Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Exercícios de Émile Durkheim

Voltar para exercícios de Sociologia

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Émile Durkheim dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Sociologia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 61. UNIMONTES 2013
    Para Émile Durkheim (1858-1917), as instituições sociais expressam as representações que as sociedades têm e constroem sobre si mesmas, sobre seus membros, e sobre as coisas com as quais se estabelecem relações. Considerando essa afirmativa, analise as afirmativas abaixo, marcando V para verdadeiro ou F para falso. ( ) As instituições sociais, ao serem guardiãs das representações sociais, cumprem a função de organizar as práticas, pensamentos e sentidos da vida dos indivíduos em sociedade. ( ) A solidariedade assegura a integração dos indivíduos em sociedade, cuja intensidade se manifesta através da funcionalidade das instituições sociais, que são determinadas por força de valores e sentimentos coletivos. ( ) As instituições sociais referem-se às estruturas sociais que atuam estritamente sobre a dimensão da produção econômica e material na sociedade, graças à coação externa que se impõe a todos. ( ) As instituições sociais podem ser entendidas como um conjunto de regras e procedimentos orientados e definidos pelos indivíduos e têm suas origens nas manifestações das consciências individuais. A sequência CORRETA é:
  2. 62. UNIMONTES 2010
    Èmile Durkheim diz que os costumes e as normas sociais solidificam-se em instituições sociais que são a base da sociedade, pois exprimem maneiras de agir, de pensar e de sentir instituídos coletivamente, dando, assim, um sentido de integração entre os indivíduos que pertencem àquela sociedade. Exemplos são a família, a escola, o sistema judiciário e o Estado, pois são instituições que congregam dentro de si os elementos essenciais da sociedade, dando-lhe sustentação e permanência. Considerando essa reflexão, é INCORRETO afirmar:
  3. 63. UEMA 2013
    Auguste Comte, Karl Marx eÉmile Durkheim são considerados os grandes pilares da Sociologia como ciência burguesa. Nessa época, a Sociologia, para se afirmar no campo das ciências, adotou o Positivismo. Assinale a assertiva que melhor expressa o sentido do Positivismo sociológico.
  4. 64. UNICENTRO 2013
    A questão dos Direitos Civis, Políticos e Sociais é interpretado de maneira diferente por inúmeros pensadores. Muitos deles defenderam que os seres humanos nascem livres e iguais, e têm garantidos determinados direitos inalienáveis. A ideia de Cidadania, por exemplo, recebeu variadas interpretações dos chamados teóricos clássicos da Sociologia, entre eles Émile Durkheim o qual defendia que
  5. 65. UNIOESTE 2012
    Émile Durkheim é considerado um dos fundadores das Ciências Sociais e entre as suas diversas obras se destacam “As Regras do Método Sociológico”, “O Suicídio” e “Da Divisão do Trabalho Social”. Sobre este último estudo, é correto afirmar que
  6. 66. UNIMONTES 2015
    Coube a Émile Durkheim (1858-1917) a institucionalização da Sociologia como disciplina acadêmica. Para o sociólogo clássico francês, a sociedade moderna implica uma diferenciação substancial de funções e ocupações profissionais. Sobre as análises desse autor, é CORRETO afirmar:
  7. 67. UFLA 2014
    “As palavras da língua usual, tal como os conceitos que elas exprimem, são sempre ambíguas, e não só sua compreensão é tão pouco circunscrita que varia de um caso para o outro, conforme as necessidades de discurso, como também, uma vez que a classificação de que são produto não procede de uma análise metódica, mas apenas traduz as impressões confusas das pessoas, constantemente acontece que as categorias de fatos muito disparatados sejam reunidas indistintamente sob a mesma rubrica, ou que realidades de mesma natureza recebam nomes diferentes. Se, portanto, nos deixarmos guiar pela acepção geralmente aceita, corremos o risco de ignorar assim o verdadeiro parentesco das coisas e de nos enganarmos sobre sua natureza.” Fonte: DURKHEIM, Emile. O suicídio: estudo de sociologia. São Paulo: Martins Fontes, 2000, p. 1-2.   São interpretações corretas do texto de Durkheim citado acima, EXCETO:
  8. 68. UFMA 2008
    Enumere a segunda coluna, de acordo com a primeira, relacionando as obras com seus respectivos autores e em seguida marque a opção que contém a seqüência correta da segunda coluna.   Primeira Coluna (1)O suicídio (2) A ética protestante e o espírito do capitalismo (3)O capital   Segunda Coluna   ( ) Karl Marx (1818-1883) ( ) Émile Durkheim (1858-1917) ( ) Max Webber (1864-1920)
  9. 69. UPE 2013
    O objeto de estudo de uma ciência é aquilo que ela estuda. Assim, o objeto de estudo da Sociologia é o conjunto de relacionamentos que os homens estabelecem entre si, na vida em sociedade, em um determinado momento histórico. Como os fenômenos sociais sofrem modificações ao longo do tempo, os sociólogos possuem ideias diferentes acerca do objeto de estudo.   Sobre isso, qual das alternativas a seguir está CORRETA?
