Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UEMS 2008

Os emergentes pedem passagem

As “indústrias velhas” dos EUA e da Europa – como siderúrgicas, ferrovias, cervejarias – serão dominadas pelos emergentes. Marcel Telles, que já é sócio de ferrovia nos EUA (a maior da costa leste do país) e de cervejaria na Bélgica (a InBev), a maior do mundo, tem desenvolvido essa hipótese com alguns interlocutores. Ele avalia que, embora relativamente simples de administrar, esses são negócios com péssima gestão no Primeiro Mundo – e, apesar disso, lucrativos. Para ele, os jovens americanos mais capacitados não querem saber de trabalhar nesse tipo de indústria – os jovens lá de fora estão basicamente voltados para o setor de tecnologia. Por isso, abre-se uma enorme janela para brasileiros, mexicanos, indianos, sul-africanos e outros emergentes.

 

 

A palavra em destaque no fragmento “Marcel Telles, que já é sócio de ferrovia nos EUA (a maior da costa leste do país) e de cervejaria na Bélgica (a InBev), a maior do mundo, tem desenvolvido essa hipótese com alguns interlocutores.”, refere-se a

 

 

Escolha uma das alternativas.