Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

OBB 2017

A alta variabilidade genética de uma população é a base da variabilidade fenotípica sobre a qual a seleção natural atua.  Do ponto de vista da sustentabilidade, qualquer ação humana que diminua a variabilidade genética de uma população irá diminuir as possibilidades de resposta adaptativa dessa espécie.

Foram feitas algumas proposições sobre este assunto:

I) A deriva genética é a mudança ao acaso da frequência alélica numa população. Como é um processo aleatório, não há qualquer conexão causal direta entre deriva genética e seleção natural.

II) A diminuição expressiva do número de indivíduos de uma população altera a variabilidade genética. Devemos esperar, assim, que quanto menor a população, menor o efeito da deriva genética na alteração da (já baixa) variabilidade.

III) O efeito fundador e o efeito gargalo são mecanismos distintos da deriva genética. Em ambos, a taxa de mutação diminui abruptamente e os genes dos indivíduos mais adaptados passam a formar uma parcela cada vez maior da população.

IV) Devemos supor a presença de deriva genética, causada por efeito fundador, se encontrarmos numa subpopulação uma frequência alélica estatisticamente distinta da frequência encontrada em outra subpopulação.

V) Se uma espécie de mamíferos for reduzida a apenas 1 casal, o efeito fundador será máximo e as frequências alélicas serão para sempre constantes, se desconsiderarmos a ocorrência de mutações.

Estão corretas as proposições:

Escolha uma das alternativas.