Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Questão 24 de 71

Exercícios de Modernismo no Brasil - 1ª Fase

Listagem de exercícios

UNAMA 2007

Caetano Canibal

 

Oswald de Andrade usou a palavra antropofagia para introduzir o “jeito brasileiro” na grande poesia. O brasileiro seria, então, o que devora, o que assimila, o que deglute, o que transforma, o que recria e o que expressa o resultado disso tudo: um artista. (Olhe esse ditado da terra de Caetano: “Baiano não nasce, estréia”.) A obra de Caetano Veloso é a que melhor expressa, na música brasileira, esta qualidade em devorar, fundir, amalgamar, “mentalizar” as muitas culturas (até a cultura de massa, grande engolidora da globalização).

(O Liberal, 09/05/07)

 

A partir da leitura atenta desse fragmento da crônica do jornalista e poeta Edson Coelho sobre o “show” Cê, apresentado recentemente em Belém, avalie as seguintes afirmações: 

 

I. Caetano Veloso, segundo o jornalista, é o artista contemporâneo que melhor exemplifica a concepção de antropofagia cultural proposta pelo modernista Oswald de Andrade.
II. O ditado popular “Baiano não nasce, estréia” é usado pelo jornalista para ressaltar a natureza repetitiva da arte praticada pelo povo da Bahia.
III. Caetano Veloso, segundo o jornalista, é capaz de fazer arte, inclusive com a cultura de massa.
IV. Este excerto justifica plenamente o título dado pelo jornalista a sua crônica.

 

São corretas as afirmações

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login