  10. 70. UNIOESTE 2015
    “Solidariedade orgânica” e “solidariedade mecânica” são conceitos propostos pelo sociólogo francês Émile Durkheim (1858-1917) para explicar a 'coesão social' em diferentes tipos de sociedade. De acordo com as teses desse estudioso, nas sociedades ocidentais modernas, prevalece a 'solidariedade orgânica', onde os indivíduos se percebem diferentes embora dependentes uns dos outros. A lógica do mercado capitalista, entretanto, baseada na competição individualista em busca do lucro, pode corromper os vínculos de solidariedade que asseguram a coesão social e conduzir a uma situação de 'anomia'. De acordo com os postulados de Durkheim, é CORRETO dizer que o conceito de “anomia” indica
  11. 71. UFU 2013
    Os crescentes casos de violência que, recorrentemente, têm ocorrido em nível nacional e internacional, diuturna e diariamente noticiados pela imprensa, convidam a pensar em uma situação de patologia social. No entanto, para Durkheim, o crime, ainda que fato lastimável, é normal, desde que não atinja taxas exageradas. É normal, porque existe em todas as sociedades; para o sociólogo, o crime seria, inclusive, necessário, útil. Sem pretender fazer apologia do crime, compara-o à dor, que não é desejável, mas pertence à fisiologia natural e pode sinalizar a presença de moléstias a serem tratadas.   O crime seria, pois, para Durkheim, socialmente funcional, porque  
  12. 72. UNICENTRO 2009
    Émile Durkheim, Marx Weber e Karl Marx são clássicos da Sociologia não só porque suas obras apresentam embasamentos teóricos profundos para a explicação dos fenômenos sociais, mas, principalmente, porque até hoje servem de inspiração para as análises sobre a sociedade. Sobre os Clássicos da Sociologia, é correto afirmar:
  13. 73. UEAP 2010
    Durkheim definiu com clareza o objeto da Sociologia – os fatos sociais – e distinguiu três características: a exterioridade, a coercitividade e a generalidade. Com base em seus conhecimentos sobre o assunto, analise as proposições e, posteriormente, assinale a alternativa correta.       I- O fato social exterior é aquele que existe e atua sobre o indivíduo, independente de sua vontade ou de sua adesão consciente.    II- O fato social coercitivo só se manifesta no indivíduo se ele reagir à sanção. Portanto, depende da forma como o indivíduo se expressa.   III- O fato social é geral quando se repete em todos os indivíduos ou, pelo menos, na maioria deles.  Nesse sentido, a generalidade se manifesta na natureza coletiva ou em um estado comum ao grupo. 
  14. 74. UNICENTRO 2013
    Sobre o conceito de Solidariedade mecânica de Émile Durkheim, assinale a alternativa correta.
  15. 75. UFU 2001
    Levando-se em conta a maneira como Marx, Durkheim e Weber concebem o Estado aponte a alternativa INCORRETA. 
