)
  9. 9. UFU 2007
    'Uti possidetis' é um princípio de direito internacional bastante utilizado desde o século XVIII nas definições dos limites entre territórios vizinhos. Esse princípio reconhece o direito de posse a quem de fato ocupa determinado território. Considerando o uso desse princípio e a formação territorial do Brasil, assinale a alternativa INCORRETA.
  10. 10. PUC-RS 2013
    A União Ibérica (1580-1640) provocou o acirramento de conflitos europeus, alguns dos quais foram transferidos para os territórios coloniais de Portugal e Espanha. A situação que NÃO tem relação com os conflitos do contexto da União Ibérica é:
  11. 11. UNIMONTES 2009
    Sobre a presença holandesa no Brasil, coloque C (CORRETO) ou I (INCORRETO) para cada afirmativa. ( ) A ocupação holandesa não encontrou resistência por parte dos moradores da América Portuguesa. ( ) Maurício de Nassau desenvolveu uma política de financiamento para reconstrução dos engenhos, que resultou em endividamento da elite agrária de Olinda. ( ) A colônia, após a saída dos holandeses, atingiu o ápice da produção açucareira. ( ) A invasão holandesa de terras brasileiras decorreu, entre outros fatores, do surgimento da União Ibérica, governada por Felipe II. Você obteve
  12. 12. PUC-SP 2015
    A invasão e a ocupação holandesas no Nordeste do Brasil, ocorridas durante o período da União Ibérica (1580-1640),
  13. 13. UPE 2014
    Os holandeses invadiram Pernambuco com o firme propósito de se apossarem de suas riquezas. O que os guiou foram a cobiça e as intrigas políticas, o olho grande das nações europeias procurando acumular riquezas e consolidar interesses. (REZENDE, Antônio Paulo. O Recife: Histórias de uma cidade. Recife: Fundação de Cultura da Cidade do Recife, 2002, p.32. Adaptado.)   Sobre a realidade apresentada no texto, assinale a alternativa CORRETA.
  14. 14. UPE 2016
    Os holandeses ocuparam, durante 24 anos, o Nordeste brasileiro: Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Itamaracá (1630-1654). Nesse período, Pernambuco se transformou numa verdadeira metrópole, com uma vida cultural intensa, onde poetas, cientistas e filósofos tornaram o Brasil um centro intelectual único na América do Sul. Nesse contexto, os judeus puderam constituir uma comunidade com escolas, sinagogas e cemitério, dando sua contribuição ao enriquecimento da vida cultural da região. LEVY, Daniela Tonello. Judeus e Marranos no Brasil Holandês. Pioneiros na colonização de Nova York. Século XVII. São Paulo: USP, 2008. (Adaptado)   Uma característica sociopolítica da ocupação holandesa no contexto mencionado foi
  15. 15. UFU 2001
    Na década de 1630, os holandeses conquistaram a região açucareira de Pernambuco, lá permanecendo até 1654. Das afirmativas abaixo, assinale aquela que relaciona corretamente o contexto histórico internacional da época com as invasões holandesas no Brasil.
  16. 16. UEMA 2009
    A ocupação do território maranhense pelos holandeses, entre 1641 e 1644, tinha por objetivo
  17. 17. UPF 2016
    “As invasões holandesas que ocorreram no século XVII foram o maior conflito militar da Colônia. Embora concentradas no Nordeste, elas não se resumiram a um simples episódio regional. Ao contrário, fizeram parte do quadro das relações internacionais entre os países europeus, revelando a dimensão da luta pelo controle do açúcar e das fontes de suprimento de escravos.” (FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: Edusp, 1996, p. 84) Tendo em vista o quadro histórico descrito acima, considere o seguinte: I.    A Companhia Holandesa das Índias Ocidentais teve como alvo principal a ocupação das zonas de produção açucareira na América portuguesa. II.    Domingos Fernandes Calabar, alagoano, tornou-se colaborador das forças invasoras, até ser preso e executado. III.    Durante o governo do príncipe Maurício de Nassau, ocorreu a vinda de artistas, naturalistas e letrados para Pernambuco, e o Recife conheceu vários melhoramentos urbanos. IV.    Os holandeses defendiam o trabalho livre e postulavam pelo fim da escravidão. V.    A reconquista ocorreu porque os brasileiros uniram os brancos, os negros escravos e os índios em prol de Portugal num acordo que ficou conhecido como a  “união das três raças”. Está correto apenas o que se afirma em :
  18. 18. UNIMONTES 2012
    O período de domínio holandês em parte da região do Nordeste da América portuguesa durou quase um quarto de um século. Nesse período, é possível perceber três fases distintas. A primeira fase abrange os anos da resistência ibérica e do crescimento do poderio holandês e vai de 1630 a 1636. O segundo período compreende uma espécie de resignação portuguesa com a dominação e o florescimento da colônia holandesa e é demarcado pelos anos 1637 a 1644. Os últimos anos são marcados pela insurreição dos moradores portugueses e a decadência do domínio flamengo até a expulsão final, no ano de 1654. Fonte: http://www.thirdmill.org/files/portuguese/47093~9_18_01_4-13-56_PM~calabar.htm acesso em 10-2-2012. (Adaptado) Um elemento que contribuiu para o florescimento da colônia holandesa na América portuguesa foi
  19. 19. UNIMONTES 2013
    Com a queda do preço do açúcar após a expulsão dos holandeses, parte expressiva do contingente de escravos do nordeste brasileiro foi
  20. 20. UNIMONTES 2010
