Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Karl Marx dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Sociologia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 61. UNIMONTES 2014
    O trabalho é considerado, em Sociologia, como uma atividade produtiva exercida pelo homem, a partir da transformação da natureza, para assegurar sua sobrevivência e desenvolvimento. Karl Marx (1818-1883) afirma que o trabalho pode emancipar os indivíduos, mas, no capitalismo, de modo geral, resulta em alienação dos trabalhadores. Sobre esse assunto, marque a alternativa INCORRETA.
  2. 62. UECE 2014
    O século XIX foi marcado pelo surgimento de correntes de pensamento que contestavam o modelo capitalista de produção e propunham novas formas de organizar os meios de produção e a distribuição de bens e riquezas, buscando uma sociedade que se caracterizasse pela igualdade de oportunidades. No que diz respeito a essas correntes, assinale a afirmação verdadeira. 
  3. 63. ENEM PPL 2013
    TEXTO I Não é sem razão que o ser humano procura de boa vontade juntar-se em sociedade com outros que estão já unidos, ou pretendem unir-se, para a mútua conservação da vida, da liberdade e dos bens a que chamo de propriedade. LOCKE, J. Segundo tratado sobre governo: ensaio relativo à verdadeira origem, extensão e objetivo do governo civil. São Paulo: Abril Cultural, 1978 (adaptado).   TEXTO II Para que essas classes com interesses econômicos em conflitos não destruam a si mesmas e à sociedade numa luta estéril, surge a necessidade de um poder que, na aparência, esteja acima da sociedade, que atenue o conflito, mantenha-o dentro dos limites da ordem. ENGELS, F. In: GALLINO, L. Dicionário de sociologia. São Paulo: Paulus, 2005 (adaptado). Os textos expressam duas visões sobre a forma como os indivíduos se organizam socialmente. Tais visões apontam, respectivamente, para as concepções:
  4. 64. UNICENTRO 2015
    Um dos aspectos essenciais do pensamento de Karl Marx é a elaboração simultânea do método de análise e de interpretação do capitalismo. Com base nos conhecimentos sobre esse autor, quando analisa a sociedade capitalista, considere as afirmativas a seguir.   I. Aceita como verdadeiras as teorias e as teses otimistas dos economistas políticos clássicos acerca da divisão social do trabalho e seu impacto na eliminação da alienação. II. Considera que as estruturas de apropriação econômica e de dominação política são dimensões fundamentais e combinadas que explicam as relações sociais. III. Interpreta como o processo de mercantilização das relações sociais, as pessoas e as coisas produzem as contradições que fundamentam a transformação da sociedade. IV. Revela como o materialismo histórico e o materialismo dialético constituem um processo teórico- -prático de reflexão sobre a produção da mercadoria e da mais-valia.   Assinale a alternativa correta.
  5. 65. UNIOESTE 2013
    O Manifesto do Partido Comunista, escrito por Marx e Engels no ponto de inflexão entre as reflexões de juventude e a obra de maturidade, sintetiza os resultados da concepção materialista da história alcançados pelos dois autores até 1848. A dinâmica do desenvolvimento histórico é então concebida como resultante do aprofundamento da tensão entre forças produtivas e relações de produção que se expressaria através da luta política aberta. Com base na concepção materialista da história defendida por Marx e Engels no Manifesto, selecione a alternativa correta.
  6. 66. UNIMONTES 2014
    O capitalismo como modo predominante de produção no mundo moderno exerceu profunda atração entre os pensadores clássicos da Sociologia. Autores como Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber desenvolveram análises e teorias fundamentais sobre o mundo do trabalho. Portanto, é INCORRETO afirmar:
  7. 67. UFU 2002
    Considere o fragmento apresentado para responder a questão proposta abaixo. Impelida pela necessidade de mercados sempre novos, a burguesia invade todo o globo terrestre. Necessita estabelecer-se em toda parte, explorar em toda parte, criar vínculos em toda parte. Pela exploração do mercado mundial, a burguesia imprime um caráter cosmopolita à produção e ao consumo em todos os países (...). As velhas indústrias nacionais foram destruídas e continuam a ser destruídas diariamente. São suplantadas por novas indústrias, cuja introdução se torna uma questão vital para todas as nações civilizadas – indústrias que já não empregam matérias-primas nacionais, mas sim matérias-primas vindas das regiões mais distantes, e cujos produtos se consomem não somente no próprio país mas em todas as partes do mundo (...). O sistema burguês tornou-se demasiado estreito para conter as riquezas criadas em seu seio. E de que maneira consegue a burguesia “vencer” essas crises? De um lado, pela destruição violenta de grande quantidade de forças produtivas; de outro, pela conquista de novos mercados e pela exploração mais intensa dos antigos. MARX, K. & ENGELS, F., O Manifesto Comunista, São Paulo: Boitempo Editorial, 1999, pp. 43-45. Com base no atual estágio do capitalismo e, de acordo com o texto apresentado, é INCORRETO afirmar que
  8. 68. UEL 2008
    Partindo dos princípios da lei da mais-valia absoluta e relativa em Marx, um industrial, para aumentar seus lucros deve
  9. 69. UFU 1999
    Sobre as relações sociais estabelecidas entre os homens no processo de produção capitalista, podemos afirmar que I- se caracterizam por serem relações de exploração, antagonismo e oposição. II- as relações estabelecidas entre as classes sociais são complementares, pois uma só existe em relação à outra. III- dividem os homens entre proprietários e não proprietários dos meios de produção. IV- as desigualdades não constituem a base de formação das classes sociais. V- entre o capitalista e o trabalhador há uma relação de igualdade, pois ambos são vendedores de sua força de trabalho. Selecione a alternativa correta.
  10. 70. UNIMONTES 2015
    A Sociologia é uma ciência moderna que prioriza estudos sobre a divisão social do trabalho, em suas diversas concepções teóricas e empíricas. Entre os estudiosos clássicos, Karl Marx (1818-1883), Émile Durkheim (1858-1917) e Max Weber (1864-1920) são apontados como grandes referências neste campo de análise na teoria social. Considerando as teses desses autores, associe a 2ª coluna com a 1ª.  1 - Pessoas que têm a mesma posição no que se refere à propriedade de bens, serviços e habilidades encontram-se numa determinada situação de classe. 2 - A história de toda sociedade tem sido a história da luta de classes. 3 - A divisão do trabalho supõe uma interdependência entre grupos sociais baseada na especialização de tarefas.   ( ) Karl Marx ( ) Émile Durkheim ( ) Max Weber   A sequência CORRETA é
  11. 71. UNIOESTE 2010
    A partir do início do século XX uma série de modificações foi introduzida na organização do processo de trabalho na produção capitalista. Ou seja, a produção de mercadorias passou a ser estruturada com base nos princípios do fordismo/taylorismo, inovação que vigorou até recentemente. Dentre as alternativas abaixo, marque aquela que apresenta as principais características do fordismo/taylorismo.
  12. 72. UNIMONTES 2015
    A Sociologia Clássica tem, entre os seus principais pilares teóricos, as formulações de Karl Marx (1818- 1883), Émile Durkheim (1858-1917) e Max Weber (1864-1920). Esses três grandes pensadores europeus estudaram o avanço do capitalismo, com perspectivas distintas. Em relação às concepções de sociedade de cada um deles, é correto afirmar, EXCETO
  13. 73. UNICENTRO 2010
    Para Karl Marx o conceito de Classes Sociais se desenvolve com a formação da sociedade capitalista. Dessa forma, é corretto afirmar que
  14. 74. UFU 2004
    A teoria social de Karl Marx sustenta que a alienação (ou estranhamento) no capitalismo relaciona-se
  15. 75. UFU 2001
    Considerando a relação entre o desenvolvimento tecnológico e o trabalho nas sociedades capitalistas contemporâneas, assinale a alternativa INCORRETA. 
  16. 76. UFFS 2011
    O processo de integração e de circulação de merca­dorias para muito além das fronteiras nacionais existe há muito tempo e não é suficiente para caracterizar algo novo. Marx e Engels já escreveram sobre isso na obra Manifesto Comunista, ainda em 1848, na qual mostram o avanço do capitalismo no mundo.     Nesse sentido, podemos dizer que esse antigo pro­cesso de circulação de mercadorias é hoje designado:
  17. 77. UNISC 2013
    Karl Marx se notabilizou como o cientista social que fundou as bases epistemológicas do Materialismo Histórico a partir das categorias Capital e Trabalho e do método dialético. Segundo o pensador, a história da humanidade se desenvolve a partir da tensão entre essas duas categorias e todas as formas históricas de sociedade, a partir do comunismo primitivo, expressam em si mesmas uma organização específica do trabalho com vistas à produção de bens e acúmulo de riquezas. Nesse sentido, o capitalismo seria uma das formas sociais que se caracteriza pela organização da produção a partir da relação entre capital e trabalho, de tal modo que os donos dos meios de produção (a burguesia) exploram o trabalho objetivando a obtenção do lucro. A categoria econômica que denota o lucro obtido a partir desse processo de exploração do trabalho é denominada por Karl Marx de 
  18. 78. UFMA 2008
    Enumere a segunda coluna, de acordo com a primeira, relacionando as obras com seus respectivos autores e em seguida marque a opção que contém a seqüência correta da segunda coluna.   Primeira Coluna (1)O suicídio (2) A ética protestante e o espírito do capitalismo (3)O capital   Segunda Coluna   ( ) Karl Marx (1818-1883) ( ) Émile Durkheim (1858-1917) ( ) Max Webber (1864-1920)
  19. 79. UEMA 2014
    A história da cultura brasileira é pontuada pelo “jeitinho brasileiro” e pela cordialidade, frutos da colonização portuguesa. Sérgio Buarque sugere que nossa cultura tem algumas singularidades, tais como: aversão à impessoalidade, forte simpatia e rejeição ao formalismo nas relações sociais. Tais singularidades se refletem no ordenamento da sociedade expresso no fragmento da música Minha história de João do Vale e Raimundo Evangelista, que trata da educação como base da estratificação social na sociedade burguesa.   E quando era noitinha, a meninada ia brincar. Vige como eu tinha inveja de ver Zezinho contar: “o professor ralhou comigo, porque eu não quis estudar” (bis) Hoje todos são doutor, E eu continuo um João Ninguém Mas, quem nasce pra pataca nunca pode ser vintém. Ver meus amigos doutor basta pra mim sentir bem (bis)... João do vale; Chico Evangelista. “Minha história”. In: álbum, João do Vale. Rio de Janeiro: Sony, 1981.   Conforme a contribuição de Karl Marx sobre a análise da sociedade capitalista, os conceitos sociológicos expressos nessa música são  
  20. 80. UNIMONTES 2015
    Fundador do materialismo histórico, Karl Marx (1818-1883) defendia que a tendência do modo capitalista de produção é separar cada vez mais o trabalhador e os meios de produção. Na perspectiva teórica de Marx, é INCORRETO afirmar que
  21. 81. UNICENTRO 2009
    Émile Durkheim, Marx Weber e Karl Marx são clássicos da Sociologia não só porque suas obras apresentam embasamentos teóricos profundos para a explicação dos fenômenos sociais, mas, principalmente, porque até hoje servem de inspiração para as análises sobre a sociedade. Sobre os Clássicos da Sociologia, é correto afirmar:
  22. 82. UNICENTRO 2015
    As formulações teóricas e análises de Karl Marx sobre a sociedade capitalista e sua consequente superação resultam em efeitos importantes na moderna teoria social e sociológica. Com base nas análises desse autor sobre o capitalismo, assinale a alternativa correta. 
  23. 83. UFU 2004
    Na teoria social de Karl Marx, NÃO se relaciona à contradição básica da sociedade capitalista a
  24. 84. UNIMONTES 2011
    A ideia da ideologia, na sociedade capitalista, pressupõe a elaboração de um discurso homogêneo, pretensamente universal, que, buscando identificar a realidade social com o que as classes dominantes pensam sobre ela, esconde, oculta as contradições existentes e silencia as representações contrárias às dessa classe. Parte-se do pressuposto de que a sociedade capitalista é uma sociedade harmônica, em que não há nenhuma forma de exploração. TOMAZI, N.D. Sociologia da Educação Considerando as reflexões do autor sobre esse tema, julgue os itens a seguir: I - Essas reflexões estão apoiadas nas ideias de Karl Marx sobre a ideologia na sociedade capitalista. II - Essas reflexões concordam com o fato de que a sociedade capitalista está dividida em classes que são contraditórias e conflituosas e que, portanto, existem explicações, teorias divergentes e discursos conflituosos sobre a realidade social. III - Essas reflexões estão apoiadas nas ideias de Max Weber sobre a sociedade capitalista. IV - Essas reflexões partem do pressuposto de que a ideologia é sempre expressa por um grupo ou por uma classe, sendo, portanto, o indivíduo apenas o subsidiário de todo um pensamento anterior e mais amplo sobre a vida social. Estão CORRETOS os itens
  25. 85. UEL 2008
    Sobre a exploração do trabalho no capitalismo, segundo a teoria de Karl Marx (1818-1883), é correto afirmar:
  26. 86. UNICENTRO 2014
    O Holocausto foi o genocídio dos judeus durante a II Guerra Mundial. “O pensamento ideológico que estava por trás daquele terrível ato que exterminou cerca de 6 milhões de judeus, que não eram reconhecidos como seres humanos, era a ideia de superioridade da ‘raça ariana’ alemã. A perseguição e o extermínio dos nazistas alemães contra os judeus ficaram conhecidos na história como antissemitismo”. (Adaptado de: SILVA, S. A. S. Diversidade Cultural Brasileira. Sociologia/vários autores. Curitiba: SEED-PR, 2006. p.142.)   Na obra A Ideologia Alemã, manuscrito redigido por Karl Marx e Friedrich Engels, os autores apresentam alguns componentes básicos acerca do conceito de Ideologia. Com base nos conhecimentos sobre essa obra, considere as afirmativas a seguir.   I. A ideologia atua como consciência falsa da realidade, porém consciência necessária aos homens em sua convivência e em sua atividade social. II. Ideologia são as ideias da classe que domina uma sociedade, as quais influenciam toda a sua população, independentemente do grau de consciência. III. O pensamento de Marx e Engels evidencia que as nossas escolhas estão ligadas à ideologia, ou seja, aos nossos próprios ideais, independentemente dos interesses daqueles que dominam a sociedade. IV. É um sistema de pensamento neutro, pois não influencia na legitimação ou manutenção da ordem social existente, ou para a sua transformação.   Assinale a alternativa correta.