  16. 76. UNISC 2014
    Sobre certos sentimentos até então considerados inatos nos humanos Émile Durkheim, um dos fundadores da sociologia, afirma que esses não são encontrados em todas as sociedades, o que lhe permite concluir que “tais sentimentos resultam pois da organização coletiva, em vez de constituírem a base dela.” (Fonte: DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007. p.10) Podemos dizer, com base nisto, que para Durkheim
  17. 77. UNIMONTES 2012
    Segundo Èmile Durkheim (1858-1917), os costumes e as ideias existentes na sociedade não fomos nós, individualmente, que fizemos. São produtos da vida em comum e exprimem as necessidades sociais. São mesmo, na sua maior parte, obras de gerações passadas. Segundo as reflexões do autor sobre esse tema, marque a alternativa INCORRETA
  18. 78. UNICENTRO 2014
    Segundo Durkheim, a sociedade é formada por indivíduos, mas com características que não dependem totalmente deles.   Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, a concepção dessa teoria sobre a relação entre o indivíduo e a sociedade.
  19. 79. UNIMONTES 2015
    Segundo o sociólogo francês Émile Durkheim (1858-1917), a consciência coletiva corresponde ao conjunto das crenças e dos sentimentos comuns à média dos membros de uma mesma sociedade que forma um sistema determinado que possui dinâmica própria. Ou seja, existem certos padrões morais estabelecidos pela sociedade aos quais as pessoas devem obedecer, como deveres por ela impostos, cuja natureza obrigatória da moral caminha conjuntamente à manifestação voluntária da vontade de segui-la. Considerando as reflexões do autor sobre esse tema, analise as afirmativas a seguir: I - A consciência coletiva produz um mundo de sentimentos, de ideias, de imagens e independe da maneira pela qual cada um dos membros dessa sociedade venha a manifestá-la, porque tem uma realidade própria. II - A consciência coletiva recobre todas as áreas de distintas dimensões na consciência das pessoas, independentemente de que esteja inserido numa sociedade simples ou mesmo uma sociedade complexa. III - Quanto mais simples é a sociedade mais extensa é a consciência coletiva, maior é a coesão entre os participantes da sociedade, o que faz com que todos se assemelhem e, por isso, os membros do grupo sintam-se atraídos pelas similitudes uns com os outros. IV - Na sociedade complexa, o ideal moral é imutável, e uma vez que ele surge, impossibilita a sua modificação e evolução, por mais que se modifiquem as condições de vida social. Estão CORRETAS as afirmativas
  20. 80. UEL 2006
    Na raiz de nossos julgamentos existe um certo número de noções essenciais que dominam toda a vida intelectual; são aquelas que os filósofos chamam de categorias do entendimento: noções de tempo, de espaço, de gênero, de número, de causa, de substância, de personalidade etc. [...] Mas, se, como pensamos, as categorias são representações essencialmente coletivas, traduzem antes de tudo estados da coletividade: elas dependem da maneira pela qual esta é constituída e organizada, de sua morfologia, de suas instituições religiosas, morais, econômicas, etc. DURKHEIM, Émile. Sociologia. São Paulo: Ática, 1981. p. 154-157.   Com base no texto por noção de categorias do entendimento pode-se compreender:
  21. 81. UEL 2011
    “O primeiro beijo é sempre o último”. Assim um informante define, com certa nostalgia, o surgimento de uma nova rotina na prática de “ficar” entre os jovens ao longo da night. “Ficar” é essencialmente beijar, beijar em série, beijar muito. O primeiro beijo, marcado por algo absolutamente fugaz, registro imediato do tátil, desliga- -se do que outrora era ritual do enamoramento, prelúdio de uma trajetória sentimental. [...] No campo do afeto e do exercício da sociabilidade, essa mesma noite propicia comportamentos que revelam a transitoriedade, a seriação e o deslocamento afetivo como um novo mecanismo de agrupamento dos jovens. ALMEIDA, M. I. M. de. Guerreiros da noite - cultura jovem e nomadismo urbano, In Ciência hoje, v. 34, n. 202, p. 28. Com base no texto e nos conhecimentos sobre a sociabilidade moderna, considere as afirmativas a seguir. I. As práticas assinaladas entre os jovens identificam-se ao que se definiu como pós-modernidade, isto é, relações fluidas, marcadas pela instantaneidade e por rupturas contínuas com referenciais pré-estabelecidos. II. O comportamento dos jovens que optam pela prática do “ficar” é diferente do estado anômico, analisado por Durkheim, na medida em que as bases da existência social mantêm seu funcionamento normal. III. A vida social moderna, ao individualizar os sujeitos, eliminou a necessidade, entre os jovens, de participar de agrupamentos identitários e de estabelecer vínculos sociais com outras pessoas. IV. A adoção da prática antissocial do “ficar” é fruto de uma juventude sem valores morais, como família, tradição e propriedade privada, presentes desde os primórdios da humanidade. Assinale a alternativa correta.
