Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UFPR 2006

O alto preço da terra eleva exponencialmente os custos de produção da agricultura japonesa, que só sobrevive a custa de vultosos subsídios. No Japão, os agricultores competem ferozmente com a indústria por cada palmo de terreno, e os investimentos em infraestrutura são onerados pelo alto custo das desapropriações.
(Adaptado de: MAGNOLI, D.; ARAUJO, R. 'A nova geografia: estudos de geografia geral'. São Paulo: Moderna, 1991, p. 150.)

Acerca disso, considere as seguintes afirmativas:

I. O relevo montanhoso, a condição insular do país e a elevada população japonesa são causas da escassez de terrenos mencionada.
II. As elevadas taxas de fecundidade próprias das zonas rurais fazem multiplicar a população em torno da megalópole de Tóquio, contribuindo para a escassez de terrenos.
III. A política de subsídios agrícolas praticada pelo governojaponês tem custos indiretos bastante elevados, devido ao território exíguo e muito povoado.
IV. A alta concentração fundiária do país é uma das causas do problema descrito, já que os Iatifúndios são pouco produtivos e demandam grandes extensões de terra para a produção de alimentos.

Assinale a alternativa correta.

Escolha uma das alternativas.