Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UECE 2017

 Atente aos seguintes excertos:

“[...] Agora, saindo dessa dura crise, tinha ele, graças a Viena, cidade envenenada mas tão instrutiva, os olhos definitivamente abertos sobre os dois perigos – dupla face do mesmo gênio diabólico – que ameaçavam a própria existência do povo alemão: marxismo e judaísmo”;

“Viena revela-lhe ainda um terceiro perigo: o parlamentarismo. [...] por curiosidade entra no Reichsrat* de Viena. Então sente-se tomado do mais vivo sentimento de repulsão. Espetáculo lamentável e ridículo.”.

* Reichsrat – uma das casas que compõem o legislativo em países de língua germânica, similar à câmara alta do parlamento inglês.

CHEVALLIER, Jean-Jacques. As grandes obras políticas de Maquiavel aos nossos dias.
Trad. Lydia Christina. 5 ed. Rio de Janeiro: Agir, 1990, p. 389.


Em sua análise sobre a obra política de Adolf Hitler, Mein Kampf (Minha Luta), o historiador, jurista e professor francês Jean-Jacques Chevallier aponta a importância da passagem do jovem Hitler por Viena e o quanto suas experiências na capital austríaca serviram para fundamentar o pensamento do criador do Nazismo.

Com base nos trechos apresentados, percebem-se três aspectos fundamentais do pensamento Nazista, quais sejam: 

Escolha uma das alternativas.