Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UEL 2015

Leia o texto a seguir.

 

As neovanguardas artísticas na década de 1960 foram marcadas por uma efervescência cultural e uma posição crítica frente à hegemonia política, social e cultural. Os jovens questionaram os discursos totalitários e a repressão política e comportamental. No campo das artes plásticas, manifestou-se uma nova figuração, centrada na representação cotidiana do homem urbano, além da emergência de propostas conceituais e processuais através doshappenings, ambientes e performances.

Adaptado de: RIBEIRO, M. A. Neovanguardas: Belo Horizonte anos 60. Belo Horizonte: Cia das Artes, 1997. p.35- 84.

Com base no texto e nos conhecimentos sobre Arte na década de 1960, relacione os conceitos e as suas características correspondentes.

I. Tropicalismo.
II. Nova Objetividade Brasileira.
III. Arte Ambiental.
IV. Arte Guerrilha.
V. Land Art.

A. Suas propostas artísticas interferem no espaço circundante e instauram uma nova realidade em uma determinada situação espacial, envolvendo a atividade sensorial do público. São usados objetos e materiais que visam à exploração sensorial – tátil, auditiva, olfativa e visual – das pessoas, que se tornam coautoras da proposta do artista e participantes da exploração ambiental.
B. Propõe uma nova maneira de focalizar a relação entre arte e política e pauta-se pela autonomia da linguagem artística. Tem origem em 1967, com os poemas musicais alegóricos de Gilberto Gil e Caetano Veloso, conjugados com os arranjos experimentais da música concreta e aleatória de Rogério Duprat e de Júlio Medaglia, usando a alegoria e a ironia como questionamento social.
C. Inaugura-se uma nova forma de atuação por ações efêmeras de protesto político e comportamental, voltadas para experiências radicais com o corpo e as sensações, a inteligência e os conceitos. Destacam-se os trabalhos de Cildo Meirelles, Artur Barrio e Antônio Manoel. Refere- -se à libertação dos instintos vitais, em que a energia do corpo humano se revolta contra a repressão da sociedade.
D. Denomina a geração de artistas brasileiros que atuou no eixo Rio-São Paulo no final dos anos 1960. Refere-se à exposição desses artistas realizada no MAM-RJ, em 1967, organizada por Hélio Oiticica e Rubens Guerchman. Enfatizava a vontade construtiva, a superação das categorias tradicionais, a tendência para o objeto e as manifestações coletivas abertas à participação do público.
E. Veio reafirmar a ruptura com espaços consagrados, como as galerias e os museus, marcada pela volta do artista à natureza. Suas obras são realizadas nas montanhas, no mar, no deserto, no campo e nos parques da cidade. Retomava sua relação com o público por meio de fotografias, filmes e vídeos apresentados em galerias, museus e bienais. Destacam-se os trabalhos de Christo e Smithson.

Assinale a alternativa que contém a associação correta.

Escolha uma das alternativas.