Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UFAM 2015

Leia o primeiro poema da série intitulada “O Ovo de galinha”, cujo autor é João Cabral de Melo Neto:

 

Ao olho mostra a integridade
de uma coisa num bloco, um ovo.
Numa só matéria, unitária,
maciçamente ovo, num todo.

 

Sem possuir um dentro e um fora,
tal como as pedras, sem miolo:
e só miolo: o dentro e o fora
integralmente no contorno.

 

No entanto, se ao olho se mostra
unânime em si mesmo, um ovo,
a mão que o sopesa descobre
que nele há algo suspeitoso:

 

que seu peso não é o das pedras,
inanimado, frio, goro;
que o seu é um peso morno, túmido,
um peso que é vivo e não morto.

 

Sobre o poema, afirma-se:


I. Causa-nos estranhamento, em virtude de quebrar a identificação automática que temos de um ovo.

II. As duas últimas estrofes opõem-se às duas primeiras; estas exploram o sentido da visão, aquelas o do tato.

III. Os versos são octossílabos e, em todas as estrofes, o segundo e o quarto verso apresentam rimas toantes.

IV. A primeira estrofe apresenta uma ideia (a tese), que se contradiz (a antítese); no final, aparece uma surpresa (a síntese).


Assinale a alternativa correta:

Escolha uma das alternativas.