Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

PUC-RS 2008

Os adolescentes usam a web como uma espécie de laboratório social, para testar limites do relacionamento. A estudante paulista L.S.B., 15 anos, assídua no Orkut e no MSN, diz ter maior intimidade com o computador do que com os pais. “Quando estou dando uma bronca, prefiro falar pessoalmente, mas tem coisas que só consigo digitar”, diz. As novidades não dizem respeito apenas a relacionamentos e troca de informações – mas, também, a velocidade. A antropóloga Anne Kirah observou que a maior dificuldade dos imigrantes (isto é, aquelas pessoas nascidas quando o telefone tinha disco e que, em caso de  urgência,  enviavam  telegramas)  é  entrar  em sintonia com o ritmo atual e acelerado da sociedade on-line. Para os jovens, que não conheceram outra vida, isso é perfeitamente natural.


 A tecnologia abriu uma porta para que as pessoas possam estar em contato permanente umas com as outras e para que tenham acesso ininterrupto à informação. Ainda é cedo para conhecer os efeitos a longo prazo da cultura da comunicação. O modelo é espetacular, e seus benefícios para a difusão do conhecimento são evidentes. Em contrapartida, a conexão permanente parece estar reduzindo o tempo disponível para simplesmente sentar e pensar.

Veja Especial TECNOLOGIA – agosto, 2007


A afirmação correta quanto à pontuação do texto é:

Escolha uma das alternativas.