  22. 82. UNIMONTES 2013
    Para o sociólogo francês Émile Durkheim (1858-1917), a definição objetiva de suicídio diz respeito a "todo caso de morte que resulte direta ou indiretamente de um ato positivo ou negativo praticado pela própria vítima, sabedora de que deveria produzir esse resultado". Analisado o suicídio como um fenômeno coletivo, esse autor recorre a dados relativos ao número de suicídios de várias sociedades para encontrar regularidades e construir uma taxa específica para cada uma delas. Analisou variáveis que podem estar relacionadas ao suicídio, tais como sexo, crises políticas, crises econômicas, família, religião, escolaridade, entre outras. Com base no texto e nas proposições desse autor, analise as afirmativas a seguir: I - Esse autor estabeleceu a tipologia de suicídios como egoísta, altruísta e anômica. O suicídio egoísta é característico nas sociedades tradicionais, enquanto o altruísta e o anômico são frequentes apenas nas sociedades modernas. II - Cada grupo social tem uma disposição coletiva para o suicídio, e desta derivam as inclinações individuais. O grau de coesão ou vitalidade das instituições às quais a pessoa está ligada pode preservá-la ou estimulá-la a cometer um ato dessa natureza. III - As sociedades religiosa, doméstica e política podem exercer sobre o suicídio uma influência moderadora. Ao se constituírem em sociedades integradas, elas protegem seus membros. A ultrapassagem, por parte de qualquer delas, de seu grau normal de intensidade pode expor alguns membros a formas de suicídio. IV - Certas condições de vida social revelam o estado moral da sociedade, podendo gerar correntes de egoísmo, de altruísmo ou de anomia que afligem a todos e consequentemente aumentam as taxas de suicídio. Estão CORRETAS as afirmativas
  23. 83. UFU 2003
    A teoria educacional de Émile Durkheim é tributária do seu modo de conceber a socialização dos indivíduos, ou seja, o processo de transformação dos indivíduos em seres sociais. Como tal, a educação participa da mesma natureza e exibe as mesmas características gerais dos demais fatos sociais.   Assinale a ÚNICA afirmação, entre as que são apresentadas a seguir, que não está de acordo com as idéias de Durkheim a respeito do processo de educação e socialização dos indivíduos.
  24. 84. UENP 2013
    “Quando desempenho meus deveres de irmão, de esposo ou de cidadão, quando me desincumbo de encargos que contraí, pratico deveres que estão definidos fora de mim e de meus atos, no direito e no costume”. Ainda exemplificando o mesmo conceito, refere-se Durkheim ao “sistema de sinais de que me sirvo para exprimir pensamentos, o sistema de moedas que emprego para pagar dívidas, os instrumentos de crédito que uso nas relações comerciais, as práticas seguidas nas profissões (...)”. DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico, 4ª ed. Trad. de Maria Isaura Pereira Queiroz, São Paulo, Editora Nacional, 1966, p. 96.    Para Durkheim, quais elementos caracterizam um fato social?
