Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

PUC-RS 2010

1. Grande parte de nossas decisões é tomada de
2. maneira mais ou menos automática. Esse processo
3. é guiado pelo valor que se dá às diversas experiê-
4. ncias do passado. Se uma pessoa desperta boas emo-
5. ções em mim, toda vez que eu a encontrar vou reviver
6. uma   memória   que   se   divide   em   dois   aspectos:
7. o  cognitivo  (quem  é  essa  pessoa)  e  o  emocional
8. (é alguém de quem eu gosto). Não há memória ou
9. tomada de decisões neutras, sem emoção.
10. Na verdade, nada é mais essencial para a identi-
11. dade de uma pessoa do que o conjunto de experiên-
12. cias armazenadas em sua mente. Por isso, o que
13. mais distingue a memória humana é a capacidade
14. de ter uma autobiografia. Cada um de nós sabe quan-
15. do nascemos, quem são nossos pais, nossos ami-
16. gos, quais são nossas preferências, o que já realiza-
17. mos na vida… Enfim, qual é nossa história. Um chim-
18. panzé ou um cão têm isso de forma limitada; sua me-
19. mória não possui a mesma riqueza de detalhes e
20. abrangência. Essa diferença é amplificada pela lin-
21. guagem, que codifica memórias não verbais em for-
22. mas verbais, expandindo enormemente tudo o que o
23. ser humano é capaz de memorizar.
24. Cada vez que a memória decai, e conforme a ida-
25. de isso ocorre em maior ou menor grau, perde-se
26. um pouco da interação com o mundo. Mas a ciência
27. vem avançando no conhecimento dos mecanismos da
28. memória e de como fazer para preservá-la. Pesquisas
29. recentes permitem vislumbrar o dia em que será reali-
30. dade a manipulação da memória humana. (...)
31. A neurociência é um campo tão promissor que, nos
32. Estados Unidos, um quinto do financiamento em pes-
33. quisas médicas do governo federal vai para as tentati-
34. vas de compreender os mecanismos do cérebro. E os
35. estudos sobre a memória têm lugar destacado nesse
36. esforço científico. Afinal, mantê-la em perfeito funcio-
37. namento tornou-se preocupação central nas socieda-
38. des modernas, na qual dois fenômenos desafiam: a ex-
39. posição a uma carga diária excessiva de informações,
40. que o cérebro precisa processar, selecionar e, se rele-
41. vantes, reter para uso futuro; e o aumento da expecta-
42. tiva  de  vida,  que  se  traduz  em  uma  população  mais
43. vulnerável a distúrbios associados à perda de memória.


INSTRUÇÃO: Para resolver, considere o trecho compreendido entre as linhas 04 a 08 e as possibilidades de preenchimento das lacunas abaixo.


Se a expressão “em mim” (linha 05) fosse substituída por  _________,  a  frase  permaneceria  correta,  mas seria obrigatório  fazer mais  _________  alterações.


1.  em seus colegas – cinco
2.  em alguém – quatro
3.  em nós – cinco
4.  em ti – quatro

 

As possibilidades corretas são, apenas,

 

Escolha uma das alternativas.