Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

OBB 2017

Caracterizado por centenas de doenças com alta mortalidade agrupadas pela proliferação celular desenfreada, o câncer é um dos maiores desafios a serem enfrentados por cientistas biológicos no século XXI. Como tratamento realiza-se rotineiramente extração cirúrgica dos tumores, a qual é muito invasiva e não garante que todas as células anormais sejam retiradas, além dos tratamentos com drogas quimioterápicas e radioterapia, que não são suficientemente específicos por serem tóxicos a células além das cancerígenas.

Lê-se diariamente nas revistas científicas publicações que desvendam os mecanismos das neoplasias, e destacam-se as que mostram novos alvos a serem atacados por terapias. As células cancerígenas expressam proteínas que fornecem características de células embrionárias. Controlando esses níveis proteicos, os pacientes podem ter suas doenças atenuadas de formas muito menos invasivas, como simples injeções locais.

Inovações como essa podem estar mais próximas do que pensamos ao olharmos para alguns tipos de transcritos celulares não-codificantes, como os micro RNA (miRNA). Essas pequenas sequências de RNA estão naturalmente nas células e não geram proteínas, mas são responsáveis pelo controle específico da expressão dos genes ao bloquearem seus RNAm, e normalmente encontram-se em número fora do normal em tumores. Pode-se aumentar ou diminuir o nível de qualquer miRNA e controlar a concentração de suas proteínas alvo in vitro, e almeja-se um dia realizar em doentes.

http://onlinelibrary.wiley.com

Dentre as características de células-tronco embrionárias têm-se:

Escolha uma das alternativas.