  25. 85. UNIMONTES 2011
    A Educação é a ação exercida pelas gerações adultas sobre as gerações que não se encontram ainda preparadas para a vida social, que tem como objetivo suscitar e desenvolver, na criança, certo número de estados físicos, intelectuais e morais, reclamados pela sociedade política no seu conjunto e pelo meio especial a que a criança, particularmente, se destine. Émile Durkheim, Educação e Sociedade Sobre a definição do autor para educação, podemos afirmar, EXCETO
  26. 86. UEAP 2013
    Um jovem que havia ingressado recentemente na universidade foi convidado para uma festa de recepção de calouros. No convite distribuído pelos veteranos não havia informação sobre o traje apropriado para a festa. O calouro, imaginando que a festa seria formal, compareceu vestido com traje social. Ao entrar na festa, em que todos estavam trajando roupas esportivas, causou estranheza, provocando risos, cochichos com comentários maldosos, olhares de espanto e de admiração. O calouro não estava vestido de acordo com o grupo e sentiu as represálias sobre o seu comportamento. As regras que regem o comportamento e as maneiras de se conduzir em sociedade podem ser denominadas, segundo Émile Durkheim (1858-1917), como fato social. Um fato social reconhece-se pelo poder de coerção externa que exerce ou é suscetível de exercer sobre os indivíduos. (DURKHEIM, E. As regras do método sociológico. São Paulo: Martin Claret, 2001).   Sobre coerção, analise as afirmativas abaixo e, a seguir, assinale a alternativa correta.   I. Pode ser reconhecida através das sanções aplicadas caso haja violação de determinado fato social. II. Traduz-se como uma reação direta da sociedade com relação à moral, às crenças, usos ou mesmo à moda. III. É um produto da vida comum, resultante das consciências individuais, caracterizando-se como uma realidade sui generis. IV. As normas de conduta ou de pensamento são, além de externas aos indivíduos, dotadas de poder coercitivo, porque se impõem aos indivíduos, independente de suas vontades. V. A Coerção não necessita ser drástica; igualmente são eficazes o riso, a zombaria, o afastamento dos amigos, quando tal comportamento não constitui transgressões às leis, mas às convenções da sociedade.  
  27. 87. UFU 2011
    De acordo com Durkheim, para se garantir a objetividade do método científico sociológico, torna-se necessário que o pesquisador mantenha certa distância e neutralidade em relação aos fatos sociais, os quais devem ser tratados como “coisas”. Considerando a frase acima, fato social:
  28. 88. UNISC 2009
    Em relação aos conceitos de solidariedade orgânica e de solidariedade mecânica na sociologia de Émile Durkheim, é correto afirmar que I- a solidariedade mecânica é típica de sociedades capitalistas. II- nas sociedades onde predomina a solidariedade mecânica, a consciência coletiva exerce todo seu poder de coerção sobre os indivíduos. III- a divisão do trabalho social cria, ao mesmo tempo, solidariedade orgânica e solidariedade mecânica. IV- em sociedades onde predomina a solidariedade orgânica, a consciência coletiva se afrouxa, ao mesmo tempo em que a divisão do trabalho social promove uma interdependência que garante a coesão social. V- nas sociedades onde predomina a solidariedade mecânica, cada um tem a liberdade de crer, de querer e de agir conforme suas preferências. Assinale a alternativa correta
  29. 89. UFU 2004
    As assertivas a seguir resumem formulações teóricas da Sociologia sobre coesão social e anomia. Leia-as e assinale a alternativa que indica as formulações corretas na tradição teórica de Émile Durkheim.   I - A solidariedade mecânica, como base da coesão social, perde terreno para a solidariedade orgânica, quando aumenta a divisão social do trabalho, como se observa na transição das sociedades agrárias para as sociedades urbanas-industriais. II - A solidariedade mecânica funda-se na adesão total do indivíduo ao grupo ao qual pertence, enquanto a solidariedade orgânica tem fundamento na cooperação dos indivíduos e grupos, segundo a interdependência de suas funções sociais. III - A transição da solidariedade mecânica para a orgânica impõe transformações na estrutura social, incluindo mudanças em seus fundamentos morais que, quando mal assimiladas, podem levar a estados de anomia, como se vê em alguns casos de suicídio. IV - A anomia corresponde a situações de desorganização pessoal e social decorrentes da ausência de consciência coletiva, da luta de classes e do desencantamento do mundo próprios das sociedades de consumo, formadas por hordas e clãs sem identidades.
  30. 90. UNIMONTES 2012
    Assinale a alternativa que NÃO corresponde ao conceito de Sociedade, formulado pelo sociólogo francês Émile Durkheim (1858-1917).
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login