Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Exercícios de Literatura

Listagem de exercícios

PUCRS 2013

Compare o poema de Camões e o poema “Encarnação”, leia as afirmativas que seguem e preencha os parênteses com V para verdadeiro e F para falso.

 Poema 1

 Transforma-se o amador na cousa amada,

por virtude do muito imaginar;

não tenho, logo, mais que desejar,

pois em mim tenho a parte desejada.

 

Se nela está minha alma transformada,

que mais deseja o corpo de alcançar?

Em si somente pode descansar,

pois consigo tal alma está liada.

 

Mas esta linda e pura semideia,

que, como o acidente em seu sujeito,

assim coa alma minha se conforma,

 

Está no pensamento como ideia;

[e] o vivo e puro amor de que sou feito,

como a matéria simples busca a forma.

  

Poema 2

 

Carnais, sejam carnais tantos desejos,

carnais, sejam carnais tantos anseios,

palpitações e frêmitos e enleios,

das harpas da emoção tantos arpejos...

 

Sonhos, que vão, por trêmulos adejos,

à noite, ao luar, intumescer os seios

láteos, de finos e azulados veios

de virgindade, de pudor, de pejos...

 

Sejam carnais todos os sonhos brumos

de estranhos, vagos, estrelados rumos

onde as Visões do amor dormem geladas...

 

Sonhos, palpitações, desejos e ânsias

formem, com claridades e fragrâncias,

a encarnação das lívidas Amadas!

 

 ( ) Os dois poemas falam mais sobre o sentimento do amor do que sobre o objeto amado.

( ) No poema de Camões, o amor figura-se no campo das ideias.

( ) Quanto à forma, os dois poemas são sonetos.

( ) O título “Encarnação” contém uma certa ambigui­dade, aliando um sentido espiritual a um erótico.

 

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é: