Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UFMS 2009

Em 08 de agosto de 2008, o dia da abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, a região do Cáucaso também ocupou o centro das atenções do mundo devido à eclosão de novo conflito bélico entre a Geórgia e a região separatista georgiana da Ossétia do Sul. Com um território de aproximadamente 3.900 km2 , a Ossétia do Sul possui cerca de 70 mil habitantes, dois terços deles ossetas, grupo étnico que no século XIII, durante as invasões dos mongóis, ocupou as montanhas do Cáucaso, estabelecendo-se na fronteira com a Geórgia. No decorrer dos séculos XIX e XX, a região foi diversas vezes dividida entre a Rússia e a Géorgia. Os povos ossetas e georgianos mantêm relações estreitas e antigas, como exemplificam os frequentes casamentos mistos ocorridos durante o período de dominação soviética. Contudo, a cada grande remanejamento histórico, principalmente nos momentos em que o nacionalismo georgiano, integrador e centralizador, se exacerbou, houve enfrentamentos sangrentos entre as comunidades osseta e georgiana. O primeiro deles, ocorrido em 1920, quando a Ossétia reivindicou sua independência em relação à Geórgia. O segundo, no início da década de 1990, já no contexto do processo de desintegração da União Soviética, quando a Geórgia lançou uma ofensiva militar contra a então região autônoma da Ossétia do Sul. Os choques só terminariam em junho de 1992, quando Moscou ocupou militarmente a Ossétia do Sul, garantindo proteção ao território. “Congelado”, mas não solucionado, o conflito ressurgiu em agosto de 2008, quando forças georgianas invadiram mais uma vez o território osseta, levando à intervenção russa na região, operação que acabou envolvendo no litígio os Estados Unidos e a União Européia, ambos aliados da Geórgia.

(Le Monde Diplomatique Brasil, nº 14, setembro de 2008. Adaptado).

 

Com base no texto e nos seus conhecimentos sobre o assunto, assinale a alternativa correta: