Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UECE 2012

SEQUÊNCIAS
Eu era pequena. A cozinheira Lizarda tinha nos levado ao mercado, minha irmã, eu.
Passava um homem com um abacate na mão e eu inconsciente:
“Ome, me dá esse abacate...”
O homem me entregou a fruta madura.
Minha irmã, de pronto: “vou contar pra mãe que ocê pediu abacate na rua”.
Eu voltava trocando as pernas bambas.
Meus medos crescidos, enormes...
A denúncia confirmada, o auto, a comprovação do delito.
O impulso materno... consequência obscura da escravidão passada,
o ranço dos castigos corporais.
Eu, aos gritos, esperneando.
O abacate esmagado, pisado, me sujando toda.
Durante muitos anos minha repugnância por esta fruta
trazendo a recordação permanente do castigo.
Sentia, sem definir, a recreação dos que ficaram de fora,
assistentes, acusadores.
Nada mais aprazível no tempo, do que presenciar a criança indefesa
espernear numa coça de chineladas.
“É pra seu bem”, diziam, “doutra vez não pedi fruita na rua”.
(Cora Coralina. Melhores poemas. p. 158.)


Atente ao seguinte verso: Durante muitos anos minha repugnância por esta fruta . Leia as considerações tecidas sobre ele.

 

I. O emprego do pronome demonstrativo esta, em esta fruta, está de acordo com os padrões da gramática normativa.
II. O uso de esta na expressão esta fruta reforça a ideia de proximidade e presentifica o episódio do abacate.
III. A gramática normativa desabonaria, nesse caso, o emprego dos pronomes “essa” e “aquela”.

 


Está correto o que se afirma em

Escolha uma das alternativas.