  27. 87. UEL 2004
    “A casa não é destinada a morar, o tecido não é disposto a vestir, O pão ainda é destinado a alimentar: ele tem de dar lucro. Mas se a produção apenas é consumida, e não é também vendida Porque o salário dos produtores é muito baixo – quando é aumentado Já não vale mais a pena mandar produzir a mercadoria –, por que Alugar mãos? Elas têm de fazer coisas maiores no banco da fábrica Do que alimentar seu dono e os seus, se é que se quer que haja Lucro! Apenas: para onde com a mercadoria? A boa lógica diz: Lã e trigo, café e frutas e peixes e porcos, tudo junto É sacrificado ao fogo, a fim de aquentar o deus do lucro! Montanhas de maquinaria, ferramentas de exércitos em trabalho, Estaleiros, altos-fornos, lanifícios, minas e moinhos: Tudo quebrado e, para amolecer o deus do lucro, sacrificado! De fato, seu deus do lucro está tomado pela cegueira. As vítimas Ele não vê. [...] As leis da economia se revelam Como a lei da gravidade, quando a casa cai em estrondos Sobre as nossas cabeças. Em pânico, a burguesia atormentada Despedaça os próprios bens e desvaira com seus restos Pelo mundo afora em busca de novos e maiores mercados. (E pensando evitar a peste alguém apenas a carrega consigo, empestando Também os recantos onde se refugia!) Em novas e maiores crises A burguesia volta atônita a si. Mas os miseráveis, exércitos gigantes, Que ela, planejadamente, mas sem planos, arrasta consigo, Atirando-os a saunas e depois de volta a estradas geladas, Começam a entender que o mundo burguês tem seus dias contados Por se mostrar pequeno demais para comportar a riqueza que ele próprio criou.” (BRECHT, Bertolt. O manifesto. Crítica marxista, São Paulo, n. 16, p.116, mar. 2003.)   Os versos anteriores fazem parte de um poema inacabado de Brecht (1898-1956) numa tentativa de versificar O manifesto do partido comunista de Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895). De acordo com o poema e com os conhecimentos da teoria de Marx sobre o capitalismo, é correto afirmar que, na sociedade burguesa, as crises econômicas e políticas, a concentração da renda, a pobreza e a fome são:
  28. 88. UEL 2010
    O sistema Linux é um artesanato público. O kernel (núcleo de software) do código Linux está disponível a todos, pode ser utilizado e adaptado por qualquer um: as pessoas se oferecem voluntariamente e doam seu tempo para aperfeiçoá-lo. O Linux contrasta com o código utilizado na Microsoft, cujos segredos até recentemente eram entesourados como propriedade intelectual de uma só empresa. [...] Ao ser criado na década de 1990, o Linux tentava resgatar um pouco do espírito de aventura dos primeiros dias da informática na década de 1970. Ao longo dessas duas décadas, a indústria de software metamorfoseou-se em pouco tempo num conjunto de poucas empresas dominantes, adquirindo o controle de concorrentes menores ou expulsando-os do mercado. Nessa dinâmica, os monopólios pareciam fabricar em série produtos cada vez mais medíocres. SENNET, R. O Artífice. Rio de Janeiro: Record, 2009, p.35. Com base no texto e nos conhecimentos pode-se compreender que
  29. 89. UNCISAL 2011
    Comte e Marx formaram suas ideias no século XIX. A sociedade moderna era definida por eles de maneira diversa. Aos olhos de Comte, a sociedade moderna era
  30. 90. UNIMONTES 2014
    Na Sociologia contemporânea, a expressão mobilidade tem sido utilizada de diversas maneiras, principalmente para caracterizar a transição de posições de classe ou para definir deslocamentos socioespaciais. Expressões como “mobilidade social”, “mobilidade de classe”, “mobilidade ocupacional” são tratadas como sinônimas por alguns autores, e cuidadosamente diferenciadas por outros. Relacione as colunas, conforme definição elaborada pelo sociólogo John Scott. 1 - Mobilidade social 2 - Mobilidade de classe 3 - Mobilidade espacial 4 - Mobilidade ocupacional   ( ) É um emaranhado de movimento físico, de significado e de prática, produzido no sistema geográfico. ( ) Define a filiação a grupos profissionais em termos de posição dentro do sistema de relações de trabalho e agregados de ocupações. ( ) Movimento de uma geração ou compreendida em um único curso de vida entre as diferentes rendas nominais ou percentuais de rendimento. ( ) Pode significar uma concepção mais abrangente de tipos de posições sociais em transição de uma situação determinada. A sequência CORRETA é:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login