    Os holandeses invadiram áreas do Nordeste, pertencentes à América portuguesa, após a interrupção de sua participação no comércio do açúcar. Tal interrupção, derivou-se, entre outros fatores, da 
  21. 21. UNIOESTE 2007
    No período colonial (séculos XVI a XVIII), o engenho açucareiro integrou a paisagem do Nordeste brasileiro. Sobre a produção açucareira no Brasil no período, assinale a alternativa INCORRETA:
  22. 22. ESPM 2005
    Leia os dois textos a seguir e responda: "A tentativa de implantação colonial ocorreu em 1612, onde fica hoje a cidade que leva o nome de São Luís. Contava com o apoio da rainha regente Maria de Médicis, que nomeou os senhores de La Ravardiere e de Razilly 'lugar tenentes do rei' e designou os missionários capuchinhos para exercerem o apostolado junto aos índios da região". (Fonte: "Revista Nossa História", no 9, julho/2004)   "Em 1645, os insurretos controlavam o interior do nordeste, enquanto os batavos permaneciam em Recife, Itamaracá, Paraíba, Natal e Fernando de Noronha. A estratégia lusa era impedir o abastecimento do inimigo, fazendo-o depender dos recursos enviados desde a Europa. As derrotas dos invasores, sobretudo nas duas batalhas de Guararapes desembocaram na capitulação da Campina da Taborda". (Ronaldo Vainfas. "Dicionário do Brasil Colonial")
  23. 23. UFJF 2013
    A ocupação holandesa, no território nordestino brasileiro, está relacionada à união das coroas de Espanha e Portugal (União Ibérica) e ao processo de independência dos Países Baixos. Entre 1624 e 1654, ocorreram tentativas de ocupação, estabelecimento e reação contra a presença dos holandeses na colônia portuguesa, que terminaram com a expulsão dos holandeses. São correlacionados a esse processo, EXCETO:
  24. 24. UEFS 2015
    A conquista holandesa no Nordeste do Brasil, no século XVII, e em portos da costa atlântica da África, no mesmo período, indica
  25. 25. ENEM PPL 2011
    O Brasil oferece grandes lucros aos portugueses. Em relação ao nosso país, verificar-se-á que esses lucros e vantagens são maiores para nós. Os açúcares do Brasil, enviados diretamente ao nosso país, custarão bem menos do que custam agora, pois que serão libertados dos impostos que sobre eles se cobram em Portugal, e, dessa forma, destruiremos seu comércio de açúcar. Os artigos europeus, tais como tecidos, pano etc., poderão, pela mesma razão, ser fornecidos por nós ao Brasil muito mais baratos; o mesmo se dá com a madeira e o fumo.   WALBEECK, J. Documentos Holandeses. Disponível em: http://www.mc.unicamp.br.   O texto foi escrito por um conselheiro político holandês no contexto das chamadas Invasões Holandesas (1624-1654), no Nordeste da América Portuguesa, que resultaram na ocupação militar da capitania de Pernambuco. O conflito se inicia em um período em que Portugal e suas colônias, entre elas o Brasil, se encontravam sob domínio da Espanha (1580-1640). A partir do texto, qual o objetivo dos holandeses com essa medida?
  26. 26. PUC-RJ 2004
    Analise as afirmativas abaixo referentes à colonização portuguesa na América.   I - ao instituir o sistema de capitanias hereditárias, entre 1534 e 1536, a Coroa portuguesa pretendia povoar todo o litoral, ao mesmo tempo, de modo a defendê-lo de incursões estrangeiras. II - surgido durante a ocupação holandesa no atual Nordeste, o quilombo dos Palmares não representou a única forma de resistência dos negros africanos à escravidão, durante os três séculos da experiência colonizadora. III - diferentemente dos tratados anteriormente firmados entre as duas monarquias ibéricas, o Tratado de Madri de 1750 procurou realizar a demarcação total das fronteiras de seus domínios americanos, tomando por base o princípio do "uti possidetis". IV - a transferência da capital da Colônia para a cidade do Rio de Janeiro em 1763 expressava tanto a importância assumida pelo centro-sul da colônia americana com a atividade mineradora quanto a progressiva projeção do Atlântico Sul no império colonial português.   Assinale:
  27. 27. FUVEST 1994
    Entre as mudanças ocorridas no Brasil Colônia durante a União Ibérica (1580 - 1640), destacam-se
  28. 28. UFAM 2002
    Durante a União Ibérica (1580 -1640), iniciou-se a ocupação do território que hoje denominamos de Amazônia. Utilizando seus conhecimentos sobre esse momento histórico, analise as proposições e assinale a opção correta, de acordo com o código abaixo.   I. A ocupação da região possuía, naquele momento, um sentido estratégico-militar, considerando as pressões exercidas por franceses, ingleses e holandeses, especialmente na área do litoral atlântico e da região do Delta amazônico. II. As duas primeiras fortalezas construídas na região – o Forte do Presépio (1616) e a Fortaleza da Barra do Rio Negro (1669) – marcaram também o processo de fundação das cidades de Belém e Manaus. III. O Estado do Maranhão (1621-1652), com capital em S. Luís, era a sede administrativa, com jurisdição sobre territórios que se estendiam do Ceará ao Amazonas. IV. A expedição comandada por Pedro Teixeira (1637-1639) foi uma das mais importantes para o alargamento das fronteiras lusas na Amazônia, contudo, seu retorno a Belém foi marcado pela tragédia porque seus integrantes foram exterminados por doenças, em disputas internas e nos confrontos com os índios.   
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login